Época 2015/16

Época 2015/16

Um cretino será sempre um cretino

Nem mesmo depois de ter estado gravemente doente e Jorge Jesus lhe ter desejado publicamente as melhoras, melhorou o conceito sobre o treinador encarnado.
Nem numa época que se quer de paz, fraternidade, alegria, o cidadão Manuel Machado consegue enterrar o machado de guerra.
Por isso, só posso dizer que quem é o cretino é ele!

"Não sabia que o Benfica era assim tão grande"

Grande entrevista de Jorge Jesus à Benfica TV e ao jornal do clube!
Finalmente alguém do Benfica responde à letra a Pinto da Costa e Villas-Boas.
Entrevista de esperança em relação ao futuro, mas realista perante o momento actual.
Todos sabemos que a vitória no campeonato não depende apenas do Benfica pois a diferença é de 8 e só poderemos recuperar 3 pontos. Os outros 5 terão de ser "roubados" por outras equipas. Se isso não acontecer, nada feito.
Gostei particularmente de ouvir, «São elogios com uma estratégia, que é colocar os adeptos do Benfica contra o seu treinador, mas o respeito e a paixão que tenho pelo Benfica dão-me a convicção de que vou ficar muito mais anos no clube e vou ganhar mais títulos».
Para quem quiser ouvir, deixo-vos os vídeos da mesma.

Vídeo 1
Vídeo 3

A excepção Mozer

Carlos Mozer será o único treinador da Liga Zon Sagres com ligação/conotação ao Benfica.
Vai iniciar funções como técnico da Naval 1º de Maio, no lugar do despedido Rogério Gonçalves. 
Ainda ontem dizia eu aqui que apenas os técnicos com ligação ou conotação ao FC Porto estavam empregados ou eram requisitados. Como em tudo na vida, há excepções!
O mais certo é ter sido uma 2ª ou 3ª escolha porque os outros estão empregados ou não quiseram assumir o comando do lanterna vermelha do campeonato, com apenas 5 pontos em 14 jornadas e a 8 pontos da linha de água (V. Setúbal).
Será uma prova de fogo para Mozer.
Cá por mim, se eu fosse dirigente do Benfica colocaria algum jogador excedentário para rodar e ao mesmo tempo ajudar Mozer.

Tão rico mas tão forreta!

O Chelsea ou Abramovich, tanto faz, tem tanto dinheiro para gastar mas quando se trata de querer contratar ao Benfica é tão forreta.
Há anos atrás deram 20 milhões por um quase perna-de-pau (Paulo Ferreira), o mesmo que oferecem agora por David Luiz. É óbvio que bateram na porta errada.
Queriam poupar em David Luiz para gastarem num ponto de interrogação chamado Kaká.
Pelo jogador do Real estariam dispostos a pagar 50 milhões!

Afinal Di Maria foi um bom negócio!

Lembro-me da novela que foi a transferência de Di Maria e do que muitos benfiquistas disseram aqui na blogosfera. Só faltou cruxificarem Luís Filipe Vieira pelo mau negócio.
Claro que foi um risco até certo ponto, mas sabendo da grande valia do argentino, era quase certo que a maioria dos objectivos fossem atingidos.
Já terá rendido 33 milhões, faltando mais 3 que podem ou não ser alcançados e mais a receita dum jogo Benfica-Real Madrid que espero não fique no esquecimento por incompatibilidade de datas.

Segunda chance

Numa altura em que existem tantos treinadores disponíveis no mercado, uns no desemprego momentâneo, outros a necessitar duma chance para mostrarem o que valem, o Portimonense contratou, para substituir o dispensado Litos, nada mais nada menos que o grande treinador Carlos Azenha. O tal que esteve apenas alguns jogos à frente dos destinos do V. de Setúbal na época passada.
Azenha, para além do Setúbal, nunca treinou qualquer outra equipa da 1ª divisão.
Bom, mas esta contratação não tem nada de anormal se dissermos que é conhecida a sua ligação ao FC Porto, assim como é conhecida também a ligação do Portimonense ao emblema azul.
Depois da recente contratação de José Guilherme pela Académica já nada nos espanta.
Enquanto isso, treinadores com provas dadas são obrigados a emigrar para não cair no desemprego. E desses, exceptuando o Prof. Jesualdo que foi dispensado no final da época e Fernando Santos que já teve o seu tempo no Dragão, todos os outros não têm nem nunca tiveram qualquer ligação ao FCP.
Como dizia há dias o Álvaro Magalhães, quem não tem padrinhos tem vida difícil em Portugal.

Areia para os olhos dos tolos

A prorrogação do contrato do Villas-Boas com o FCP é mais um fait-divers à Pinto da Costa. A intenção, tudo o indica foi dar uma bicada no Benfica que é a menina dos olhos do presidente portista, tantas são as vezes a que se refere a ele quando fala em público. É o provincianismo habitual por mais que não o queiram admitir.
Como dizia ontem J.Q. Manha, o FC Porto mesmo ganhando não consegue livrar-se do fantasma do Benfica!
Tudo faz para tentar apequená-lo mas o que é certo é que não o consegue. E não o consegue porque o Benfica é o maior, em tudo. 
Voltando ao contrato do treinador, o voto de confiança dado através da prorrogação do contrato não significa nada. 
Todos sabemos que quem decide no FC Porto é ele (PC) por isso não precisa de dar votos de confiança, ao contrário do Benfica que é um clube democrático e por isso LFV teve de dar esse voto em relação a Jorge Jesus. E, o prolongamento do contrato pouco significa porque se o treinador azul não conseguir atingir os objectivos, faz como fez com Jesualdo, oferece-lhe um lugarzinho na estrutura e diz-lhe, "Tchau", sem lhe pagar a devida indemnização como é habitual.

A guerra do poder

Como não podia deixar de ser, quem está a entravar a adequação dos estatutos da FPF ao novo Regime Jurídico das Federações é a Associação de Futebol do Porto. Associação essa presidida por um personagem conhecido por todos pela sua forte ligação ao FCP, clube que como todos sabem vem controlando o poder no futebol português há décadas.
O actual presidente da FPF (Madaíl) que ora se recandidata, ora não, já volta a admitir recandidatar-se ou pelo menos manter-se num cargo remunerado para poder manter as funções que actualmente desempenha nos comités da FIFA e da UEFA.

Que amor!

Que amor ao Benfica ele tem. Ele é o aniversariante de ontem!
Tudo o que ele diz tem que meter o Benfica pelo meio.
Razão tem João Querido Manha quando diz, «... Mas, com 8 pontos de vantagem e acabado de libertar-se juridicamente do mais terrível das cominações, o FC Porto perde assim mais uma oportunidade excelente de redenção e credibilização. Quando podia exaltar as proezas e os atributos e atrair as atenções gerais com uma manobra de charme nacional, baseada numa superioridade inatacável em todas as competições, os estrategos portistas deixam-se resvalar para o lado odiento dos velhos tiques provincianos, continuando a posicionar o emblema como um satélite azul e branco na órbita da grande estrela benfiquista. O que podia ser um grande sistema solar, em torno do brilho das suas estrelas, continua a centrar-se apenas no que pode ou não pode fazer o adversário principal, alimentando até a crença encarnada. 
Foi deste desfoque recorrente, quiçá genético, que se queixou há tempos Vítor Baía, cansado de ver os méritos do FC Porto reduzidos, originalmente pelo próprio clube, a deméritos do Benfica».
Tristes, digo eu!!!

Eusébio, Rei até na simplicidade!

Eusébio é inigualável. Foi-o como jogador e é-o como pessoa!
Felizmente para nós benfiquistas jogou no Benfica e ainda lá continua.
Ao contrário de muitos outros craques já retirados e ainda vivos, é o mais simples e acessível de todos.
Concedeu há dias uma entrevista ao "jornal i" que vale a pena ler porque nela fala de coisas que muitos não sabem e doutras que muitos já esqueceram.
Eusébio recorda histórias muito interessantes da sua carreira, algumas das quais eu não conhecia.

Quando a incompetência de uns pode prejudicar outros

A Federação Portuguesa de Futebol teima em não adequar os seus estatutos ao novo Regime Jurídico das Federações. A culpa, dizem, é das Associações, que não querem perder poder. Seja, mas o que é certo é que nem a FPF, nem o Governo, através da Secretaria de Estado do Desporto, fazem nada para inverter a situação. E já lá vão quase dois anos!
Até que agora a FIFA ameaçou a FPF e até os clubes que não têm culpa nenhuma da situação, correm o risco de ser impedidos de participar nas competições europeias, para além da Selecção que também seria impedida de continuar a disputar o apuramento para a fase final do Euro-2012.
E então senhores, o que fazem perante isto?
Já se sabe que a coisa é mais complexa que parece pois a Liga de Clubes tem de ter tudo organizado para que a transicção da Disciplina e da Arbitragem para a FPF não prejudique os interesses estabelecidos no futebol português, diga-se o sistema!

Só faltava esta agora

O Benfica anda mesmo em maré de azar esta época. Parece que foi praga que lhe rogaram!
Como se não bastassem as arbitragens, suas e alheias, os erros de planeamento da época, algumas lesões casos de Kardec, de Cardozo, de Ruben Amorim, agora o Cardozo (novamente) ficou retido no Paraguai, onde passou as férias de Natal porque está de quarentena devido à gripe A que o seu filho contraíu!
Quando irá acabar esta malapata?

O Benfica de 2011

Depois dos 5 golos de presente natalício oferecido pelo Benfica aos seus adeptos, a chegada do novo ano obriga a alguma reflexão. E dos meus 12 desejos, enunciados à meia-noite de dia 31, reservo dois para o Glorioso: renovarmos o título – não custa sonhar e, como dizia o outro, “prognósticos só no fim do jogo”, as arbitragens pode sempre virar ou serenar; e fazermos boa figura nas competições europeias, um desejo que se destina sobretudo à época 2011/12, já que este ano fizemos pouco dos milhões da Champions.
Jesus tem razão. As mais recentes declarações de Pinto da Costa sobre o mister têm como objetivo dividir a família benfiquista. E em época de vacas magras é útil concentrar atenções no inimigo comum. Neste sentido, JJ tem alguma sorte com o timing do presidente do FCP: no final da época passada a vontade portista de contratar o mister campeão valorizou Jesus na hora de negociar a renovação contratual. Pinto da Costa tem o condão de valorizar agentes desportivos, de preferência benfiquistas, como aconteceu com Moretto há uns anos.
Jesus tem, de facto, razão. As arbitragens têm seguido a tendência universal para o revivalismo e, procurando imitar a história dos anos 80/90 os árbitros voltaram a ser abertamente tendenciosos. Ou mais do que isso, como quis ser Olegário Benquerença no início da época, aquando do Guimarães-Benfica. Parece que sofreu de “amnésia temporária” e esqueceu as regras do jogo. Mas árbitros à parte, o péssimo início de campeonato da equipa benfiquista, os seis pontos que Roberto nos custou até acertar com as dimensões das balizas portuguesas e as más decisões estratégicas de Jesus – os cinco a nada que levámos no Dragão… – também explicam os oito pontos de distância.
Mas quero, sobretudo, que Jesus tenha muita razão em 2011. Que Salvio se confirme, façamos boas compras e vendas no mercado de inverno, as vitórias se somem e as goleadas voltem. SLB!

Faço minhas as palavras da Marta Rebelo.

Alguma vez isto vai mudar?

É comum e frequente ouvir-se e ver-se escrito que o estado do futebol português é caótico. Mas também acontece amiúde um ensurcedor silêncio daqueles que, beneficiando dos favores do actual sistema e recolhendo os dividendos correspondentes, apenas levantam a voz ou barafustam quando sentem que os lucros começam a correr algum de risco de ficar ameaçados. O tempo tem corrido a seu favor.

O facto de sermos um país pequeno e periférico serve de alguma forma de justificação para o atraso estrutural do futebol que infelizmente se estende a todos os outros sectores da vida nacional. Vivemos numa espécie de feudalismo, em que os
senhores que acederam e se têm perpetuado no poder, tudo têm feito para que a inércia continue, porque isso significa em primeira instância que a sua influência se manterá inalterável.

É evidente que
todos temos contribuído para este estado de coisas, e não é justo e muito menos coerente, dizer-se que a culpa recai totalmente nos outros. É indubitável que uns por omissão (a grande maioria), outros que se contentam com algumas migalhas caídas da mesa do poder, e ainda outros que se poderiam apelidar de colaboracionistas, contribuiram para a solidificação no poder da actual trupe.

É um facto que se nota uma tendência crescente de denûncia dos atropelos que continuam a acontecer por toda a parte, mas isso, sendo um factor positivo, não é suficiente, porque ninguém se atreva a cometer a ingenuidade de pensar que os senhores do poder abdiquem dele de mão-beijada.

Tal como no passado, os tentáculos continuam a ter ramificações onde quer que
o poder vislumbre que poderá  haver hipóteses de influências e de benefícios, e se analisarmos os vários centros de poder não existe absolutamente nenhum que nos mereça crédito e confiança, porque cada um à sua maneira está seriamente afectados na sua credibilidade.

Desde a Federação, a Liga, as Associações, a arbitragem, a disciplina, a justiça, a Secretaria de Estado do Desporto e os tribunais, alguém de boa fé pode dizer alto e bom som que confia neles?  E os jornalistas, quantos estão verdadeiramente ao serviço do desporto? Quantos praticam um jornalismo sério, isento, imparcial e de denûncia dos
cancros que atravessam o desporto português e necessitam de ser extirpados?

Funes Mori, Benfica ou empresário?

Já foi dito por Luís Filipe Vieira que o Benfica apenas irá investir dentro das suas necessidades e possibilidades. Também sabemos da crise que afecta tudo e todos. Sabemos igualmente que a possível vinda do avançado argentino do River Plate será possível se o Benfica pagar apenas os ordenados do jogador.
Então porque será que a imprensa continua a anunciar, «Benfica sobe a parada», Benfica isto e aquilo?
Deixem-se de inventar!!!

A sucessão

Está encontrado o sucessor de Jorge Costa!
O que isso interessa, perguntarão a maioria dos leitores deste Blog. Pois é, não interessa muito, até porque além de ser um desconhecido do grande público, não é benfiquista.
O objectivo do post é mostrar que o domínio portista, o chamado polvo, nota-se em tudo e em todo o lado.
A Académica, em vez de apostar num nome já com provas dadas, existem tantos por aí desempregados, vai apostar em alguém sem provas dadas na 1ª divisão e com passado ligado àquele clube.
Saíu de Coimbra um treinador afecto aos dragões, há que colocar lá outro para assim manterem o controlo. Quanto mais equipas controladas, mais fácil fica ser campeão.
Lembram-se do que o Beira-Mar e o U. Leiria fizeram no Dragão, não se lembram? Para os mais distraídos eu lembro, foram lá jogar como se fosse um jogo-treino, quase sem fazer faltas e não obrigando os donos da casa a terem de se aplicar a fundo.

Querem polémica

A nossa imprensa desportiva está sempre em cima do Benfica e na maior parte das vezes para arranjar polémica.
O jornal O Nojo, vem hoje com declarações pouco simpáticas de Ramires sobre Jorge Jesus, que supostamente lhe teria dito que não iria sentir a falta dele e de Di Maria.
«É complicado falar disso, pois quando deixámos o clube, o técnico disse que tinha três jogadores semelhantes a mim e ao Di María e que a equipa não iria sentir a nossa falta, pois esses jogadores estavam no plantel. Por isso acho que o Benfica deve mesmo ter esses jogadores».
Sinceramente, não acredito!
Para além da afirmação anterior, ainda terá (segundo o mesmo jornal) criticado o ex-treinador por ter colocado David Luiz a lateral esquerdo no Dragão.

O mentiroso do costume

O FC Porto desempenhou algum papel no fracasso das negociações entre o Sporting e Villas-Boas?

Não. Quando o André Villas-Boas teve um acordo com o Sporting assinado no Gerês, com a presença do dr. José Eduardo Bettencourt, o FC Porto não teve nada a ver com isso. O FC Porto nessa altura estava ainda lançado para o pentacampeonato, e não pensávamos em substituir o treinador. Tomámos conhecimento de que ele tinha um contrato-promessa, achei que era uma boa solução e cheguei a dar essa opinião ao presidente do Sporting. Depois, num jogo em Coimbra, o presidente da Académica disse-me que devia optar por ele e que não existia compromisso com o Sporting, porque havia uma cláusula que não fora cumprida. Só quando decidimos que o Jesualdo saía é que partimos para a escolha de um novo treinador. Nessa altura era do conhecimento público a rescisão do acordo-promessa que ele teve com o Sporting.

Comentários para quê!!!

E que tal recuperar o Urreta?

Ao que parece o jovem uruguaio Urreta que está emprestado pelo Benfica ao Deportivo da Corunha não é mais opção, principalmente depois de se ter envolvido numa confusão durante um treino.
Não esqueço a exibição que este moço fez contra o FC Porto há um ano na Luz por isso julgo que seria de repescá-lo em vez de o emprestar novamente ao Peñarol que o deseja.
Será que Jorge Jesus aceitou a sua cedência há um ano ao clube uruguaio e posteriormente ao Deportivo porque não conta com ele ou porque achava que tinha opções suficientes e preferiu que ele rodasse?
Jesus tem a palavra!

O cinismo elevado à máxima potência

Na entrevista de sete (!!!) páginas que concedeu ao jornal do clube, perdão ao Jogo, sobre Vítor Pereira, disse nada mais que isto que podem ler abaixo.
Não queria comentar muito o trabalho do Vítor Pereira. Tenho a ideia de que é uma pessoa séria, que procura fazer o melhor que pode e sabe, mas compreendo que a sua missão é muito difícil. Portugal é o único país da Europa que tem três programas televisivos de mais de uma hora de gente que não percebe nada de futebol. Podem perceber de medicina ou cinema, mas são pessoas que não sabem nada de futebol e vão discutir até à exaustão o trabalho dos árbitros. É muito difícil que este barulho todo não influencie o subconsciente das pessoas. Estou convencido de que quando as pessoas perceberem o ridículo que é ver o doutor Eduardo Barroso ou o doutor Fernando Seara a dizer que os penáltis contra as respectivas equipas nunca o são e que os penáltis contra o FC Porto são todos, isto acaba. São pessoas que não ajudam o futebol e desprestigiam as classes a que pertencem pelo fanatismo que evidenciam. 
Por falar de Eduardo Barroso e de Fernando Seara, não deveria ter falado também do falecido Pôncio? Será que esse sim era um entendido de arbitragem?
E quando fala de cinema, não lhe faltou falar de música também?
Afinal o sr. já está a ficar senil?

Confusão no futebol brasileiro

O Brasil é um país continental tal a imensidão do seu território. Por isso, apenas em 1971 começou a organizar campeonatos nacionais de futebol, ainda que em formas organizativas complicadas e a eliminar.
Campeonato mesmo nos moldes actuais apenas a partir de 2003, designado por "pontos corridos".
Acontece que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) resolveu agora considerar campeões os vencedores da Taça Brasil, disputada entre 1959 e 1968 e os vencedores do Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Robertão), disputado entre 1967 e 1970, com base num dossier elaborado pelo Santos Futebol Clube, que foi um dos maiores beneficiados. De 2 títulos (2002 e 2004), passa para 8 títulos devido às conquistas da Taça Brasil (5) e do Torneio Robertão (1) no tempo do Rei Pelé!
Tal situação, abriu caminho para clubes que venceram torneios anteriores a 1959 também queiram ser reconhecidos como campeões brasileiros.
Outro grande beneficiado foi o Palmeiras que também passa a ter 8 títulos e anteriormente tinha apenas 3.
Entretanto, continua a briga na justiça por parte do Flamengo que quer que lhe seja restituído o titulo de 1987 que foi atribuído pela CBF ao Sport de Recife.

FELIZ NATAL!


Desejo um FELIZ NATAL a todos os que visitam este blog!

O "pagode do Benfica"

Felipe Basttos, médio defensivo do Benfica que está emprestado ao Vasco da Gama, afirmou hoje ao GloboEsporte que quando vivia em Lisboa, matava a saudade cantando pagode com colegas de equipa.
Numa delas, em casa de Luisão, podemos vê-lo a cantar e a tocar, além do próprio Luizão.
Vêem-se além dos citados muitos outros jogadores benfiquistas na festa.

Que mudança no discurso

Quem diria que é a mesma pessoa a falar.
Há alguns meses atrás, mais especificamente no verão, Cardozo, sobretudo o seu empresário, queriam a todo o custo sair, ganhar mais, etc.
Hoje, o discurso é completamente diferente, quer ficar até final do contrato (2014), quer voltar a ser campeão,  quer voltar a ser o melhor marcador do campeonato, quer vencer a Liga Europa, sente-se muito bem, é feliz.
Ainda bem que assim é pois o Benfica precisa dum Cardozo concentrado, dum Cardozo feliz, para atacar o que falte do campeonato e das restantes competições em que está inserido e vencer.
Destacou ainda o gosto que tem em jogar com Saviola e reforça o que tem sido dito por outros colegas, que o ambiente no balneário é muito bom, está unido, o que deita por terra os boatos atirados pela imprensa para a praça pública.

Nada mais justo

O Benfica pretende prorrogar o vínculo com Carlos Martins até 2015 o contrato que termina em 2013, diz A Bola. Por sua vez, o Record diz que ele pode sair em Janeiro. Afinal em que ficamos?
Nada a que não estejamos já habituados!
Quanto a Martins, nada mais justo pois muitos colegas já viram os seus contratos prorrogados e melhorados.
David Luiz, para certa imprensa pode sair em Janeiro, mas para o seu empresário, em princípio não sai!
Enquanto diariamente surgem estas notícias especulativas sobre o plantel do Benfica, do FC Porto não se fala de nada, ou melhor de quase nada, porque James Rodriguez quer jogar mais.
Por aqui se vê por um lado a força do Benfica para vender papel e por outro ninguém se atreve a especular. daqui se conclui que a maioria das notícias são encomendadas.

Jorge Jesus sem papas na língua

Gostei das palavras de Jorge Jesus!
Outro treinador, com receio de perder um possível futuro contrato, acobardar-se-ia e passava por cima do assunto, enquanto Jesus respondeu da forma que Pinto da Costa merecia.
Esse dirigente, que se julga o supra-sumo só porque é chico-esperto e tem tudo comprado gosta de lançar postas de pescada pensando que somos todos tolos!
Jesus teve ainda coragem para atacar critérios de arbitragem diferentes entre Benfica e FC Porto que justificam a diferença pontual entre os dois clubes, no campeonato. Em todo o caso, ainda acredita no título e diz que quer ver como Villas-Boas vai aguentar a pressão se entretanto a diferença pontual diminuir.

Até agora ninguém falou dele

Nuno Coelho, jovem de 23 anos, actual médio da Académica, ao que tudo indica já firmou um compromisso com o Benfica para a próxima época. No entanto, tal facto tem sido ignorado aqui na blogosfera.
O seu trajecto futebolístico foi o seguinte. 
- Aos 16 anos, estreou-se na equipa principal do Sporting Covilhã.
- Aaos 17, transferiu-se para o FC Porto.
- Aos 18, foi lançado na Liga, na U. Leiria, pela mão de Domingos Paciência.
- Depois passou pelo Portimonense, até que chegou a Coimbra há duas épocas.
Este jovem centro-campista da Académica é um valor emergente do futebol português, pois já foi pré-convocado para os primeiros jogos da fase de qualificação do Euro’2012 e que há muito estava referenciado por clubes de primeira linha.

Mais um a sair!

Esta nossa imprensa não sabe fazer mais nada do que especular!
Depois das saídas em Janeiro de David Luiz, Fábio Coentrão, Cardozo, Nuno Gomes e Aimar, agora chegou a vez de Carlos Martins.
Sobre este, o motivo da saída não são os milhões dos Cities, dos Chelseas, dos Reais, mas sim a insatisfação de Martins com as opções de Jorge Jesus e porque não é imprescindível.
Ora bem, imprescindíveis existem poucos no Benfica, mas do plantel actual, também poucos são aqueles que poderiam sair sem que viesse alguém para os substituir.

Parabéns Fábio!

Hoje foi um dia difícil para mim, com pouco tempo disponível, por isso só agora tenho oportunidade de fazer este pequeno post.
Fábio Coentrão já tinha casado pelo registo em Maio, logo no dia seguinte à conquista do título. Porém, apenas hoje casou pela igreja e aproveitou para baptizar a filha (Vitória) que nasceu também em Maio passado.
Assim, quero aqui parabenizar o nosso lateral esquerdo pelo casamento católico e pelo baptizado da filha.

Vale a pena ler!

O autor desta crónica nem sempre tem sido simpático para o Benfica, apesar de ser conotado como benfiquista. Porém, nesta crónica, diz coisas que não estamos habituados a ouvir na nossa pobre imprensa desportiva. Por isso aconselho quem ainda não leu, a ler.
(Os sublinhados são meus)

O ano está quase pronto a dar entrada nos arquivos como o do regresso do Benfica à linha do sucesso, com toda a pompa, mas são legítimas as dúvidas sobre a circunstância e inúmeros os que observam o trajeto da equipa de Jorge Jesus como um fenómeno conjuntural, bastante facilitado pela fragilidade psicológica dos protagonistas envolvidos nos julgamentos, judiciais, desportivos e populares, do processo conhecido pelo absurdo nome de "Apito Dourado".
O penálti que abriu caminho ao triunfo da União de Leiria na Figueira da Foz é um daqueles lances emblemáticos, a levantar a ponta do véu. As equipas de Bartolomeu e Pinto da Costa somam 12 penáltis em 14 jornadas, ou seja, um terço (33%) do total da 1.ª Liga. Um "must"!
Assistimos a um regresso às origens, com o grupo dos figurões a voltar pelos "bons" motivos à primeira linha das notícias, faltando apenas no ramalhete o abandonado "compagnon de route" do Boavista. Os sinais de impunidade que os arquivamentos sucessivos foram passando, ao mesmo tempo que a Liga se reposicionava internamente, elegendo para líder uma figura "acima de toda a suspeita", foram chancelados em particular pelo Benfica, inebriado pelos vapores do sucesso, sem dar conta de quão efémero ele era.
Dentro das quatro linhas, viveu-se o paralelismo simbólico dessa grande operação de retoma, com a reorganização desportiva do FC Porto, em contraste com o relaxamento e descuido dos recentes campeões. A entrada firme na nova época foi fundamental e remeteu para um procedimento clássico e comum na maioria dos títulos dos últimos 30 anos, assegurados normalmente nas primeiras dez jornadas com intervenções cirúrgicas nos próprios jogos e nos dos adversários.
Afinal 2010 não será o ano da águia e pode vir a ser visto mais tarde como um insignificante incidente do longo percurso dessa força descomunal que o líder natural descrevia ontem de modo muito honesto: "depois, a jornada acaba sempre com uma vitória nossa".
A estabilidade de todo este processo, incluindo os intervalos para recarga de energias após o esgotamento dos treinadores que não conseguem sobreviver a mais de dois anos de sucesso, é garantida pela fragilidade psicológica e operacional dos adversários, com o Sporting, enfeitiçado primeiro e desvitalizado depois por uma associação perversa com um adversário que lhe era inferior, e com o Benfica, sempre inebriado com a grandeza e as glórias do passado.
Os últimos três meses foram horríveis para o Benfica, descendo das nuvens em círculos estonteantes, como uma águia Vitória a baixar do 3.º Anel, voo sobre voo, até à aterragem final. Todos os altos voos caíram por terra: a regeneração desportiva, o controlo da vontade dos adeptos, a Liga dos Campeões, a liderança dos clubes "bons", a luta absurda com a tutela governamental e, provavelmente, a revolução da discussão dos direitos televisivos. Depois de um quadro favorável que lhe permitia sentar-se no lugar do condutor, o Benfica constata em poucos meses que não consegue catalisar vontades e que eventuais apoios externos vacilam perante a notória retomada dos poderes instituídos. 2010 não terá então passado de um período sabático do líder natural.

Copa Libertadores - 2011

A Copa Libertadores-2011 já tem grupos formados e jogos definidos.
Este ano o Brasil tem um número record de participantes na competição por ter sido o Internacional de Porto Alegre o vencedor da edição-2010.
Normalmente classificam-se os 4 primeiros classificados do Brasileirão, mais o vencedor (ou campeão, como designam os brasileiros) da Copa (Taça) do Brasil.
Então temos:
1- Internacional (vencedor da Libertadores-2010)
2- Fluminense (campeão brasileiro-2010)
3- Cruzeiro (vice-campeão brasileiro)
4- Corinthians (3º classificado)
5- Grêmio (4º classificado)
6- Santos (vencedor da Copa do Brasil-2010)
Dos seis, apenas o Corinthians e o Grêmio (3º e 4º classificados no Brasileirão) terão de disputar uma pré-eliminatória, cujos jogos serão os seguintes:
JOGO 1 - Corinthians (BRA) x Tolima (COL)
JOGO 2 - Jaguares (MEX) x Alianza Lima (PER)
JOGO 3 - Cerro Porteño (PAR) x Deportivo Petare (VEN)
JOGO 4 - Unión Española (CHI) x Bolivar (BOL)
JOGO 5 - Indepiendente (ARG) x Deportivo Quito (EQU)
JOGO 6 - Grêmio (BRA) x Liverpool (URU)
Para saber a composição dos Grupos, veja AQUI.

Agora, é o Aimar

O sensacionalismo barato da nossa imprensa não tem limites.
Por mais vantajoso que possa ser um convite ninguém de bom senso acredita que o Benfica liberte Pablo Aimar em Janeiro. Só numa situação, proposta idêntica ou superior ao valor da cláusula de rescisão, que salvo erro é de 15 milhões.
Em Julho ainda vá que não vá, agora em Janeiro nunca. Aimar neste momento é apenas um dos jogadores do Benfica em melhor forma.

Coitado do Costinha

Qual vai ser o futuro de Costinha? Estou preocupado com o futuro deste anti-benfiquista primário!
Não se adivinha fácil pois agora terá um intermediário entre ele e a direcção do Sporting.
Afinal de contas, o que terá levado a direcção leonina a contratar José Couceiro. Falta de confiança no Francisco Costa? Incompetência?
Aceitam-se dicas!

Benfica é o pai dos pobres

Curiosamente, ou talvez não, no dia em que o Varzim regularizou dois meses (Setembro e Outubro) de salários em atraso aos seus jogadores e se prepara para saldar amanhã também o mês de Novembro, é dado a conhecer o direito de preferência do Benfica sobre os jogadores do clube poveiro, direito esse que envolveu uma compensação financeira. Daqui se conclui que o Benfica ajudou o Varzim a saldar dívidas.
Ora bem, não conheço o plantel do Varzim para poder opinar com segurança se existem jogadores assim tão promissores que tenham levado à assinatura deste protocolo. Segundo li, existem dois que poderão interessar, um central de 22 anos (Luís Neto) e um avançado de 19 anos (Rafael Lopes).
Significa então que o Benfica é o clube mais altruísta do futebol português já que há uns meses atrás ajudou o Odivelas para que este não tivesse que fechar as suas portas, recebendo em troca o direito de utilização do campo do clube dos arredores de Lisboa.
Ao invés, o clube que suga os outros até ao tutano não dá nada em troca.

Morreu o sonho do "Bicho"?

Jorge Costa, demitiu-se da Académica depois da copiosa derrota em Braga.
Quando todos pensávamos que a demissão tinha a ver com as duas últimas goleadas, eis que o "Bicho" surpreende tudo e todos e anuncia também o fim da carreira de treinador. Por motivos estritamente pessoais, não especificados, com grande tristeza deixa a actividade de treinador de futebol.
O que aconteceu Bicho? E se o FC Porto te convidar, declinas?
Não nutro grande simpatia pela pessoa devido ao comportamento enquanto jogador, mas reconheço que era um treinador promissor.

Sabujo!

Além de corrupto e corruptor é um sabujo!
Agora arvorou-se em defensor de Jorge Jesus o nojento. E ainda goza com os trocadilhos de Jesus e de Natal e de bom católico. De católicos como este, está o inferno cheio!
E Di Maria agora é um génio. Antes era um indisciplinado e um brinca na areia!
A dar graxa no Jesus, é incrível. É a coisa mais nojenta que conheço ligada ao futebol!

Resposta ao Rui Moreira, à R.A.P.

Definitivamente Rui Moreira (RM) um dos escribas oficiosos portistas tem a mente povoada de fantasmas encarnados até porque estamos em pré-época natalícia. É evidente que nalguns sítios (como ainda ontem à noite aconteceu no Dragão Caixa) a tradição já não é o que era porque o Pai-Natal  vestiu-se de azul, não fosse porventura algum adepto azul e branco mais fanático confundi-lo com algum benfiquista infiltrado e agredi-lo com alguma bola de golfe...

As mentalidades regionalistas têm destas coisas; confundem uma região, ou se quisermos ser mais restrictivos, uma cidade parcial com o todo nacional, e socorrem-se da verdade oficiosa do jornal porta-voz do FCPorto e do Senhor Azia para virem debitar aleivosias sobre arbitragens, numa tentativa evidente de virar o rumo dos acontecimentos a seu favor. Os comentários marginais são supérfluos, revelam falta de imaginação e insistem em temas tão velhos, como os beneficios arbitrais do FCPorto ou a própria crise estrutural do País.

Não desejaríamos repetir-nos mas RM como não consegue controlar-se e encontrar outro tema mais interessante (mesmo com o Natal no horizonte), e bate sempre na mesma tecla – o Benfica e LFV, somos forçados a lembrar-lhe alguns factos:

1. Os oito pontos que o FCPorto tem de vantagem neste momento, derivam única e exclusivamente do facto dos portistas terem sido beneficiados pelas arbitragens e o Benfica prejudicado. Isto de uma forma que não deixa dúvidas a qualquer observador independente. Se assim não fosse, as equipas encontravam-se ao fim da 13ª jornada em igualdade pontual;

2. A produção e as exibições de uma e outra equipa têm sido claramente favoráveis ao FCPorto. Sobre isso nenhuma dúvida. Mas as coisas não acontecem por acaso. Como todos sabemos, existem factores de extrema importância que condicionam o rendimento de uma equipa de futebol ou de qualquer outra modalidade.

 Quando uma equipa começa a ganhar e depois é beneficiada pelas arbitragens, a força anímica que daí resulta permite passar a encarar os jogos com muito maior tranquilidade, o que lhe permite alcançar exibições e resultados muito mais positivos. É o que tem acontecido com o FCPorto reeditando velhas estórias do passado.

Se pelo contrário uma equipa começa a perder, e ainda por cima em casa com um adversário que nem sequer é do seu campeonato devido a vários erros de arbitragem, então sucede precisamente o contrário. A confiança cai a pique, os jogadores, os sócios e simpatizantes descrêem e a equipa deixa de render o que está ao seu alcance. Se a isso juntarmos novo ataque cirúrgico logo a seguir, não há estratégia que resista perante a diferença pontual que rapidamente se avolumou.

Tudo o resto são incursões em terrenos que RM não sabe, não conhece, e mais valia que tivesse o bom senso de não o fazer porque assim corre o risco de vir a cair no ridículo das suas contradições. É evidente que convem desviar o foco do Dragão para tentar garantir a necessária tranquilidade, sendo crível que mantendo os holofotes sobre a Luz julga contribuir para a continuação da saga. Está redondamente enganado porque os benfiquistas já conhecem esses estafados argumentos. Até a mãozinha que subtilmente estende a todos aqueles que dizendo que são do Benfica, estão sempre contra desde que não estejam no poder.

Mas voltamos a lembrar RM que no Benfica (mesmo quando se ganha) não há unanimismo. É a nossa secular tradição democrática, ao contrário do que se passa no grémio das Antas onde o seu presidente existe, pensa, decide e faz aplicar, perante o séquito de fiéis que se perfila e cumpre cegamente as directrizes emanadas, e depois ainda vem louvá-las publicamente. São diferentes maneiras de estar na vida e no desporto, mas compreende-se que num clube regional seja mais fácil...

As declarações do treinador e o director-desportivo do Sporting sobre prendas de Natal a que se seguiu uma réplica do ‘papagaio’ do Dragão, parece terem de alguma forma preocupado as altas esferas portistas, porque poderá haver o risco do clube leonino fugir ao seu controlo e às relações amistosas que convem ao FCPorto manter, mesmo que isso implique a falta de urbanidade, de civismo e de educação do seu presidente ao deixar de mão estendida o seu homólogo leonino e glosar o tema em privado.

Disso mesmo deram conta alguns apaniguados portistas e agora RM, até porque também o tenebroso Dias da Cunha veio a terreiro cruzar o seu discurso e JEBettencourt manteve o silêncio (nem sequer convocou de urgência o Conselho Leonino) e, contrariamente ao que tinha feito com a Juve Leo, não chamou à pedra aqueles dois empregados que se atreveram publicamente a denunciar o que parece óbvio a toda a gente.

Como será no dia em que se aplicará a máxima do quem quer bolota trepa... mas sózinho?

PS. Ah, com tudo isto RM ainda falou nos mind-games de Villas-Boas (cuidado com as imitações baratas) e de James (não ficaria melhor Jim ou Jimmy?) Rodriguez. Parece um rapaz com futuro, ou não tivesse sido descoberto pelos olheiros do Benfica. Já o outro Rodriguez, roubado da Luz e principescamente pago, parece ter caído em desgraça, o que revela que nem sempre o crime compensa...

Nós não somos rancorosos, mas não somos parvos...

Parabéns Anti-Benfica por mais esta excelente resposta ao comerciante Moreira, uma vez que já não temos um RAP a fazê-lo.

Apareceu finalmente o Salvio

Salvio ainda não tinha conseguido uma exibição à altura das credenciais que o trouxeram à Luz. Tinha demonstrado alguns pormenores aqui e ali, mas sem conseguir uma exibição verdadeiramente consistente, para além de não ter ainda marcado qualquer golo. Curiosamente marcou na partida com o Rio Ave, logo dois e de cabeça que não é o seu ponto mais forte. O seu ponto forte é a velocidade que aliada à boa técnica lhe permite ir à linha e cruzar.
Ainda é cedo para saber se vai ou não ficar no Benfica, uma vez que está emprestado pelo Atlético de Madrid, embora 20% do passe já pertença ao Benfica. Vale os 8 milhões que faltam? Por enquanto não!
Ele, à semelhança dos colegas argentinos, está feliz no Benfica e em Lisboa, quer ficar muitos anos. Veremos como será o seu desempenho até Junho.

Saviola está feliz e a crescer de forma

Saviola concedeu uma pequena entrevista à imprensa argentina e diz-se ainda esperançado na revalidação do título nacional.
Ninguém tem dúvidas que "El conejo" não rendeu ainda o que mostrou em igual período da época passada, mas aos poucos está chegando lá. Se repararem, nos últimos jogos tem marcado sempre e vê-se que está a crescer. Lembro que na época passada ele foi o abono de família da equipa durante os meses de Dezembro e Janeiro, altura em que marcou vários golos consecutivos que valeram pontos ao Benfica.
Na mesma entrevista ainda refere que não quer sair do Benfica e elogia o campeonato português apesar de ser considerado pouco mediático internacionalmente.
Garantiu ainda que o balneário está unido. Por aqui se vê a mentira referida por alguma imprensa especulativa portuguesa.

Tira-teimas em vídeo (jogos do Benfica e do FCPorto)

Resumo dos lances polémicos do Benfica-Rio Ave. Vejam o vídeo, leiam as legendas e ouçam a narração!
Enquanto nuns lances de possíveis penáltis há sempre dúvidas (a favor do Benfica) noutros (contra o Benfica) nunca há dúvidas.
Já no que respeita ao FC Porto, marca-se penálti muito duvidoso contra o Paços, mas ignoram-se foras-de-jogo que dão golo.
(Via Blog Pinceladas Gloriosas-JJD)

Penálti anedótico

Para quê continuar este campeonato? Entregue-se já o título ao FCP!
O jogo no cômputo geral foi equilibrado e com oportunidades para ambos os lados. 
Quando o Paços estava em cima do Porto e merecia o empate, eis que o árbitro do sistema (Artur Soares Dias), marca um penálti anedótico para acabar com o sofrimento azul.
Na sequência dum livre a bola é aliviada com o pé no ar por David Simão e como estava com os braços a proteger o rosto, o árbitro resolveu inventar. Como é possível marcar-se um penálti sem ter a certeza? Só pode ser com medo das consequências de ser na realidade e não o marcar.
Enfim, mais do mesmo. Parece-me que não vale a pena jogar porque o campeão está encontrado.
O papagaio da Sporttv não teve a coragem de questionar ninguém sobre o penálti.

Adeus águia Vitória!

Pelo que se passou ontem, e já não é a 1ª vez que acontece, parece-me que dificilmente teremos mais alguma vez o show da águia Vitória antes dos jogos na Luz. É pena, mas não podemos continuar a dar de mamar a gananciosos.
Como se não lhe bastasse o "pouco" que ganhava no Benfica, este ano virou-se para a Lazio, mandando para lá um irmão e outra águia, e não contente já pensa noutros clubes que têm uma águia no emblema.
Vai Bernabé e não voltes!

Sábado Glorioso

Este sábado foi totalmente vitorioso para o futebol (vitória por 5-2 sobre o Rio Ave) e principais modalidades do Benfica.
No Andebol, vitória fora em Guimarães, frente ao Xico Andebol por 37-28.
Em 3º lugar na classificação.
No Basquetebol, vitória fora em Ovar, frente à Ovarense por 77-75.
Em 2º lugar na classificação.
No Futsal, vitória em casa emprestada, na Mealhada, devido à interdição da Luz por um jogo, frente ao Modicus por 5-0, com golos de Arnaldo (2), Diego Sol, Joel Queirós e Davi. 
Em 1º lugar na classificação, embora em igualdade pontual com o Belenenses.
No Hóquei em patins (12ª jornada), goleada em casa frente ao Sporting de Tomar por 11-0, com golos de Luís Viana (3), Diogo Rafael (2), Ricardo Pereira (2), Cacau (2), Tiago Rafael e Caio.
Em 1º lugar na classificação.
No Voleibol vitória em casa, frente ao Fonte do Bastardo por 3-0 (25-23, 25-17 e 25-10).
Em 1º lugar na classificação.

Uma goleada para encerrar o ano

Benfica e Rio Ave proporcionaram um bom espectáculo com muitos golos.
Foi um jogo aberto e com isso ganhou o espectáculo porque se marcaram nada menos de 7 golos.
Apesar da não inclusão de Carlos Martins por indisposição, Salvio que o substituíu esteve em grande neste jogo, marcando dois golos e fazendo a assistência para outro.
Se o Rio Ave pensava defender o 0-0, esse desiderato foi por água abaixo porque o Benfica marcou dois golos em 7 minutos devido à sua entrada de rompante no jogo em que fez talvez os melhores 25/30 minutos da época.
Vitória justíssima, mais golo menos golo, com algumas exibições muito boas.
Como curiosidade, os 5 golos foram todos argentinos, sendo o primeiro de Aimar, os segundo e terceiro de Saviola e o quarto e quinto de Salvio, ambos de cabeça que nem é o seu forte.
Pelo Rio Ave marcou por duas vezes o veterano João Tomás.
Apesar da goleada, o jogo não foi um passeio para o Benfica e Roberto ainda evitou um golo que colocaria o resultado em 3-2.
A arbitragem não foi imaculada, destacando-se pela negativa o penálti marcado contra o Benfica por suposta mão de Fábio Coentrão. Na área adversária os árbitros não costumam marcar penáltis destes.

Ora então vamos ganhar!

O Benfica-Rio Ave de hoje talvez seja o jogo ideal para continuar a recuperação no campeonato.
Mesmo sem Luisão e provavelmente Javi Garcia, o Benfica tem a obrigação de ganhar este jogo e continuar a colocar pressão no líder que só joga no domingo.
Depois dum jogo assim-assim contra o Sp. de Braga, mas que mostrou uma equipa lutadora e com muita vontade de ganhar, a equipa tem a obrigação de proporcionar um melhor espectáculo hoje e vencer. Se não for possível o espectáculo, pelo menos que venha a vitória.
Jorge Jesus já disse que a equipa precisa de confiança para voltar às grandes exibições, por isso nada melhor que continuar a ganhar.

Alegremente a caminho da ruína

No artigo publicado no Record com Sousa Cintra, ex-presidente do Sporting, que rebate as declarações de Costinha a uma crítica sua, um seu ex-vice presidente Abílio Fernandes, de 64 anos, diz que o Sporting «provavelmente terá de acabar para recomeçar de novo, como a Fiorentina». E admite propor a ideia da extinção da SAD numa futura assembleia geral. «Não sou o único a ter este ponto de vista. O Sporting está a caminhar para uma situação como a do Boavista. Já nem as garagens do estádio são suas»
É mais grave do que eu imaginava a crise sportinguista.

Felipe do Braga assina pelo Flamengo

Acabou a aventura portuguesa de Felipe.
O guarda-redes brasileiro teve altos e baixos, fazendo grandes exibições, mas também sofrendo alguns frangos. Face a isto e porque o Sp. de Braga tem outro guarda-redes de nível semelhante, o empréstimo acabou e com ele o sonho europeu de Felipe.
Conhecido no Brasil por ser polémico, o Flamengo incluiu uma cláusula no contrato de empréstimo por um ano, que lhe permite rescindir em caso de problemas disciplinares.

Rescaldo do sorteio da Liga Europa

O Benfica era o único dos clubes portugueses que não era cabeça-de-série neste sorteio. Motivo, todos sabem, o não ter sido dos melhores terceiros classificados da fase de Grupos da Liga dos Campeões.
Apesar de tudo, não se pode dizer que tenha apanhado um adversário mais difícil que as outras equipas portuguesas.
Até o facto de jogar primeiro em casa pode não ser relevante pois obriga a equipa a dar tudo por tudo para depois viajar para a Alemanha com possibilidade de perder pela diferença mínima ou empatar.
Como disse Jorge Jesus após o sorteio, é muito cedo para fazer antecipações da eliminatória porque ela só ocorrerá em Fevereiro e antes disso qualquer das equipas pode sofrer alterações nos plantéis.
Entretanto o treinador portista continua com a basófia de que são favoritos à conquista da Liga Europa. Estaremos aqui para conferir!
Mudando para o sorteio da Liga dos Campeões, é curioso o facto de que o Benfica e o Braga, caso se tivessem apurado, apanhariam o Real Madrid e o Barcelona. Que jogos!

Costinha está a brincar com o fogo

O director desportivo ao mandar o ex-presidente leonino, Sousa Cintra, meter-se na sua vida e ainda ameaçando-o de mostrar um papel do tempo em que ele era presidente, está a brincar com o fogo. Está aqui, está queimado. Aliás, queimado já está há muito tempo.
Estas declarações de Costinha certamente cairam muito mal no seio da família sportinguista pois os resultados não têm sido os melhores e por isso não se pode dar a estes luxos de linguagem. No fundo mostrou a sua verdadeira face, a dum ditadorzinho!

A que ponto chegou a miséria

Não tem nada a ver com futebol, mas de vez em quando é bom sabermos em que mundo vivemos.
Li esta notícia e fiquei chocado, triste e revoltado.
É muito triste que situações destas aconteçam em pleno séc. XXI e ainda mais nesta altura do Natal.

E já agora que Deus te oiça

O guarda-redes Júlio César disse na entrevista ao Jornal "O Benfica" e transcrita no site, que ainda iam dar a volta à situação e «se Deus quiser ainda vamos ser campeões». Pois que Deus te oiça Júlio!
A exemplo do que já tinham feito outros colegas como Luisão, David Luiz, Saviola, Coentrão, etc., garantiu que o balneário está unido e que existe uma boa convivência entre todos, sejam portugueses, brasileiros, argentinos ou espanhóis.
E já que falo em Júlio César, elogio a postura deste jovem jogador que veio no início da época passada do Belenenses para o Benfica e apesar de pouco ter jogado quando o fez, fe-lo com categoria e sem nunca se pôr em bicos de pés.

Presidente original

Há estilos para tudo na vida.
Já não é a primeira vez que o presidente do Atlético Mineiro (clube conhecido no Brasil por "Galo"), anuncia mais uma contratação, via twitter.
Chama-se Alexandre Kalil o presidente que lançou essa originalidade que já vem desde o ano passado.
O último reforço anunciado via twitter foi o trinco Toró que jogava no Flamengo, depois de ontem ter feito pela mesma via o anúncio da contratação de Patric, ex-Benfica (na imagem ao lado).
Em Portugal, apenas JEB, presidente do Sporting começou com a utilização do twitter mas depressa desistiu.

Estamos tramados!

Mais valia termos sido eliminados da Europa em vez de termos sido salvos pelo Lyon e seguir para a Liga Europa. Porquê? Ora porque vamos ser humilhados nessa prova.
A nossa história e palmarés fazem-nos pensar em ganhar a Liga Europa, disse André Villas-Boas após o jogo de ontem.
Sendo assim, o que vamos lá fazer?
Agora a sério, gostava que o Benfica apanhasse o FC Porto na Liga Europa!

Quem é este Fernandez?

José Luis Fernández, avançado esquerdino do Racing de Avelaneda, tem 23 anos, mede 1,68 e tem uma internacionalização pela Argentina.

Conseguiu o que queria

O presidente do Paços de Ferreira disse ontem que o seu clube vai acabar com a invencibilidade do FC Porto.
Sobre essas declarações postei "Fanfarronice ou bruxo?".
Após o jogo da Liga Europa, o treinador portista não deixou de comentar porque como diz e bem o João Gobern, na sua crónica do Record, fala como respira.
Uma nota final para André Villas-Boas: em fase de recordes e em estado de graça, ele fala como respira. Mandaria a prudência que não gastasse o ar todo, porque pode vir a precisar de fôlego, se a coisa se complicar. Até Mourinho sabe que o silêncio, de quando em vez, é o melhor remédio para evitar o desgaste e o cansaço. Está em espera.
Sobre o jogo com o Paços de Ferreira, o treinador do FC Porto acredita que está "criado o clima de jogo ideal", não compreendendo as declarações do presidente dos "castores".
«São provocações nítidas de alguém que não quer ver a sua equipa ganhar mas os outros perder. Vamos encarar este jogo como uma final, concluiu». 
Concluindo, o presidente deve ter conseguido o que queria. Encher o estádio!

Acreditar em quem?

O capitão Nuno Gomes tem sido acusado por alguns benfiquistas, inclusivé da blogosfera, de ter tentado dividir o balneário, tentativa essa denunciada pelo jornalista Rui Santos no seu programa da televisão.
Há poucos dias dizia Nuno Gomes que iriam perseguir o FCP até ao fim do campeonato, mostrando empenho da equipa no campeonato, para além doutras considerações.
Hoje, noutro jornal, sobre Nuno Gomes, diz-se isto:
Apesar de praticamente não contar para Jorge Jesus, Nuno Gomes continua a sair em defesa do grupo de trabalho e expressando a vontade e dedicação dos jogadores. Não tivesse ele a braçadeira de capitão. O camisola 21 garantiu que «o ambiente é bom» no seio do plantel.
«Estamos contentes por termos ganho ao Braga e, acima de tudo, por termos passado mais uma eliminatória da Taça de Portugal. Estamos com força para poder ganhar ao Rio Ave no próximo sábado e começar o ano em grande depois das férias de Natal».
Face a isto, vamos acreditar em quem?
Será que Nuno Gomes está a ser cínico ou alguém, sabe-se lá com que intenções, inventou coisas que não aconteceram?
Para bem do Benfica, preferia a segunda hipótese. E atenção amigos benfiquistas, não conheço Nuno Gomes a não ser dos relvados. Nunca me cruzei com ele na rua sequer.

A bola estaria fria ou quente?

Há clubes que nasceram com sorte! Ou será trabalho de casa feito a preceito?
Mais uma vez o FC Porto tem a passadeira estendida e já se pode dizer que está nas meias-finais da Taça de Portugal. 
O sorteio puro feito embora ainda com "n" possibilidades de jogos devido a processos disciplinares ou eliminatórias em atraso, deu:
1- Adversário por definir (entre Merelinense/Varzim/Cova da Piedade/Gondomar/Ribeirão) - V. Guimarães
2- Adversário por definir (entre Académica/Bombarralense/Louletano/União da Madeira) - V. Setúbal
3- Rio Ave - Adversário por definir (entre Benfica/Olhanense)
4- FC Porto - Pinhalnovense
Já agora uma perguntinha inocente, quem está presente nos preparativos do sorteio, antes de colocar as bolas no pote? Alguém sabe responder?

Fanfarronice ou bruxo?

A primeira derrota do FC Porto tem local, data e hora marcada.
É em Paços de Ferreira, no domingo e por volta das 10 da noite!
Estou a sonhar? Não, apenas a fazer fé nas palavras do presidente do clube da cidade do móvel.
Claro que é possível. Porque ninguém é invencível, nem o FC Porto, e para além de nesta altura não atravessar um grande momento de forma, costuma ter muitas dificuldades em Paços de Ferreira.
Vamos então aguardar!

A gozação dos adversários do Internacional

A derrota do Internacional de Porto Alegre (o Colorado) frente aos congoleses (ex-zairotas) do Mazembe está a ser aproveitada pelos rivais para gozar.

Blatter comprou uma guerra

«Dir-lhes-ia para se absterem de qualquer actividade sexual», disse o presidente da FIFA, quando questionado sobre a decisão de organizar o Mundial de 2022 no Qatar, país em que a homossexualidade é ilegal.
Não demorou a resposta dos homossexuais, «Condenamos veementemente a decisão da FIFA e vamos liderar um boicote LGBT [Lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais] a todas as actividades associadas ao Mundial de 2022», avisou a rede de adeptos gays do futebol, "Gay Footbal Supporter's Network" (GFSN).
Além das altas temperaturas, da dimensão do país, da proibição de beber álcool, ainda mais esta. 
Ainda faltam 12 anos e este Mundial já está a dar muito que falar.

A ser verdade, Jorge Mendes nunca mais!

O empresário Jorge Mendes sempre me deixou com a pulga atrás da orelha. Porque não é possível alguém dar-se bem com Deus e com o Diabo, ao mesmo tempo.
A ser verdade o que está escrito no pequeno excerto abaixo, que foi publicado no Expresso e dado à estampa no Blog Velho Estilo Ultras, é reles demais para fecharmos os olhos.

Mazembe, do Congo, elimina o Internacional do Mundial

O time do Mazembe do Congo, não pareceu satisfeito em eliminar apenas o Pachuca (Méxixo), e na tarde desta Terça-Feira, venceu o Internacional de Porto Alegre, campeão da Libertadores, por 2 a 0, com uma certa tranqulidade.
Os golos foram marcados por Kaluyituka e Kabungu, ambos golaços.
O time africano aproveitou muito bem as chances criadas, e mesmo tendo menos posse de bola, contou com a eficiência e as boas defesas do goleiro, para chegar a decisão do Mundial, que será diante do Inter de Milão, ou do Seognam (Coreia do Sul), que se enfrentam nesta quarta.

AV-B é um lírico!

O rapazinho tem mesmo a mania de que é bom. Pode até ter algum valor, mas a falta de humildade vai estragá-lo. 
Jesus disse há dias que se o critério das grandes penalidades a favor do Benfica fosse igual ao utilizado em relação ao FC Porto, a diferença entre os dois clubes não seria a que se verifica.
André, como não consegue ficar calado, vem falar de entretenimento. Logo ele que já foi expulso duas vezes do banco, uma porque "sonhou" que tinha sido penálti e a outra porque ao ver um seu jogador expulso lembrou ao árbitro que era uma dualidade de critérios. Queria vê-lo na pele de Jesus, que já viu serem "gamados" vários penáltis ao Benfica e nem por isso insultou os árbitros na cara deles.
Entretenimento não é André?

Finalmente uma notícia decente

Depois de notícias e mais notícias especulativas, finalmente o CM publicou uma notícia séria sobre o Benfica.
Segundo aquele diário sensacionalista, o presidente Luís Filipe Vieira teria ido ao balneário antes do jogo com o Braga.
Não sei se foi ou não, o que é certo é que a equipa teve uma grande atitude, mostrou muita vontade de vencer e oxalá seja verdade que os jogadores tenham assumido o compromisso de tudo fazer para vencer a Taça de Portugal, prova que nos foge há uns aninhos.
Dizia ontem um companheiro da blogosfera benfiquista que esperava que o Benfica, caso ultrapasse o Olhanense, em jogo que se realiza no dia 12 de Janeiro (uma 4ª feira), tivesse sorte no sorteio tal como tem acontecido sempre com o FC Porto. Dizem as más línguas que as bolas do sorteio serão quentes ou frias para que não haja enganos no adversário. Verdade, mentira? Alguma coisa há, ou então é sorte a mais!

Bidone d’Oro

Adriano é tri. O atacante brasileiro foi eleito o pior jogador do ano do Campeonato Italiano e faturou o "Bidone d'Oro" (lixeira de ouro) nesta segunda-feira. É a terceira vez na carreira que o atleta, sonho de consumo do Corinthians para 2011, vence o concurso realizado pela rádio "Catersport". O Imperador já havia conquistado o prêmio em 2006 e 2007, quando ainda defendia o Inter de Milão.
A eleição contou com 18.123 votos e colocou três brasileiros nos primeiros lugares: Adriano (22,42%), Amauri (do Juventus, com 12,76%) e Ronaldinho Gaúcho (Milan, 10,11%). Em seguida, aparecem os italianos Cannavaro (ex-Juventus, 9,91%),  Materazzi (Inter de Milão, 9,34%), Cassano (Sampdoria, 9,31%). Mais três brasileiros: Mancini (Inter, 8,24%), Diego (ex-Juve, 7,55%) e Felipe Melo (Juve, 5,61%). O 10º e último colocado foi o romento Mutu (Fiorentina, 4,75%).
(Fonte GloboEsporte)

O português Quaresma também já venceu este concurso em 2008.

Jacinto Paixão na Benfica TV

Não faço juízos de valor sobre o convite da Benfica TV ao ex-árbitro Jacinto Paixão que esteve envolvido no Processo Apito Dourado. Porém, julgo que o seu depoimento, apesar de não acrescentar nada de novo ao que já sabemos, pelo menos por ser uma voz externa ao clube e conhecedora de factos graves sobre a corrupção existente a norte, servirá para aqueles menos conhecedores dos meandros do futebol português, principalmente estrangeiros residentes nos países onde já se capta a Benfica TV, casos de parte dos EUA, Cabo Verde e Suíça.
«Sinto-me injustiçado. Aquilo que nos fizeram não foi correcto. Foi o mais pobre, o mais desgraçado que pagou. Não vou falar sobre o Apito Dourado. Sou casado, tenho filhos, não é fácil de digerir. Quem cala consente, não façam de mim coitadinho. Caiu no mais pobre, foi o Jacinto Paixão».

Eles começam a estar preocupados

Há muita gente que não tem espelhos em casa e não é só o Choramingas, são também os adeptos do clube de coração dele.
O David Luiz para eles é uma fixação. E como lhes dói ele estar na selecção brasileira e o incrível não estar!
Não há jogo nenhum, no entender deles, que o David não mereça ser expulso por agressão. Que memória fraca eles têm. Esquecem-se dum tal de Bruno Alves que nunca foi expulso e esse sim, existem provas em diversos vídeos, em quase todos os jogos agredia alguém fosse à kung-fu, à la besta, à bofetada, etc.
Agora que o FCP começou a diminuir a intensidade, afinal de contas o uso em excesso da amarelinha causa efeitos colaterais, e o Benfica não cai como eles pretendiam, eles começam a ficar preocupados. E se o incrível tem o azar de se lesionar, então aí é que vão ser elas.

O palhaço Moreira

Embora já tenha alguns dias, não perdeu actualidade a resposta dada no Anti-Benfica.COM à crónica do palhaço Moreira nas páginas da agora azulada "A Bola".
O título escolhido para a crónica foi Viena e o Prater, mas logo logo derivou para o Benfica.
 
«A evocação de um local tão grato aos portistas (pena foi que não tivesse sido para todos) por si só justificaria que a ele tivesse dedicado a totalidade da sua crónica. Pena foi que Rui Moreira (RM) tivesse derivado para outros assuntos conotados com pastilha elástica, mas pelos vistos é mais forte do que ele.

Evidentemente que os portistas tentam sempre vislumbrar qualquer facto que envolva o Benfica (directa ou indirectamente) para poderem daí extrair dividendos. Não é por acaso que a dupla oficiosa de cronistas do FCPorto (MST + RM) vieram à uma falar do frango de Moretto, tentando insinuar de uma maneira hábil mais do que o facto em si. Debalde. Como resolveram inventar que o golo deveria ser atribuido ao guarda-redes do Olhanense e não a Óscar Cardozo.

Sinceramente temos alguma dificuldade em compreender o receio que os persegue, pois o incrível está bastante distanciado (aproveitou para cobrar mais uma factura falsa) e o Benfica até está a jogar pior e não tem municiado devidamente o seu ponta de lança.

Rescaldo do Benfica-Sp. Braga

Ao vencer o Sp. de Braga, o Benfica não só se mantém na Taça de Portugal, como ganha novo alento para o resto da época.
A irregularidade tem sido muito grande, quer ao nível dos resultados, quer das exibições.
Havia, ainda há, motivos para preocupação devido à referida irregularidade da equipa. Nunca se registaram tantas derrotas em tão pouco tempo.
Considero que foi muito importante a entrevista do presidente Vieira na 6ª feira não deixando quaisquer dúvidas sobre a continuidade do treinador. Assim como foi muito importante a assumpção de responsabilidades e o mea-culpa de Jesus em relação aos resultados e às expectativas altas que criou nos adeptos.
Ontem, viu-se um Jesus diferente, mais interventivo no banco. À semelhança da equipa, também ele andava abúlico, sem confiança em si próprio.
Espero que tudo mude daqui para a frente.

Pobre da equipa que precisa de jogar contra 10 para ganhar!

Este ano não tenho prestado tanta atenção ao "Choramingas" Paciência porque o Braga está perdido na classificação da Liga, mas hoje tive de ouvi-lo porque defrontou o Benfica. E continua o mesmo!
Não se esqueceu de realçar que o Braga é a equipa que tem mais jogos nas pernas devido à participação no play-off da Liga dos Campeões. Curioso que na época passada nunca tenha mencionado isso quando estava na luta pelo título junto com o Benfica.
Falou e falou da arbitragem e que se o Benfica tivesse ficado com 10 talvez ganhasse. Pobre coitado!
Contactos existiram muitos durante o jogo. Se eventualmente o Maxi Pereira podia ter levado 2º amarelo, não discuto. Já na situação de David Luiz discordo. E houve muitas faltas não sancionadas pelo árbitro contra o Braga.
Lembro-me duma em que Paulão, já com amarelo, faz uma gravata a Cardozo, que daria expulsão e penálti. Outra, próxima da área de Sílvio sobre Coentrão. Daria também 2º amarelo!
Outra situação gravosa para o Benfica foi o amarelo a Coentrão pois apenas Hugo Viana merecia ter visto  o cartão facto que foi bem destacado pela rádio e televisão.
Recomendo a leitura das declarações de Alan, o tal supostamente bofeteado por David Luiz.

Sofrimento desnecessário!

O Benfica segue em frente na Taça de Portugal!
Resultado magro para as oportunidades criadas e que a acontecer mais cedo o 2-0, não teria sofrido como sofreu na parte final da partida com o pressing do Braga a tentar o empate.
Tanto desperdício benfiquista poderia ter custado caro.
Jesus escalou a melhor equipa como era de esperar pois o Braga também tinha aspirações na Taça visto que o campeonato está-lhes a correr mal. Mudou apenas o guarda-redes, com Roberto a ficar no banco e dando o lugar a Júlio César que esteve muito bem. Deu confiança à equipa e salvou o empate com uma grande defesa.
Apesar do contratempo com a lesão muscular de Luisão, ainda bastante cedo, Sidnei entrou bem na equipa e fez um bom jogo.
A equipa esteve bem, lutou bastante, embora não tendo feito um jogo de encher o olho.
Parece-me que as pazes com os adeptos estão feitas e ainda bem.
Agora segue-se o Olhanense na Luz nos quartos-de-final desta Taça.

Para descontrair antes do Benfica-Braga!

O êxito brega do momento!

Eles vêm com tudo!

O jogo de hoje entre o Benfica e o Sp. de Braga para a Taça de Portugal não vai ser fácil, mesmo que a equipa adversária venha desfalcada como ouvi/li.
Eles vêm com tudo e dispostos a ganhar para eliminarem o Benfica e seguirem na prova.
Depois das últimas declarações públicas, do presidente e do treinador, parece-me que as coisas estarão mais pacíficas na Luz. Por isso e não só, o Benfica tem todas as condições para ganhar e relançar a época, assim queiram os jogadores, dando tudo o que são capazes. Os adeptos merecem uma alegria depois da tristeza do resultado e exibição de 3ª feira diante do Schalke.
Respeitando o adversário o Benfica vai ganhar!


Fim do boicote aos jogos fora

Terminou o boicote aos jogos fora da Luz!
Confesso que não me surpreendeu esta notícia por vários motivos.
Fui incondicional apoiante da medida sugerida pelos Orgãos Sociais do Benfica, atendendo ao motivo. 
A maioria dos clubes merecia um castigo, uns pelo apoio ao clube responsável pelo estado em que está o futebol português, outros pela falta de coragem em se demarcarem e assumirem a sua liberdade de expressão e de acção. Porém, atendendo a que por um lado estava a ser "furado" por alguns benfiquistas, por outro pelos motivos agora invocados pelo presidente, nomeadamente pedidos de alguns clubes, pedidos de pessoas e Casas do Benfica, acho que foi a melhor opção.
Quem quiser, pode ler abaixo a carta do presidente às Casas.

Costinha/Villas-Boas/Paulo Sérgio, a guerra está a começar

Depois das declarações de Costinha, sobre a arbitragem do FC Porto-V. Setúbal, em que disse que esperava que os prejudicados do último jogo, numa referência aos setubalenses que serão o próximo adversário, não fossem os beneficiados no seguinte. Ao ouvir isto, o técnico informático que se julga um perito a avaliar arbitragens, veio a terreiro dizer que o Sporting já tinha a sua quota de presentes (Lille, Olhanense e V. Guimarães).
Agora foi Paulo Sérgio, treinador do Sporting, que veio dizer que o FC Porto já recebeu uma boa meia dúzia de prendas. A coisa promete. E ainda bem que não são apenas os benfiquistas a denunciar porque assim  os portistas já terão de responder a duas frentes. Para além disso, pode ser o início duma aliança Benfica/Sporting que muita falta faz para mudar muita coisa que está mal no futebol português.
Estou a gostar desta troca de mimos.

Benfiquistas, leiam e reflitam!

Numa altura em que os mais fracos e pessimistas enveredam pela crítica afiada e por sinais reveladores de alguma angústia em que nem sequer faltou aquela escassa minoria que fazendo parte da família benfiquista ou não, optam pela sempre lamentável amostragem de lenços brancos, impõe-se uma séria e serena reflexão de todos os benfiquistas.

Pela nossa parte ao fazê-lo, exprimimos como é óbvio pontos de vista pessoais que poderão ser contraditados, sendo que se nos é lícito pedir, que os benfiquistas o façam com toda a objectividade e serenidade possíveis, para podermos em conjunto contribuir para a solução do que está menos bem e não, pelo contrário, para o seu agravamento.

Certamente na mente de cada um de nós, temos críticas a fazer e um entendimento das razões e factos que têm contribuido para o actual estado de circunstâncias. Não duvidamos por um minuto que seja da sua bondade. Mas, por muito que saibamos e por muitos dados que tenhamos, importa sublinhar que estamos de fora, e qualquer análise ou qualquer opinião estará sempre carregada de uma boa dose de subjectividade.

Tentemos não cair na tentação fácil que vemos nos media de analisar e especular com base em rumores, opiniões de corredores, no fundo o diz-se que diz-se, para o qual, é preciso que não o escamoteemos, têm contribuido também alguns benfiquistas.

Com tudo isso em mente, tentaremos não falar de árvore ou árvores mas sim da floresta, porque se na época finda o fizemos quando ganhámos, igual procedimento deveremos agora ter quando estamos numa fase menos positiva. Ninguém ganha ou perde sózinho, pelo que mantenhamos essa máxima sempre em equação.

Os resultados desta época do Benfica estão, sem qualquer sombra de dúvida, muito aquém do esperado. Não só porque se tem vivido na sombra e na memória do passado recente, como de facto, seja qual for o prisma porque os observemos, eles não estão à altura dos pergaminhos dos encarnados e até desvirtuam o prestígio que temos na Europa e no Mundo.

Olha, olha, devem-se ter enganado

Depois de há dois ou três dias terem dito que o Estádio da Luz tinha perdido 90.000 espectadores em relação à época passada, eu achava que estariamos para aí num 10º lugar no ranking das assistências, mas afinal para minha surpresa ainda estamos em 1º.
Sendo asssim, das duas três, ou o Benfica é o clube com mais sócios e adeptos, o que tem sido contestado por certos adversários que se acham os maiores, ou é o clube que mesmo em crise de resultados consegue levar mais gente ao estádio (e ainda não jogámos com o FC Porto em casa), ou finalmente, é a constatação duma verdade que os adversários não querem reconhecer, sem o Benfica não há futebol em Portugal. Ou melhor, futebol pode até haver mas sem qualquer nível pois os clubes mais pequenos iriam morrendo uns atrás dos outros.
Aqui fica a classificação, após a 13ª jornada:
1.º Benfica, 267.752 pessoas (24,6%)
2.º F.C. Porto, 264.513 (24,3%)
3.º Sporting, 152.915 (14,1%)
4.º V. Guimarães, 106.207 (9,8%)
5.º Sp. Braga, 68.711 (6,3%)
6.º Beira Mar, 38.265 (3,5%)
7.º Académica, 31.395 (2,9%)
8.º Portimonense, 28.496 (2,6%)
9.º Olhanense, 22.450 (2,1%)
10.º Marítimo, 20.733 (1,9%)
11.º V. Setúbal, 16.755 (1,5%)
12.º Nacional, 16.660 (1,5%)
13.º Rio Ave, 14.731 (1,4%)
14.º Naval, 14.002 (1,3%)
15.º P. Ferreira, 12.628 (1,1%)
16.º U. Leiria, 11.926 (1,1%)
Como se vê, tirando os três considerados grandes, mais o V. Guimarães e o Sp. de Braga, o resto é paisagem!

Casos, quais casos?

Afinal de contas Elmano Santos fez uma belíssima arbitragem no FC Porto-V. Setúbal. Casos, quais casos? Anda toda a gente cega neste país. O único que tem a vista sã chama-se André Villas-Boas e para sorte do FCP é o seu treinador. Por isso está à frente do campeonato!
Em terra de cegos quem tem um olho é rei, não é o que diz o ditado? Pois então!
Este papagaio amestrado, ou pau-mandado de Pinto da Costa, como preferirem, além de ver como ninguém neste país, ainda tem um ouvido que é uma coisa séria. Mesmo perante o coro de assobios e de insultos da bancada ao ladrão do apito que esteve naquele jogo, ainda garante que o apitador madeirense não apitou, logo foi muito bem repetida a marcação da grande penalidade.
Claro que os dois penáltis existiram. Um porque lhes deu o golo da vitória e o outro porque não deu golo, logo não vale a pena levantar polémica. Vai-te catar André!

Olha, uma boa notícia finalmente

Depois de dias e dias a desancar, finalmente A Bolha traz uma notícia de jeito.
Era bem feito que realmente fosse verdade e eles conseguissem dar essa resposta que todos vocês merecem levar no focinho. Até me fazem saltar a tampa!!!
A referida notícia ou foi encomendada para parar a onda de contestação dos benfiquistas ao jornal ou então anda alguém bem perto do balneário e constata que o problema não está lá.

Que silêncio ensurdecedor

Tal como outros companheiros da blogosfera benfiquista que já o manifestaram, também acho que alguém do Benfica, nem que fosse através do site, deveria ter vindo a público falar, quer das capas nojentas dos pasquins desportivos dos últimos dias, quer da arbitragem de Elmano Santos no jogo do Dragão.
E explico porquê. Porque se a arbitragem à El Mano tivesse acontecido na Luz, a esta hora o pau-mandado de Pinto da Costa já teria vindo a público fazer um escândalo do acontecido. Não tenho a mínima dúvida.
Sobre os pasquins porque convinha que a equipa e o treinador entrassem no domingo para o jogo com o Braga cientes de que tinham a direcção a apoiá-los. Por outro lado, para desencorajar essa corja de mentirosos e especuladores não continuarem a inventar notícias sobre o clube.
Já que falei aqui de Elmano e do seu belo trabalho no Dragão, tal como questionava o Boronha no seu Blog, que o amigo Coluna transcreveu para o seu, como é que esse senhor chegou ao continente para apitar o jogo na 2ª feira? Será que veio antecipadamente para se ambientar ao clima ou já não reside na Madeira?

Mais uma mentira

Pois é, mais uma mentira. Na frenética tentativa de quererem rebaixar o Benfica, a maioria da imprensa não olha a meios. Depois dos títulos espampanantes de uns, outros fazem-no assim.
O título é enganoso como se constata da leitura da própria notícia.
«... O clube minhoto recebeu mais 2,4 milhões pelos três triunfos no grupo H, enquanto o Benfica, com duas vitórias no Grupo B, somou 1,6. Os dois clubes vão ainda dividir o valor de «market pool» para Portugal, que junta as transmissões televisivas e a publicidade estática, com o clube da Luz a receber 55 por cento dessas receitas por ser campeão nacional».
Ora viram, o Braga de facto ganhou mais 800 mil por ter ganho mais um jogo, mas os dois clubes vão dividir o valor do market pool para Portugal ... com o clube da Luz a receber 55%. Logo o Braga receberá 45%. Mesmo sem sabermos o valor do bolo a diferença de 10% pode valer os 800 mil a menos e além disso há a acrescentar as receitas de bilheteira.

Para reflexão dos benfiquistas

Este post é apenas um introito sobre um outro mais abrangente que espero em breve postar.
Depois da eliminação da Liga dos Campeões, o Benfica conseguiu in-extremis apurar-se para a Liga Europa. Foi uma desilusão para os benfiquistas porque o Grupo não era dos mais fortes e no mínimo o 2º lugar deveria ter sido nosso. Infelizmente não foi.
Que perspectivas para a Liga Europa? Saviola diz que quer a final. Nós também! Temos equipa para isso? Temos! Mas, para tal é preciso que todos puxem para o mesmo lado.
Para quem está por fora e não tem acesso directo aos jogadores, treinadores e dirigentes, não se compreende o que se passa com a equipa. Algo inexplicável está acontecendo. E os nossos adversários vão gozando com tudo isto e fazendo chacota com as nossas queixas sobre as arbitragens. Vão também aproveitando a nossa irregularidade para branquear arbitragens como a última no Dragão. Ouvi isso da boca do músico que substituíu o comerciante no Trio d'Ataque.
As últimas duas capas dos jornais desportivos de Lisboa deveriam servir para os benfiquistas reflectirem sobre a continuidade de compra dos referidos jornais. Os jornais não podem dizer mal dum clube, podem, mas sem chacota e devem respeitar quem lhes dá de comer.

David Luiz mostra quem é

Depois da derrota na Luz frente ao Schalke 04, os adeptos benfiquistas estavam naturalmente descontentes com os jogadores e a equipa técnica.
Embora não seja de elogiar a atitude de fazerem uma espera aos jogadores à saída da garagem, temos de aceitar devido ao enorme descontentamento face ao resultado e à exibição.
Fazendo fé no que li, David Luiz foi o único jogador a sair do carro para conversar com os sócios que ali estavam.
Mais um acto não só de coragem, mas que define o seu carácter. 
A época não lhe está a correr bem, mas pelo que já disse não é por falta de aplicação ou de vontade.

Que mal tem?

É incrível e abominável a capa do Record.
O que Jesus quis esconder
Então não é lógico que um treinador festeje algo que lhe interessa?
Mesmo que tenha dito que pediu para só o informarem do resultado quando o jogo acabasse, isso interessa para alguma coisa? Não têm notícias importantes para dar?
Quase toda a imprensa, em especial este jornal e outro do mesmo grupo, resolveram pegar no pé de Jorge Jesus e do Benfica por tudo e por nada.
Atenção senhores que não se deve cuspir no prato em que comemos!
Oxalá o Jornal do Benfica passe rapidamente a diário que aí é vão ver como elas dóem.

Aprender com o basquetebol

O futebol precisa aprender com o basquetebol.
A equipa de basquetebol do Benfica na Eurochallenge venceu por 7 pontos (86-79), após prolongamento, o Lukoil Academic da Bulgária que ainda não tinha perdido na prova. Neste momento temos as duas equipas empatadas, embora os búlgaros estejam na frente porque venceram por margem mais folgada no jogo disputado na sua casa.
Vitória do querer e da raça duma equipa que nos tem dado muitas alegrias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ARQUIVO DO BLOG

Prémio Relíquia da Internet

Prémio Relíquia da Internet

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Adaptado por Blogger Benfiquista

Blog do Manuel © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO