Época 2015/16

Época 2015/16

Obrigado Benfica TV!

Graças à Benfica TV, nós benfiquistas temos a oportunidade de ver as nossas modalidades ganhadoras todas as semanas, temos a oportunidade de vermos os nossos jovens jogadores e hoje tivémos a possibilidade de ver a Gala de Aniversário mesmo que estejamos espalhados pelo Mundo.
Quantos outros clubes no Mundo podem oferecer esse previlégio aos seus sócios e adeptos?
Obrigado Benfica TV e parabéns ao Glorioso pelos seus 107 anos de história e de vitórias!

De arrepiar qualquer benfiquista

Como a maioria dos benfiquistas sabe, a Benfica TV, embora não podendo transmitir os jogos do futebol devido aos contratos assumidos pelo clube com outos canais, mostra algumas imagens antes dos jogos e faz o relato.
Em boa hora alguém se lembrou de colocar este vídeo no YouTube pois este relato é de arrepiar qualquer benfiquista.
Obrigado ao Blog Apanhados Quânticos, do amigo Nuno por o ter postado.

Grande Azelha, ops Azenha!

O treinador da equipa do Portimonense ganhou o seu primeiro jogo como treinador de 1ª divisão. Incrível!
Foram precisos 10 jogos para o conseguir, entre o V. Setúbal (no ano passado) e o Portimonense.
Como é possível dar-se um cargo de treinador principal de uma equipa que pretende fugir da descida a uma pessoa sem que tenha dado provas anteriormente como aconteceu com este Azelha, perdão Azenha. Anedótico!
Quem é o padrinho deste treinador?

Rescaldo do Benfica-Marítimo

Mais uma vitória, desta vez arrancada a ferros pelas circunstâncias em que foi conseguida, mas tão justa que não pode ser posta em causa, por mais que Pedros Martins e outros aziados o queiram fazer.
O Marítimo veio à Luz estacionar o autocarro, como aliás é habitual, basta lembrar o jogo da época passada que deu empate, 1-1, logo na 1ª jornada.
A estratégia maritimista era bem pensada, autocarro a tapar os caminhos para a baliza e saída rápida de três jogadores para o contra-ataque tentando provocar estragos, só que quase sempre se deixaram cair na teia do fora-de-jogo.
O Benfica tentava de todas as formas chegar ao golo mas a bola não queria entrar, ora era Marcelo, ora eram os postes e para aumentar a injustiça, o Marítimo adianta-se no marcador aos 77 minutos. Aqui entrou em acção a crença e a raiva da equipa e do público que incentivou a equipa até à vitória.
Por falar de público, novamente batido o record de assistências no campeonato. Eram 55 mil (números redondos)!
E o Benfica continua vivo não dando tréguas ao líder, obrigando-o a ter que dar tudo e a não poder concentrar-se como desejaria na Liga Europa.
Na 4ª feira a maratona continua, desta vez contra o Sporting para a Taça da Liga.

Mais um aziado

Depois de conseguir marcar na Luz primeiro que o Benfica, achava que já não sairia de lá derrotado. Esqueceu-se da categoria da equipa adversária e da sua massa adepta. Acontece! Não precisava era de inventar coisas que não aconteceram e esquecer-se de outras bem mais importantes.
«É bem anulado, o Marcelo tinha possibilidade de ganhar a bola e caiu. É neste lance que falo da pressão [do Benfica sobre o assistente]. Compreendo que um árbitro a jogar na Luz com o estádio cheio penda mais para a casa, mas há momentos em que tem de dizer basta, não é normal. Assistentes não tiveram coragem e ousadia de uma arbitragem correcta.»
Alguém entendeu esta frase? Está a insinuar o quê?
Então o árbitro anula um golo ao Benfica que cuja interpretação sobre o lance não é tão pacífica, ao contrário do que ele afirma e não quer que o banco faça pressão. Em qualquer outro estádio fariam o mesmo, ou pior!
De resto quais as razões de queixa? Queria que o árbitro interrompesse o jogo quando um seu jogador se deixa cair no lance que dá origem ao golo do empate do Benfica?
Antes do jogo disse que o Benfica era a melhor equipa no momento, depois já não tinha a mesma opinião. Dói, não é Pedro Martins?

Fim de semana Glorioso para o Benfica

No sábado estiveram em acção o voleibol, o hóquei em patins e o basquetebol.
Voleibol - Campeonato Nacional - 2ª Fase, 2ª jornada
Na Luz, vitória difícil sobre a Fonte do Bastardo por 3-2 (25-13, 20-25, 25-21, 22-25 e 16-14), permitindo a manutenção da liderança no campeonato.

Hóquei em patins - Campeonato Nacional
Na Luz, vitória sobre o Hóquei C. Braga por 4-3. Apesar de ter sido pela margem mínima, foi merecidíssima e permitiu a manutenção do 1º lugar na classificação.

Basquetebol - Campeonato Nacional - Fase Regular
Fora, vitória sobre o Sampaense por 100-78, num jogo que teve a particularidade de se jogar a 1ª parte num pavilhão e a 2ª noutro a 80 kms. de distância. Manutenção do 2º lugar.

No domingo, novamente o voleibol, o andebol e o futebol.

Voleibol - 3ª jornada
Depois de ter jogado ontem na Luz, hoje na Maia, vitória sobre o Castêlo por 3-1 (25-22, 27-29, 25-21, 25-19) e 1º lugar isolado com 8 pontos em 3 jogos. Perguntarão, 8 pontos em 3 vitórias, pois é o regulamento do campeonato é meio estranho, vitórias tangenciais em casa valem apenas 2 pontos e o adversário ganha 1 ponto. Só ganhando por 3-0 ou 3-1 obtém os 3 pontos.
Andebol - Taça Challenge - oitavos-de-final - 2ª mão
Vitória sobre os ucranianos do HC Motor-ZNTU-ZAS por 30-23, depois de já ter vencido na Ucrânia por 33-28, garantindo o apuramento para os quartos-de-final.

Futebol - 21ª jornada do campeonato nacional
Vitória suada mas justíssima sobre o Marítimo por 2-1. Golos de Salvio e Fábio Coentrão.

Arrancada a ferros e à Campeão!

O jogo complicou-se mas acabou como se esperava e era justo! Impróprio para cardíacos os últimos 15 minutos da partida.
Como se esperava, devido à sequência de jogos que o Benfica tem feito, a equipa apresentou-se mais lenta e isso foi mais visível nos alas Salvio e Gaitán. Mesmo assim, o Benfica desfrutou de muitas oportunidades negadas pela extraordinária exibição do guarda-redes maritimista e pelos postes da sua baliza.
O Marítimo surpreendentemente fez a melhor exibição da época, espreitando sempre o contra-ataque com perigo devido à rapidez dos seus avançados e aproveitando a falta de velocidade dos centrais benfiquistas e a precaução para não verem cartões pois todos estavam em perigo de não jogarem o próximo jogo se vissem alguma cartolina amarela. Felizmente isso não aconteceu e talvez apenas Coentrão poderia ter visto um, mas o árbitro depois de ter errado na avaliação do lance que deu o cartão injusto a Aimar e de já ter perdoado o 2º a um jogador madeirense por falta sobre Salvio.
Sobre o golo anulado ao Benfica ficam muitas dúvidas. Depende da interpretação de cada um, embora tenha a certeza que se fosse noutro estádio dificilmente seria anulado. Felizmente Coentrão fez justiça, marcando ao cair do pano e de pé direito!

Benfica-Marítimo online

Acompanhe o Benfica-Marítimo aqui, aqui, ou aqui.
Espera-se mais um grande espectáculo de futebol e com nota artística elevada.
Ao intervalo regista-se um empate, 0-0.
Gaitán enviou uma bola ao poste na melhor oportunidade do Benfica.

E a vergonha continua

Muito bem a UEFA e a FIFA ao recusarem-se reunir com as associações distritais portuguesas. Realmente era muita pretensão dessa minoria de bloqueio que vem impedindo a aprovação nos novos Estatutos da Federação Portuguesa de Futebol.
Os Lourenços Pintos, Carlos Coutadas e outros dirigentes comprados por estes, quem julgam que são?
No meio disto tudo o palhaço Madaíl ainda se sujeitou a fazer o frete a estes tristes comparsas servindo de mediador entre os mesmos e a UEFA e FIFA.
Só espero que o Laurentino faça o que tem a fazer antes que Portugal seja impedido de continuar a participar no apuramento para a fase final do Euro-2012 e as equipas portuguesas de participar nas competições europeias de 2011/12.
Estão à espera de quê para aprovar esses estatutos?

Tomara que seja verdade

Se for verdade o que titula hoje um jornal desportivo, eu como benfiquista ficaria muito satisfeito.
Já aqui defendi que mesmo por 15 milhões de euros vale a pena investir na compra do passe de Salvio.
Neste momento é uma das peças importantes da equipa do Benfica e tem apenas 20 anos, logo uma grande margem de progressão!
Este é um daqueles casos em que se sabe à partida que o investimento não é de risco, além de que faria muita falta à equipa caso saísse.
E mais, já que foi o Benfica a valorizá-lo então que receba os lucros, quer desportivos, quer financeiros a médio prazo.

Agora também já se "emprestam" treinadores

O futebol português é uma piada. 
Como se não bastassem os empréstimos de jogadores que depois não podem jogar contra o clube-mãe por pretensas lesões, agora também já se garantem opções sobre treinadores para emprestar a clubes adversários.
No meio disto, onde fica a verdade desportiva?
O técnico actual tem contrato por mais dois ou três anos, então qual a necessidade de garantirem opção por outro treinador sabendo-se de antemão que vai treinar o Sp. Braga.
O Choramingas como é que fica no meio desta história?
Já não há vergonha e se faz tudo às claras. É legal? Talvez, mas que não abona nada a favor  da transparência disso não tenho dúvidas!
E atenção que o compromisso só foi divulgado agora, mas foi feito antes dos dois jogos entre o FC Porto e o Beira-Mar. Por isso o Jardim não queria renovar com os aveirenses mas não abriu o jogo!

Parabéns grande Capitão!

Um dos monstros sagrados do Benfica, recebeu hoje a ÁGUIA DE OURO das mãos do presidente Luís Filipe Vieira, durante a cerimónia de entrega de galardões aos sócios que completaram 25, 50 e 75 anos de filiação.
Obrigado Mário Coluna por tudo o que deste ao Glorioso!

Foi só na "negra"!

A equipa de voleibol do Benfica venceu há pouco a equipa da Fonte do Bastardo, da ilha Terceira (Açores) por 3-2.
Foi mais difícil do que se esperava. Depois de vencer o 1º set, permitiu o empate no 2º, venceu o 3º, permitiu de novo o empate no 4º e venceu a negra por 16-14. Foi um set impróprio para cardíacos pois o Fonte do Bastardo estava a vencer por 11-10, o Benfica empatou e passou para a frente, os açorianos voltaram a empatar a 12, o Benfica faz 13, os adversários voltam a empatar, o Benfica faz 14, novamente empate, e finalmente o Benfica faz 15 e 16.
Vitória arrancada a ferros no Pavilhão da Luz. Talvez sirva de aviso para os próximos jogos que irão ser todos muitos difíceis, à excepção talvez do jogo com o Leixões que é o mais fraco dos cinco adversários desta 2ª fase do campeonato nacional.

A defesa do Benfica que se cuide

Se Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Fábio Coentrão e Salvio não jogarem com cautelas, é certo e sabido que vão ser amarelados pelo sr. Vasco Santos amanhã.
Luisão, Coentrão, Jardel e Salvio já estavam em risco no jogo com o Sporting mas conseguiram evitar contactos e por isso não viram a cartolina amarela.
Dos cinco em risco temo mais por Maxi Pereira porque joga duma forma que se torna fácil ser amarelado. Basta para isso que apanhe um ala rápido. Tanto que é de todos o que tem mais cartões, oito no total. Mas, deve haver alguma engano, então não seria o nono. É verdade, só que agora a 2ª série de cartões pune ao 4º e não apenas ao 5º amarelo.
Vais ser preciso começar a limpar estes cartões a partir de Braga.

Os 10 melhores golos da 1ª volta do campeonato espanhol

Golos para todos os gostos mas sem Ronaldo.

Direitos televisivos

Muito já se falou e continua a falar dos direitos televisivos. Enquanto em Portugal não existe qualquer critério por parte do operador que detém os direitos, lá por fora não é assim.
Ninguém sabe qual é o bolo do futebol português, no que aos direitos televisivos diz respeito, simplesmente porque o detentor dos direitos e o principal dono do canal que os compra, é a mesma pessoa.
Em Espanha, os contratos de venda dos direitos já estão negociados até a temporada 2014/15. E a forma como foi negociado para 2015/16 em diante já causa muita polémica por lá.
Hoje Barcelona e Real Madrid ganham 140 milhões de euros cada, Atlético de Madrid e Valência 42 milhões. E os demais clubes variam entre 12 e 25 milhões de euros. É nítida a desigualdade da divisão nos direitos televisivos. Em 2014 a diferença diminuirá, serão 150 milhões para Barça e Real, 40 milhões para Atlético e Valência e os outros clubes ficarão com 27 milhões de euros cada. 
Comparação com outras das principais ligas europeias (no quadro abaixo):
Os dois gigantes chegam a ganhar 11 vezes mais que os clubes pequenos. 
Na Inglaterra, França e Alemanha essa diferença chega apenas ao dobro ou triplo. 
Há que ressaltar que existe uma diferença do quanto arrecada cada Liga na venda total de direitos. 
Segundo dados da Sport+Markt, a Premier League arrecada cerca de 1 bilhão e 200 milhões de euros,  a   Série A italiana 950 milhões, a Liga BBVA (espanhola) 710 milhões, o campeonato francês 693 milhões,  e a Bundesliga, 457 milhões. 
Para tentar atrair mais compradores, inclusivé no mercado asiático, Florentino Peréz já sugeriu que houvessem partidas realizadas ao meio-dia, horário que cairia justamente no prime time do continente asiático.
A última reunião sobre como será a divisão de quotas para 2015/16 acabou com um acordo assinado por 31 dos 42 clubes da primeira e segunda divisão. Nele ficou estabelecido que 34% da quota é do Real e Barça (antes tinham 50%), 11 % do Atlético de Madrid e Valência, outras equipas da Primeira 45% e 22% para  as da Segunda. O 1% restante serviria para diminuir o impacto económico a cada descida de divisão. Seis clubes da 1ª divisão prontamente se recusaram a assinar este acordo: Sevilha, Zaragoza, Villareal, Real Sociedad, Athletic de Bilbao e Espanyol. Segundo Del Nido, presidente do Sevilla, com esta divisão o título da Liga está vendido de antemão aos grandes porque os dois grandes ganharam 1 bilhão e meio de euros a mais que o terceiro na última década.
E toda essa diferença deixa a Liga BBVA no caminho para tornar-se uma Liga escocesa (com apenas dois clubes disputando o título). 51 dos 79 campeonatos espanhóis foram ganhos por Barcelona ou Real Madrid, e nos últimos 10 anos a dupla levou 80% dos títulos. E nas últimas cinco temporadas sómente eles ganharam, sendo que na temporada passada a face bipolar da Liga BBVA ficou ainda mais escancarada: Barcelona foi campeão com 99 pontos e o Real vice com 96, simplesmente 28 e 25 pontos a mais que o terceiro classificado, o Valência.
A médio e longo prazo, o interesse pela liga espanhola diminuirá cada vez mais. 
A forma de distribuição na Liga Inglesa é a seguinte:
- 50% do valor total é dividido entre os clubes.
- 25% variam pela classificação na temporada anterior.
- 25% são divididos conforme a audiência.

Estamos tramados!

Já todos sabíamos que ia ser uma missão quase impossível, mas face às últimas declarações de André Villas-Boas, ninguém ficará com dúvidas que será mesmo impossível chegar ao título este ano.
«O F.C. Porto sofre da necessidade absoluta de voltar a ser campeão, é o sentimento comum que todos temos».
Sendo assim, está visto que tudo vai ser feito para que não hajam entraves pelo caminho e por outro lado tentar colocar entraves ao Benfica, como é mais uma nomeação habilidosa de Vítor Pereira para o jogo Benfica-Marítimo. Claro que não conseguirá travar o Benfica, mas poderá colocar de fora do jogo de Braga, o capitão Luisão e Fábio Coentrão.

Benfica pode ganhar a Liga Europa?

Depois das 16 vitórias consecutivas, da vitória e exibição de ontem em Estugarda, será que é legítimo sonhar com a conquista da Liga Europa?
O técnico alemão disse no final da partida que o Benfica é uma equipa do topo europeu. Julgo que ninguém duvida, à excepção dos adeptos portistas.
Quanto a mim, acho que sim, embora sabendo que é preciso ter alguma sorte, nomeadamente com o sorteio, com a ausência de lesões e/ou castigos em jogadores nucleares, casos de Roberto, Luisão, Maxi (por falta de alternativa), Fábio Coentrão, Salvio, Gaitán e Cardozo. Não, não me esqueci de Aimar, de Javi, de Saviola, de Sidnei simplesmente pelo que vimos ontem e noutros jogos, temos Carlos Martins, Airton, Jara e Jardel.
Nos oitavos-de-final teremos:
Benfica – PSG
Dínamo Kiev – Man. City
Twente – Zenit
CSKA Moscovo – FC Porto
PSV – Rangers
Leverkusen – Villareal
Ajax – Spartak Moscovo
Sp. Braga – Liverpool 
Do lote de 16 equipas atrás referidas, existem algumas com mais nome do que outras, mas às vezes o nome pouco importa.
Como curiosidade, nas 16 temos 3 equipas portuguesas, 3 holandesas, 3 russas, 2 inglesas, 1 francesa, 1 espanhola, 1 ucraniana, 1 escocesa e 1 alemã.
Julgo que o PSG, próximo adversário do Benfica, será um dos mais acessíveis, a par do Sp. Braga, do Rangers e do Twente.
Num exercício de futurologia, atribuo favoritismo ao Benfica, ao Zenit (dos portugueses Fernando Meira, Bruno Alves e Danny), ao PSV e ao Liverpool. Quanto aos outros jogos considero-os mais equilibrados.

16 consecutivas já cá cantam

Desde 12 de Dezembro até hoje, já vão 16 vitórias consecutivas!
Jorge Jesus continua a bater recordes no Benfica. 
Antes desta série espantosa de vitórias, os históricos Jimmy Hagan e Eriksson tinha conseguido 15 vitórias seguidas no comando da equipa.
Já que existe alguma confusão da parte de algumas pessoas porque antes se falava de vitórias consecutivas em provas nacionais, agora fala-se simplesmente de vitórias consecutivas, aqui ficam os números.
Em competições nacionais, o Benfica conseguiu 17 vitórias desde o jogo com a Naval, na Luz, em 14 de Novembro.
Considerando a última derrota com o Schalke 04 em 7 de Dezembro, a partir daí o Benfica somou contra o Estugarda a 16ª vitória, a saber:
12/12/10; Taça Portugal; Sp. Braga (c) 2-0
18/12/10; Liga; Rio Ave (c) 5-2
02/01/11; Taça da Liga; Marítimo (c) 2-0
09/01/11; Liga; Leiria (f) 3-0
12/01/11; Taça Portugal; Olhanense (c) 5-0
16/01/11; Liga; Académica (f) 1-0
19/01/11; Taça da Liga; Olhanense (c) 3-2
22/01/11; Liga; Nacional (c) 4-2
26/01/11; Taça Portugal; Rio Ave (f) 2-0
30/01/11; Taça da Liga; D. Aves (f) 4-0
02/02/11; Taça Portugal; F.C. Porto (f) 2-0
06/02/11; Liga; V. Setúbal (f) 2-0
13/02/11; Liga; V. Guimarães (c) 3-0
17/02/11; Liga Europa; Estugarda (c) 2-1
21/02/11; Liga; Sporting (f) 2-0
24/02/11; Liga Europa; Estugarda (f) 2-0

Total: 16 jogos, 16 vitórias, 44 golos marcados e sete sofridos.

Finalmente o borrego morreu

O Benfica venceu com toda a justiça por 2-0 o Estugarda, matando finalmente o borrego alemão à 19ª tentativa. Juntando ao 2-1 na Luz, passa aos oitavos-de-final com um agregado de 4-1. E agora o adversário será o PSG de França a 10 e 17 de Março, com a 1ª mão a realizar-se na Luz.
Jesus tinha garantido que o Benfica iria marcar na Alemanha e marcou, não um, mas dois golos. E ficaram ainda muitos por marcar.
O comentador José Nunes da Antena 1, que raramente é simpático para o Benfica, disse nos comentários finais que o Benfica está a jogar muito, mesmo muito!
O Benfica dominou o jogo, apesar do Estugarda ainda ter obrigado Roberto a fazer três grandes defesas.
A defesa esteve toda muito bem. Maxi e Coentrão apoiando como sempre o ataque. Airton substituíu muito bem Javi, quase nem se deu pela sua falta e quase sem cometer faltas o que foi muito importante para não provocar livres frontais à baliza de Roberto.
O meio campo e o ataque esteve também muito bem, no entanto destaco Salvio e Cardozo pelos belos golos que marcaram, Jara pelo seu espírito de luta e Gaitán com pormenores e jogadas muito boas. Merecia ter marcado, tendo saído dos seus pés a primeira oportunidade de golo e que golo seria se o guarda-redes alemão não desviasse para canto.

Estugarda-Benfica online

Poderá assistir ao Estugarda-Benfica aqui, ou aqui, ou ainda aqui.
O jogo tem início às 20,05 horas de Lisboa.
Recordo que na 1ª mão, o Benfica venceu por 2-1, bastando-lhe por isso um empate ou derrota tangencial desde que marque dois golos.
O onze do Benfica: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Fábio Coentrão; Airton; Salvio, Aimar e Gaitán; Jara e Cardozo.
Para além do castigado Javi Garcia, também não joga Saviola, tal como em Lisboa, por estar com gastroenterite.
Ao intervalo o Benfica vence por 1-0, golo de Salvio.

Outros jogos:
O Sporting empatou 2-2 e está eliminado. Na 1ª mão 1-1. Os leões sofreram o 2º golo já nos descontos!

O Rui Santos ataca Joaquim Oliveira

A minha alma está parva! 
Rui Santos na sua crónica de hoje no Record ataca o poder de Joaquim Oliveira conseguido à custa dos clubes portugueses. Nada que não soubessemos, apenas felicito o cronista pela coragem.
Infelizmente não tive acesso à crónica completa, pedindo desde já a quem a tenha que ma faculte, mas o parágrafo abaixo já não deixa dúvidas que o acusa de abuso de poder. E tudo por não ter aceite o que um canal aberto, não sei qual, lhe ofereceu para transmitir o jogo.
«Joaquim Oliveira não precisa de dar a cara. Gera uma receita anual de cerca de 200 milhões de euros com os assinantes da Sport TV, cujo negócio lhe permitiu estender o seu poder na área da comunicação social, como proprietário dos títulos JN, DN, O Jogo, da rádio TSF e do canal de desporto/futebol Sport TV, que não abdicou de transmitir, por exemplo, o último Sporting-Benfica, porque ou as outras estações lhe dão o preço que querem ou as grandes transmissões ficam por sua conta e risco. Uma temática em discussão nas instâncias europeias. É muito poder concentrado. E o poder excessivo gera múltiplos abusos. Com uma enorme “complacência democrática».
Oxalá as instâncias europeias venham a condenar a SportTV e o Benfica se veja livre do contrato que tem com a Olivedesportos até 30 de Junho de 2013. 

A situação contratual de Maxi

Um jornaleco desportivo vem com uma notícia capaz de assustar muitos benfiquistas. A renovação de contrato de Maxi Pereira, o nosso super-Maxi.
Falam do empresário Pacal Casal, o mesmo de Cristian Rodriguez, o cebola do FC Porto, como sendo persona non grata na Luz.
É verdade que o empresário é esse e que o Benfica ainda não comprou os 30% do passe de Maxi que pertencem ao referido empresário devido ao mau relacionamento com o mesmo. 
Porém, há alguns dias falava-se que o assunto estava a ser tratado directamente entre Luís Filipe Vieira e o jogador.
Só haveria risco de não renovação se fosse o jogador a exigir que as negociações tivessem obrigatoriamente de passar pelo empresário, mas quem conhece Maxi Pereira e o seu carácter sabe que não é isso que se passa.
Será certamente uma questão de dias ou meses, mas não tenho dúvidas que ele renovará o contrato antes do final da época.

Oxalá Jesus tenha razão

Quando diz que há sempre um dia em que a história muda, referindo-se ao jogo de hoje com o Estugarda.
Quem tem visto o Benfica dos últimos tempos sabe que pode perfeitamente vencer na Alemanha, embora até o empate sirva, ou uma derrota por 3-2 por exemplo.
Muita gente acha que o Benfica tinha a obrigação de passar esta eliminatória com uma perna às costas pelo simples facto do Estugarda estar muito mal classificado no campeonato alemão. Porém, quem conhece o futebol sabe que o campeonato alemão não tem nada a ver com o português. 
Disse-o aquando do jogo na Luz e repito-o, o Estugarda tem equipa para estar em 3º no nosso campeonato. Tem nas suas fileiras vários jogadores internacionais por vários países, o que por si só é sinónimo de qualidade. Porque está mal classificado, isso é um dos mistérios do futebol.
Falando um pouco sobre a equipa do Benfica para o jogo de hoje, sabe-se que não contará com Javi Garcia, baixa importante, mas Airton dá garantias. De resto, quase todo o plantel está disponível, as excepções são Rúben e Peixoto, ambos lesionados.
Então, vamos acreditar na categoria e na vontade dos jogadores para vencer mais este jogo. Se não acontecer a vitória mas passarmos a eliminatória tudo bem na mesma.

Quando os árbitros não são portugueses ...

O Porto apurou-se, parabéns! 
Foi bom para o ranking do futebol português na UEFA. Mas, viu-se que afinal não é a equipa fortíssima na Europa que os seus adeptos apregoam. E ainda gozaram muitos deles com a magra vitória do Benfica frente ao Estugarda.
Pois é, hoje viu-se que com árbitros estrangeiros a coisa fia mais fino. As faltas marcam-se e os cartões mostram-se, embora ainda fiquem alguns por mostrar, um ao defesa do Sevilha que acaba por ser expulso mais tarde e outro ao Falcão por simulação de penálti.
Aquele lance da expulsão de Álvaro Pereira acontece com frequência em Portugal, protagonizado por ele ou por outros colegas e os árbitros às vezes nem amarelo mostram. Nunca um jogador do Porto foi punido no campeonato desta época com cartão vermelho directo.

Porque hoje faz anos

Antes de mais parabéns ao Gaitán pelo 23º aniversário!
A imprensa malhou nele no começo da época, assim como alguns benfiquistas. Vejam agora as loas que lhe tecem.
«Vários meses depois, é justo salientar a importância de Gaitan no Benfica.
Começou por ser o tipo que vinha substituir Di Maria. Quer dizer, vinha ver de dava. Levou o seu tempo a adaptar-se, mais algum a encontrar o espaço certo e o resto a convencer os adeptos.
Hoje o trabalho está finalizado. Gaitan é uma legítima opção para substituir Di Maria.
Não, ele não é o compatriota do Real Madrid. Falta-lhe sobretudo a capacidade inventiva, a criatividade, aquela coisa que Di Maria às vezes faz e nos deixa de boca aberta.
Por outro lado, Gaitan parece um pouco mais fiável, menos capaz de desaparecer se a coisa se complicar. Ambos partilham pelo menos um defeito: defendem mal. Di Maria era pior, muito pior, quando chegou à Europa. Cresceu, hoje é melhor do que Gaitan. É provável que daqui por uns tempos Gaitan chegue lá». (Luís Sobral, in MaisFutebol)
Mais um exemplo de que se deve dar tempo de adaptação aos jogadores sul-americanos que têm qualidade técnica.

O que falta de campeonato aos dois 1ºs.

Faltam 10 jornadas para terminar o campeonato ou a Liga Zon Sagres, como preferirem.
Apesar do líder ter 8 pontos de avanço, o campeonato ainda não está decidido. Em circunstâncias normais estaria, no entanto, porque o Benfica está numa série impressionante de vitórias, tudo pode acontecer, apesar de ser difícil. 
Vamos comparar o calendário dos dois candidatos.

O Benfica, com 5 jogos em casa e 5 fora.

Marítimo (21ª-casa)
Sp. Braga (22ª-fora)
Portimonense (23ª-casa)
Paços de Ferreira (24ª-fora)
FC Porto (25ª-casa)
Naval (26ª-fora)
Beira-Mar (27ª-casa)
Olhanense (28ª-fora)
Rio Ave (29ª-fora)
U. Leiria (30ª-casa)

O FC Porto tem 4 jogos em casa e 6 fora.
Olhanense (21ª-fora)
V. Guimarães (22ª-casa)
U. Leiria (23ª-fora)
Académica (24ª-casa)
Benfica (25ª-fora)
Portimonense (26ª-fora)
Sporting (27ª-casa)
V. Setúbal (28ª-fora)
Paços de Ferreira (29ª-casa)
Marítimo (30ª-fora)

Calendário aparentemente mais difícil do FC Porto, desde logo porque joga mais jogos fora, para além de que um deles é na Luz.
Nesta altura é subjectivo dizer que o jogo A, ou o B, é mais fácil ou complicado, porque tudo depende do momento, dos objectivos, motivação, lesão de jogadores importantes e porque não, do trabalho das equipas de arbitragem.
Depois da guerra que o presidente do Marítimo moveu aos portistas, será que vão oferecer o campeonato ao Benfica na última jornada?

Cegos e burros, ou as duas coisas

Rui Oliveira e Costa e Miguel Guedes, paineleiros do Programa Trio d'Ataque da RTPN afectos ao Sporting e ao Porto, respectivamente, são cegos e burros, ou as duas coisas.
Ambos juram a pés juntos que o lance em que é assinalado fora-de-jogo a dois jogadores do Sporting e posteriormente João Pereira choca com Javi e Coentrão e cai. Para eles não havia motivo para fora-de-jogo e sim de penálti. Anedótico!
Vê-se claramente que João Pereira passa a bola a um dos colegas que está em situação ilegal, só que a bola tabela no pé de Coentrão e volta para ele que então tenta cavar uma falta. Falta essa que a existir seria fora e não dentro da área. Só um cego não vê!
Quanto ao outro lance em que Matias marca golo, já havia sido assinalado fora-de-jogo existente a dois sportinguistas e se virem as imagens com olhos de ver, vê-se que um dos que está em situação ilegal impede Coentrão de chegar à bola, fazendo protecção para o Matias entrar na área e rematar, tirando por isso partido da sua posição ilegal.
Também foi dito que não há falta sobre Gaitán, no lance que dá a falta que precede o 2º golo do Benfica. A imagem é vista de lado e numa primeira análise até parece que não existe falta, só que em câmara lenta vê-se o braço esquerdo de Polga que empurra o jogador benfiquista.
É curioso que para o paineleiro do Porto em lances destes com o seu clube nunca há dúvidas. Vai-te catar Miguel. Quem não te conheça que te compre!

Benfica caminha para o record de vitórias?

Tem sido referido em diversos blogues os números impressionantes do Benfica no que se refere a vitórias consecutivas. Vou dar mais uma achega sobre o assunto.
Já são 17 vitórias consecutivas em provas nacionais (desde 14 de Novembro), sendo 10 para o campeonato (Naval, Beira-Mar, Olhanense, Rio Ave, U. Leiria, Académica, Nacional, V. Setúbal, V. Guimarães e Sporting), 4 para a Taça de Portugal (Sp. Braga, Olhanense, Rio Ave e FC Porto) e 3 para a Taça da Liga (Marítimo, Olhanense e Desportivo das Aves).
A última derrota nas competições nacionais aconteceu frente ao FC Porto, em 7 de Novembro e a última considerando as competições internacionais, aconteceu frente ao Schalke 04 em 7 de Dezembro de 2010. Desde a última derrota com a equipa alemã já vão 15 vitórias, sendo 7 para o campeonato, 4 para a Taça de Portugal, 3 para a Taça da Liga e 1 para a Liga Europa.
O Benfica é ainda a única equipa na Europa (e possivelmente no Mundo) que ganhou todos os jogos que disputou em 2011. E já lá vão 13!
Outro facto inédito, nunca empatou esta época!
Esperemos que esta série não seja interrompida na 5ª feira.

Notas sobre o dérbi de Alvalade

Para complementar o Sporting-Benfica de ontem, aqui ficam umas notas sobre o mesmo.
Apesar do alheamento dos adeptos sportinguistas, afinal estavam a 12 pontos, mesmo assim ainda foi a melhor assistência em Alvalade esta época, 36.442 espectadores. O Benfica contribuíu com cerca de 3.200 adeptos nas bancadas. E não foram mais porque não foram disponibilizados mais bilhetes!
O jogo com o FC Porto, numa altura em que ainda acalentavam esperanças no título, pelo menos era esse o discurso, teve a presença de 35.043 espectadores.
Assistiu-se em Alvalade a um triste espectáculo da Juve Leo. Logo no início do jogo, lançaram contra Roberto, uma tocha a arder que deixou marcas no relvado e uma bola de golfe. Onde é que eu já vi este filme? É assim mesmo Juve Leo, os bons exemplos são para copiar!
Mas, não se ficaram por aqui. Resolveram desafiar a polícia e para além de muitas cadeiras arrancadas e destruídas foram vários detidos!
Mas não foram apenas os adeptos que fizeram figuras tristes, o treinador-adjunto Alberto Cabral que deve ter estado o jogo todo a falar com Paulo Sérgio por isso não viu o mesmo, disse «Mandámos no jogo nos primeiros 45 minutos», mais «Fomos superiores em muitas partes do jogo», ainda mais «O Benfica foi muito feliz» e não satisfeito ainda, «Tivémos menos espaço para jogar depois da expulsão». Onde é que foram desencantar este artista? Seria algum forcado amigo de Paulo Sérgio?
Passando agora para o Benfica, saliento em primeiro lugar o enorme espírito de sacrifício de Jardel que jogou 45 minutos com a cabeça aberta, bem como de toda a equipa na hora de defender.
Grande atitude de toda a equipa. Assim se fazem as equipas campeãs. O Porto que se cuide porque o Benfica ainda não lançou a toalha ao chão!
O árbitro Artur tudo fez para inclinar o campo. Conseguiu mas não o suficiente para derrotar o Benfica. É incrível a dualidade de critérios na amostragem de cartões. 
Como já foi referido e muito bem noutros blogues, dar amarelo a Sidnei  por este impedir com o braço que Postiga passe é de pasmar. Assim como mostrar um amarelo a Gaitán por fazer o pedido (com gesto) de cartão para o adversário. Prática corrente em qualquer jogo. Se a moda pega!

O 1º amarelo a Sidnei é anedótico

Simplesmente anedótico! Outros dão peitaças nos árbitros e não são expulsos. Os jogadores do Sporting a partir de certa altura levavam um sopro e caíam.

Para mais tarde recordar

Grande vitória do querer, da raça e também da classe, frente a um Sporting voluntarioso apenas.

À CAMPEÃO!!!

Vitória da classe e do sofrimento!
Artur Soares Dias trazia a lição bem estudada e tudo fez para que o Benfica não saísse vitorioso em Alvalade, mas teve azar. No entanto, colocou fora do próximo jogo do campeonato Maxi Pereira e Sidnei. Para agravar, Jardel está com a cabeça partida.
Obrigou ainda o Benfica a lutar até à exaustão não se sabendo como se irá apresentar fisicamente a equipa na 5ª feira.
Sobre o jogo, a vitória não sofre qualquer contestação pois o Sporting criou pouquíssimas ocasiões de perigo.
Face às incidências do jogo, todos os jogadores merecem destaque pelo espírito de sacrifício e porque não dizer pela classe.
Ficou bem patente, se é que ainda houvesse dúvidas, que temos uma equipa com espírito e classe de campeão.

Sporting-Benfica online

Começa a rolar a bola às 20,15 horas de Lisboa, em Alvalade, naquele que será 154º dérbi lisboeta.
Veja o jogo aqui.

Equipas:
Sporting: Rui Patrício; João Pereira, Polga, Torsiglieri e Grimi; Pedro Mendes e André Santos; Matias Fernandez; Cristiano, Hélder Postiga e Yannick Djaló.
Suplentes: Tiago, Abel, Nuno André Coelho, Zapater, Maniche, Diogo Salomão e Saleiro.

Benfica: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Fábio Coentrão; Javi Garcia; Salvio, Carlos Martins e Gaitán; Saviola e Cardozo.
Suplentes: Júlio César, Jardel, Aimar, Airton, Felipe Menezes, Jara e Nuno Gomes.

- Começa mal o jogo com o arremesso de um petardo e uma bola de golfe contra Roberto!
- Aos 15 minutos SALVIO faz 1-0 para o Benfica.
- Sidnei leva o 2º amarelo e é expulso.
- Intervalo, com o Benfica a vencer por 1-0.
- Artur Soares Dias tráz a lição bem estudada. Já amarelou 2 vezes Sidnei que foi expulso à beira do intervalo (de fora na próxima partida) e uma vez Maxi (de fora na próxima partida), Carlos Martins e Gaitán. Certamente Luisão e Coentrão não vão escapar ao 5º amarelo.
- Cenas tristes dos adeptos do Sporting na bancada por detrás da baliza de Roberto na 1ª parte. Permitiram a entrada de garrafas, bolas de golfe, tochas, etc.
- Começa a 2ª parte com a saída de Saviola para a entrada de Jardel no Benfica.
- Como um azar nunca vem só, Jardel sai lesionado e entra Airton. Ainda não entrou ninguém, Benfica com 9.
- Reentrou Jardel com a cabeça ligada.
- GAITÁN, faz 2-0 para o Benfica, aos 18 minutos da 2ª parte!!!
- Saíu Carlos Martins e entrou Airton.
- Sai Cardozo e entra Jara.
- Mais um amarelo, desta vez para Roberto.
- Seis minutos de compensação!!!
- TERMINOU!

Os sportinguistas choram por Liedson

Em dia de dérbi, a maioria dos sportinguistas chora por Liedson.
É incrível como dispensaram, ou melhor venderam por 2 milhões o melhor avançado que tinham e aquele que metia algum respeito à defesa do Benfica.
Deixando de lado uma antipatiazinha que eu sentia por certos comportamentos provocatórios sempre que jogava contra o Benfica, confesso que considerava Liedson o único avançado leonino que me deixava apreensivo devido ao seu oportunismo em frente à baliza.
Quem está a desfrutar, e de que maneira, o seu faro pelo golo é o Corinthians. Os adeptos corintianos já nem se lembram de Ronaldo e de Roberto Carlos pois Liedson tem sido o abono de família da equipa. Em 4 jogos, fez 4 golos, ficando apenas num em branco. Ainda ontem fez um chapéu espectacular ao guarda-redes do Santos a quem o Corinthians venceu por 3-1 em jogo do campeonato paulista.

Somos o Viagra do Sporting

A claque Juventude Leonina assumiu-se como o Viagra da equipa do Sporting. 
Coitados dos jogadores sportinguistas se já precisam de estimulantes para vencer o Benfica.
Realmente o jogo com o Benfica para os lagartos vale uma época. Então não é que a referida claque decidiu apresentar-se em força (cerca de 200) este fim de semana na Academia leonina para estimular os jogadores!
Este jogo pelos vistos vale como se fosse uma final para eles.
O Benfica vai ter de se apresentar com o mesmo espírito hoje em Alvalade para não ser surpreendido.

O dérbi de hoje

Jorge Jesus parece estar ciente das dificuldades que o Sporting vai colocar hoje ao Benfica, o que é um bom sinal. Já todos vimos que o excesso de confiança manifestado pelo técnico noutras ocasiões não trouxe nada de bom.
Apesar de estar a 12 pontos do Benfica, o Sporting pode e vai concerteza lutar como se duma final se tratasse, até porque joga em casa.
Todos os benfiquistas sabem que para os sportinguistas ganhar ao Benfica salva uma época, por isso todas as cautelas serão poucas.
Com quase todo o plantel à disposição, as excepções são Rúben Amorim e César Peixoto, Jesus concerteza vai apresentar a melhor equipa, apesar de jogar na 5ª feira na Alemanha com o Estugarda para a Liga Europa.
Embora respeitando o Sporting, não me passa pela cabeça não ficar hoje a 8 pontos do líder para poder continuar com a luz da esperança acessa.

Nem com ajudas foram lá

O Sp. Braga está a pagar este ano, com juros, a sorte que teve a época passada.
Apesar de ter massacrado na parte final do jogo, acabou por perder com o Paços, mais uma vez em casa. 
O árbitro André Gralha, pressionado pelo público, mostrou o 2º amarelo e o consequente vermelho a David Simão, deixando o Paços com 10 para os últimos 15 minutos da partida.
Não dá para entender esse amarelo. Certo que David Simão retardou a marcação dum livre mas julgo que os minutos de compensação existem para ser dados quando se justificarem.
Este é um daqueles amarelos que só se mostram a algumas equipas.
No final, Domingos Paciência, à sua maneira disse «vamos lutar contra tudos e contra todos ...».

Vassalagem está-lhes a sair cara

Temos visto que a maioria dos treinadores das equipas da Liga Zon Sagres são afectos ou de alguma forma ligados ao FC Porto. Moda que não é de agora.
Os últimos clubes a aderirem a esse tipo de treinadores foram a Académica, após a demissão de Jorge Costa também ele portista assumido, e o Portimonense, após a saída de Litos.
A Académica apostou num quase desconhecido José Guilherme e tem-se afundado na classificação. Hoje, depois de mais uma derrota, em casa frente ao Rio Ave, demitiu-se.
O Portimonense apostou noutro quase desconhecido, apenas uma breve passagem pelo Setúbal, Carlos Azenha, que também não trouxe nada de novo ao clube algarvio e que por isso até já colocou o seu lugar à disposição.
E sentido inverso, os clubes pouco apostam em técnicos com ligação ao Benfica. No entanto, este ano o Paços de Ferreira fê-lo e tem-se dado bem com Rui Vitória e recentemente o Naval apostou em Mozer quando ainda estava na lanterna do campeonato e já saíu de lá, arrancando hoje um empate em Setúbal.
Pode ser que as coisas neste aspecto comecem a mudar agora.

Uns têm palavra, outros não

Faz hoje um ano que aconteceu o temporal que fustigou o arquipélago da Madeira e que causou mais de 40 mortos, 120 feridos e mais de 200 desalojados, além de um rasto de destruição.

Após tamanho desastre natural, o Benfica e o FC Porto disponibilizaram-se para apoiar as vítimas do temporal que atingiu o arquipélago da Madeira.
Enquanto o FC Porto se disponibilizou junto do governo regional da Madeira para realizar um jogo amigável na ilha para recolher fundos para as vítimas da tragédia.
O Benfica, através do seu presidente disse, «Em coordenação com as autoridades da Madeira, vamos arranjar maneira de ajudar aqueles que mais precisam. Não me perguntem ainda quando nem de que modo, mas vamos esperar que se faça um levantamento da situação e verificar quais as principais carências para decidir como vamos ajudar».
Passado exactamente um ano, o FC Porto não fez nenhum jogo nem dele se fala mais, enquanto o Benfica, através da sua Fundação e em colaboração com o Governo Regional e os Investimentos Habitacionais da Madeira, entregou em 21 de Julho de 2010, três habitações a famílias afectadas.
Uns prometem e cumprem, outros não!

Agora foi em Guimarães

Irra que já é demais!
Como se não bastassem os apedrejamentos ao autocarro da equipa de futebol sempre que se desloca ao Porto, agora também já atacam o autocarro da equipa de voleibol do Benfica, embora desta vez tenha sido em Guimarães.
Começou a 2ª fase do campeonato nacional de voleibol e o Benfica é um sério candidato ao título como o comprova a vitória categórica de hoje sobre os vimaranenses por 3-1 e a excelente 1ª fase em que ficou com largo avanço sobre o 2º classificado, o Sporting de Espinho.
Mau perder dos adeptos do V. Guimarães. Assim não senhores!

Fantástico vídeo de Villas-Boas

Felizmente existem pessoas com um grande sentido de humor!
Como dizia Jesus, e com razão, «ele fala mais vezes do Benfica do que eu.»

Não estou a gostar deste impasse

Mais um impasse na questão da alteração dos estatutos da FPF.
Agora as associações de futebol decidiram, por unanimidade, que aprovam a revisão dos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol se a UEFA e a FIFA considerarem que o novo regime jurídico das federações desportivas pode ser adotado.
Andamos a brincar? Há dois anos que podiam ter-se lembrado de fazer isso, mas não, algumas associações quiseram brincar o jogo do poder e só agora, em desespero de causa, quando não têm mais nenhuma saída é que vêm com esta sugestão.
Estranho também se a UEFA e a FIFA, que ameaçaram vir à Assembleia-Geral no final de Janeiro, ainda não sabem se os novos estatutos são legais face às leis do futebol.

Basquetebol e Voleibol vitoriosos

Voleibol
O Benfica  iniciou da melhor forma a 2ª fase do campeonato nacional de voleibol ao vencer em Guimarães o Vitória local por 3-1, com os parciais de 25-18, 25-19, 25-27 e 25-21. 
Foi uma vitória muito importante porque o V. Guimarães, a par do Sporting de Espinho são as equipas mais fortes para discutir com o Benfica o título nacional.

Basquetebol
A equipa de basquetebol recebeu e venceu o Barreirense por 14 pontos, embora a equipa do Barreiro tenha dado excelente réplica. No Benfica não alinhou novamente o americano Ben Reed, por estar lesionado desde o jogo com o Porto para a Supertaça Compal. Já é o 4º jogo em que está ausente.
O resultado final foi 88-74.

Mais logo teremos a equipa de hóquei em patins a disputar com o Amatori Lodi, em Itália, a passagem aos quartos-de-final da Taça CERS, depois de ter ganho no Pavilhão da Luz no jogo da 1ª mão por 7-4.

Os campeonatos de Andebol e de Futsal estão parados.

O estranho festejo de Cardozo

Cardozo ao marcar contra o Estugarda festejou o golo duma forma esquisita, parecendo imitar uma galinha a abrir as asas.
Soube-se agora que aquilo é a dança da galinhita e surgiu no Paraguai através duma empresa de apostas desportivas, empresa essa que contactou com ele e lhe paga 500 guaranis se marcar e festejar no seu país, ou 2.000 dólares se o fizer em Portugal ou noutro país estrangeiro.
Este dinheiro tem como finalidade ser doado a uma instituição de caridade à escolha dele.
Certamente muitos paraguaios estão a torcer, tal como os benfiquistas, para que Cardozo marque muitos golos e os festeje dessa forma.
(Fonte: O Jogo e Blog Trapalhadas 2010)

O melhor da Europa em 2011

O Benfica é o clube que conta com mais vitórias em 2011. 
Não sendo o único 100% vitorioso, o Den Haag da Holanda também o é, a diferença é que os holandeses disputaram apenas 4 jogos oficiais, enquanto o Benfica soma 12 jogos, entre campeonato, taça de Portugal e taça da Liga e agora Liga Europa.
Seria lindo que esta série de vitórias não tivesse fim até final da época, embora se saiba que é quase impossível.
O senhor que se segue é o Sporting, embora cautelas e caldos de galinha nunca tenham feito mal a ninguém. Sim, porque apesar de ser um adversário ao nosso alcance, o Benfica terá de jogar ao seu melhor nível para sair de Alvalade com mais uma vitória na 2ª feira.

Será que o "sistema" tem os dias contados?

«Daí que para ganhar tempo e embora seja extraordinariamente difícil dado que burro velho não aprende línguas e cesteiro que faz um cesto faz um cento, nos pareça assaz conveniente que o FCPorto comece desde já a programar acções de reciclagem e a entrar num processo de auto-regeneração, sob pena de ser encaminhado em definitivo para o túnel negro da História onde tem permanecido à porta em estado perene. Ao fim de contas o FCPorto-Clube, não tem culpa que à frente dos seus destinos estejam pessoas que lhe faltam ao respeito e não cumpram os objectivos da sua História iniciada no século XX.»
Este excerto, retirado do site Anti-Benfica.COM, perspectiva um futuro muito diferente do que o presente e o passado (últimos 30 anos).
Fartos que estamos do actual "sistema", até ficamos na dúvida se é isso mesmo que vai acontecer.
Da reunião das associações a realizar amanhã tenho dúvidas que saia fumo branco para a aprovação das alterações dos estatutos da FPF.
A associação de Lisboa diz que procura apoios. Vamos ver se consegue roubar alguns dos que apoiaram Porto e Braga.

É maricas?

Como benfiquista tanto me faz que jogue como não jogue. Porém, a novela Falcão já mete nojo. Joga, depois não joga, é convocado, vai jogar, não, ainda não é desta.
Mais uma vez se disse, agora vai jogar, no caso, em Sevilha, mas para surpresa geral, não jogou, nem ficou no banco sequer. Depois veio a explicação, está com falta de confiança.
Está com receio de sofrer novo toque no joelho. Será que é maricas ou o motivo é outro?
Sabe a falta que faz ao seu clube e anda com estas mariquices.
Agora só falta mesmo que um defesa adversário lhe dê um toque no joelho esquerdo!

Associações querem Assembleia-Geral para derrubar Madaíl

Só faltava mais esta.
Não morro de amores por Gilberto Madaíl. Aliás, não simpatizo nada com ele e acho até que está a mais na FPF. Mas, sou totalmente contra esta tentativa de derrube por parte de algumas Associações com o Porto e Leiria à cabeça por saber qual é a motivação.
Perdeu-se completamente a vergonha no futebol português. É o vale tudo para manter o status-quo.
Tenham vergonha senhores das Associações e demitam-se vocês!

Os assobios a Roberto

Nos minutos finais do Benfica-Estugarda, sempre que Roberto ia fazer reposição da bola em jogo, fazia-o calmamente levando com os assobios dos adeptos.
Situação estranha realmente. Teria Jesus dado instruções para não ter pressa nas reposições?
No final da partida, Jorge Jesus disse que foi iniciativa dele talvez por inexperiência porque não houve tempo de lhe dizer para não o fazer já que era necessário marcar mais.
Sendo assim, está explicado, mas não deixa de ser uma falha da equipa técnica, assim como demonstra a inexperiência de Roberto nestas andanças de eliminatórias europeias.

Holandês ladrão!

Ficou mais um penálti por marcar a favor do Benfica. Desta vez por um árbitro holandês!

O meu obrigado ao JJD do Blog Benfica Campeão

Tanto optimismo não se justificava

Embora o Benfica seja superior ao Estugarda, disso não há a menor dúvida, o que é certo é que a posição que o Estugarda ocupa no campeonato alemão não tem nada a ver com o excelente plantel que tem. Esta equipa, em Portugal, estaria no mínimo em 3º lugar.
Não sei se foi excesso de confiança dos jogadores do Benfica, ou se não conseguiram contrariar a excelente organização da equipa alemã.
Os alemães não davam o mínimo espaço a Aimar, bloqueando o futebol de ataque do Benfica e depois de conseguirem a posse de bola partiam muito rápidos para o contra-ataque. Foi assim que se adiantaram no marcador.
Para além de Aimar, também os alas Gaitan e Salvio não tinham espaço para ganhar a linha devido à enorme entre-ajuda dos alemães.
A perder ao intervalo, o Benfica surgiu para a 2ª parte com outra dinâmica, maior rapidez nas trocas de bola e dominou completamente o adversário, que no entanto não se ficavam atrás. Só quando começaram a faltar as pernas e face à enorme pressão dos jogadores encarnados é que deixaram de importunar a defesa do Benfica, embora ainda tenham conseguido um livre perigoso que levou a bola ao poste direito de Roberto.
Foi uma pena o Benfica não ter conseguido chegar mais cedo ao empate senão o resultado seria mais dilatado.
Valeu ao Benfica um grande remate de Cardozo que furou a muralha alemã e deu mais alento para procurar mais golos. Porém surgiu apenas mais um, pelo mesmo Cardozo, numa recarga a uma bola que ressaltou após remate de Jara, que me parece que bateu para lá da linha.
O árbitro holandês, seguiu os maus exemplos dos seus colegas portugueses, fazendo vista grossa a um penálti claríssimo sobre Coentrão e para cúmulo ainda o amarelou!
Grande exibição de Maxi Pereira, a melhor, seguido de Fábio Coentrão.
Destaque também para os dois golos de Cardozo.
Os restantes estiveram a um nível bom, excepto os alas Salvio (sobretudo) e Gaitán, longe do seu habitual, muito por culpa dos alemães.
Agora, a missão em Estugarda daqui a uma semana não vai ser fácil, embora esteja esperançado na qualificação porque os alemães terão de adoptar outra postura, dando concerteza mais espaço para o Benfica contra-atacar.

Benfica-Estugarda online

Siga o Benfica-Estugarda aqui, ou vá acompanhando as principais incidências abaixo.
Estádio da Luz em Lisboa.
Benfica: Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Fábio Coentrão; Javi Garcia, Salvio, Aimar e Gaitán; Jara e Cardozo.
- Saviola é o grande ausente devido a castigo da UEFA (1 jogo).
- Coentrão é derrubado pelo guarda-redes alemão, mas o árbitro em vez de marcar penálti, mostra-lhe amarelo. O árbitro de baliza fica impávido. Roubo na Luz!
- Ao intervalo: 0-1 (Harnik)
- Começou a 2ª parte.
- Empatada a partida com golo de Cardozo para o Benfica.
- Cardozo bisa e faz 2-1 para o Benfica.
- Final da partida com vitória do Benfica.

Optimismo sim, mas respeitando o adversário

O Benfica-Estugarda de hoje não são favas contadas, apesar da má classificação da equipa alemã no seu campeonato. Basta olhar para o exemplo de má memória, chamado Shalke 04 que também ia mal no campeonato e acabou por ficar em 1º lugar na fase de grupo da Liga dos Campeões em que o Benfica esteve inserido.
É verdade que o Benfica atravessa um excelente momento de forma e em circunstância normais vencerá, mais a mais jogando na Luz, mas como diz o ditado, cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
Qualquer equipa alemã, mesmo as pior classificadas, têm um plantel superior à grande maioria das equipas portuguesas, logo até que as bolas entrem, nenhum jogo está ganho.
Portanto, espero que Jesus tenha aprendido a lição da Liga dos Campeões e alerte os jogadores contra optimismos antecipados.
E atenção que é preciso garantir uma vantagem segura para o jogo de volta pois incrivelmente o Benfica nunca venceu na Alemanha!

A atirar areia para os nossos olhos

«Lourenço Pinto, presidente da Associação de Futebol do Porto, mostrou ontem o seu desagrado relativamente ao Regime Jurídico das Federações Desportivas, em declarações à Antena 1, à partida do FC Porto para Sevilha. O dirigente lembrou que o futebol não-profissional não pode ser esquecido e, comparando números, referiu os 150 mil jogadores não profissionais, face aos 1500 profissionalizados. Lourenço Pinto assegurou que a aprovação dos novos estatutos pode "ser um descalabro" e que os cortes se vão sentir nas formações de treinadores e árbitros, nos subsídios às associações e no pagamento dos policiamentos. O presidente da AF Porto fez uma analogia com a Alemanha anterior à queda do Muro de Berlim e confessou que nunca pensou ver, em Portugal, "uma intervenção tão forte do Estado".
Claro que tem de estar desagradado. Vai perder o controle que ele e a sua Associação têm no futebol português e que tanto jeito tem dado a alguns.
Como não tem argumentos para manter a sua decisão idiota que está a prejudicar gravemente o futebol português, vem com a balela dos 150 mil jogadores não profissionais que estão inscritos na sua Associação. Mas afinal de contas a Federação deve defender prioritariamente dos jogadores não profissionais ou os profissionais que são quem sustenta o futebol?
Diz que nunca pensou ver em Portugal uma intervenção tão forte do Estado!

Em tempo:
Já depois de ter publicado este post, li na capa de A Bola que afinal o problema da não aprovação dos estatutos está como sempre na questão da arbitragem.
Estes mentirosos fazem tudo para que a porcaria continue no futebol português.

Camaradagem nas modalidades benfiquistas

Quem acompanha os jogos das principais modalidades de pavilhão do Benfica já deve ter notado que existe bastante envolvimento entre elas.
É normal ver atletas e técnicos das modalidades a assistir aos jogos uns dos outros.
Por exemplo, o técnico do andebol é presença assídua nos jogos de basquetebol.
Mas, o maior sinal foi dado entre as secções de andebol e de futsal que realizaram entre si um treino de conjunto jogando futsal. E, segundo dizem, Carlos Carneiro, Cláudio Pedroso e Rui Silva até têm bons pés. O mesmo não acontece com João Lopes de quem o guarda-redes Bebé disse ser horrível, eheheheh!
O Benfica, apesar de enorme, é uma família.

Então, Artur Soares Dias

Então, mandaram para apitar o dérbi de 2ª feira em Alvalade, o filho do sistema. 
Desde que não faça contra o Benfica o que fez ao V. Guimarães no jogo da época passada em Braga, tudo bem. E digo tudo bem porque já repetiram Cosme Machado, que em Setúbal tentou inclinar o campo, anulou um golo limpo ao Javi, mas mesmo assim não chegou. 
Infelizmente para "eles" o Benfica está a jogar muito e é preciso não ter um pingo de vergonha na cara para nos prejudicar ao ponto de não ganharmos o jogo. Nem anulando golos limpos, marcando foras-de-jogo duvidosos, escamoteando penáltis, conseguem derrotar o Benfica actual.

O elogio de Sidnei

Saíu David Luiz, um grande jogador e grande homem, disso não há dúvidas.
Felizmente para o Benfica, Sidnei vinha jogando com alguma regularidade ultimamente. 
No primeiro teste a sério pós-David Luiz, no Dragão, passou com distinção e já lá vão 3 jogos em que nenhum benfiquista se lembrou de David Luiz durante os jogos.
Sidnei já leva 1.125 minutos jogados esta época, sendo 589 minutos em 8 jogos da Liga (2 golos marcados), 21 na Supertaça, 270 na Taça da Liga e 245 na Taça de Portugal.
Falta referir um pormenor muito importante e interessante, não levou nenhum cartão ainda!

Na Liga:
Académica (1ª) - 90 min.
Paços de Ferreira (9ª) - 4 min.
FC Porto (10ª) - 45 min.
Naval (11ª) - 90 min.
Rio Ave (14ª) - 90 min.
Nacional (17ª) - 90 min.
V. Setúbal (18ª) - 90 min.
V. Guimarães (19ª) - 90 min.

Na Taça da Liga:
Marítimo - 90 min.
Olhanense - 90 min.
Desportivo das Aves - 90 min.

Na Supertaça:
FC Porto - 21 min. 

Na Taça de Portugal:
Arouca - 90 min.
Sp. Braga - 65 min.
FC Porto - 90 minutos 

Eles sabem tanto do Benfica

Salvio cria dilema ao Benfica
Colocado por: João Rui Rodrigues

Luís Filipe Vieira e restantes dirigentes do Benfica estão a analisar detalhadamente a situação de Salvio, emprestado por uma época pelo Atlético Madrid. Jorge Jesus gostaria de continuar a contar com o jogador mas a cláusula de opção está fixada nos 15 milhões de euros e terá que ser exercida até 31 de maio. Apesar do valor reconhecido do argentino, os responsáveis encarnados levantam muitas reticências em torna-lo o jogador mais caro da história do clube, com um valor ainda mais elevado do que aquele que foi gasto com Simão Sabrosa e Cardozo. As boas relações entre Benfica e Atlético Madrid levam a crer que os colchoneros possam baixar o preço, mas o presidente colchonero Enrique Cerezo já avisou que é por 15 milhões ou nada. Salvio é, neste momento, um dilema na Luz.

Bom, deve ser amigo íntimo do Cerezo, este João Rui Rodrigues!

Parabéns Marta!

No dia 13 de Fevereiro o capitão Luisão fez 30 anos. Eu fiz 33. E o Benfica deu 3-0 ao Vitória de Guimarães. Correção: o Benfica deu 5-0 ao Vitória de Guimarães. Mas o fiscal-de-linha Pais António e o árbitro João Ferreira roubaram escandalosamente dois golos ao Benfica. A língua portuguesa é rica, só que em determinadas situações só certas palavras se adequam: o sr. Ferreira comportou-se como um verdadeiro bandido. Para variar. O homem já tinha imaginado penáltis no Rio Ave-Benfica da Taça.
O Cardozo não estava fora-de-jogo, nem o Saviola jogou a bola com a mão. Mas para os árbitros que nos têm calhado em sorte – ou azar – isso importa muito pouco. E se o sr. Benquerença já tinha sido uma vergonhosa amostra de árbitro em Guimarães, na primeira volta, o sr. João Ferreira, na segunda, não lhe quis ficar atrás. Com uma ligeiríssima diferença: na primeira ronda o Benfica chegou à Cidade Berço depois de três péssimos resultados, e quando parecia que podia reerguer-se e ignorar a desgraça no início da Liga, o tal árbitro quis impedir a recuperação. Ontem o Benfica que entrou em campo árbitro nenhum, com as melhores ou (provavelmente) as piores intenções do mundo, conseguiria derrubar. A primeira meia hora de jogo foi infernal, com uma basculação ofensiva que só pedia mais golos e que sossegou os quase 55 mil que foram à Luz: se o Vitória costuma ser terrorista nos embates com o Glorioso, ontem foram três as bombas que lhes rebentaram nas mãos. Correção, cinco. As duas em falta, é fazer contas com o sr. Ferreira.
Que belos golpes em profundidade do Sidnei. Que “pareja” tão improvável, a do central e de Aimar. Só Cardozo borrou a pintura. Numa noite quase perfeita, o chapéu de Martins fechou com ouro a chapelada ao Vitória. Gostou, sr. Ferreira?

De boas intenções está o mundo cheio

O director-geral do Sporting, José Couceiro, disse ao Jornal do clube leonino que quer tornar o ambiente difícil em Alvalade para os adversários.
A intenção de Couceiro é boa para o seu clube, mas não basta querer. É preciso que a equipa demonstre aos sócios e adeptos alguma qualidade para que eles se sintam motivados a puxar pela equipa e tornar o ambiente adverso para os adversários.
Por aquilo que temos visto nos últimos tempos, apenas na visita do FC Porto a equipa esteve a um nível agradável, tendo inclusivé empatado o jogo.
Quanto aos dirigentes, como é o caso de Couceiro, têm de apetrechar a equipa com jogadores de mais qualidade para então sim exigirem algo da mesma.
Em termos colectivos, é inadmissível estar a vencer por 2-0 e empatar como aconteceu em Olhão.
Em termos individuais, também é inadmissível levar cartões como aconteceu com Evaldo em Olhão, logo ele que tinha 4 amarelos, assim como os que Maniche levou há tempos no jogo com o V. de Guimarães em que o Sporting esteve a vencer também por 2-0 e perdeu por 3-2.

A confiança de Coentrão

Sabemos que é difícil. Aliás, muito difícil, mas não é impossível!
Coentrão afirmou ontem que quer ganhar nas 4 frentes em que o Benfica está inserido, Liga, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga Europa. Seria épico, mas trata-se dum sonho, ou quase.
Se não acontecessem lesões, castigos e outros imponderáveis seria possível, apesar do campeonato estar bastante comprometido devido ao atraso em relação ao líder, atraso esse que não importa agora aqui referir.
Na época passada o Inter de Mourinho conseguiu ganhar a Liga italiana, a Liga dos campeões e a Taça da Itália, mas são casos que acontecem esporadicamente.
A boa série de vitórias, 16 seguidas nas competições nacionais, fazem sonhar.
Confesso que ficaria felicíssimo se o Benfica ganhasse 3 das 4 provas que disputa actualmente. Quase que exigo duas, as duas taças portuguesas.

Super-Maxi

Maxi Pereira demorou bastante esta época para atingir a plenitude da forma, mas chegou lá e agora só por lesão larga o lugar.
Quem viu os últimos jogos dele nota a olho nú a melhoria, sobretudo física. Cansa só em vê-lo subir e descer pelo seu flanco, tal como acontece com Fábio Coentrão no lado oposto.
Os desequilíbrios que se verificavam no meio-campo benfiquista tinham tudo a ver com a falta de alas capazes de compensarem essas subidas. Finalmente, Salvio e Gaitán, dois jovens de grande classe em termos técnicos, aprenderam os fundamentos de como defender e pronto, os problemas defensivos do Benfica acabaram.
Com a saída de David Luiz, Maxi passou a ser o sub-capitão em campo visto que vai na 4ª época de encarnado. Por isso e porque merece, a SAD estuda com ele uma melhoria salarial e a prorrogação do contrato que termina em Junho de 2012. Curiosamente, as negociações são directas entre ele e Luís Filipe Vieira porque o seu empresário Paco Casal é persona non grata na Luz devido à traição protagonizada com o Cebola. Traição que talvez lhe tenha saído cara pois é detentor de 30% do passe de Maxi e com a quase certa prorrogação do contrato deste, vê esfumar-se a possibilidade de ganhar dinheiro com uma futura transferência.
Até agora, Maxi tem-se revelado um homem de carácter e interessado em continuar no Benfica. Espero que não mude!

A propósito de records de assistências

Foi noticiado com destaque o record de assistência registado no Estádio AXA este domingo. Nada mais, nada menos que 17.500 (números redondos). Até aqui tudo bem!
Porém, no que se refere ao Estádio da Luz que bateu o record de assistência desta época em todas as provas, nacionais e internacionais nada foi referido no mesmo pasquim online, nem noutros.
A confirmar o grande momento de forma da equipa, os benfiquistas acorreram em massa à Luz, gerando a maior assistência em Portugal esta época. Foram 55.000! Imaginem quantas vezes já teria sido batido este record se o Benfica estivesse na frente do campeonato.
Imaginem também o que seriam as médias de assistências no futebol português se não fosse o Benfica. 
Quando falta apenas contabilizar a assistência do B.Mar-V.Setúbal de hoje e mesmo com os 55.000 na Luz, a média é de 11.673. Média que deve baixar porque não é crível que no jogo em falta esse nº seja excedido.

JogoNº espectadoresMédia da jornada% ocupação do estádio
Nacional - Leiria1.20211.67323,38%
Olhanense - Sporting4.76011.67340,96%
P. Ferreira - Marítimo1.01711.67323,54%
Naval - Académica98811.67310,43%
Rio Ave - Portimonense1.33911.67312,38%
Benfica - V.Guimarães54.92711.67384,50%
Braga - Porto17.47811.67357,71%
Beira-Mar - V.Setúbal11.673




As virgens ofendidas

Depois do que o presidente do Marítimo disse no sábado, outra coisa não era de esperar que fosse feito. Caso contrário estariam a consentir, o que não convém, claro.
Através de comunicado, a SAD portista informa que vai instaurar uma acção judicial contra Carlos Pereira.
Para quem está por dentro da realidade do futebol português, não custa nada a acreditar que o presidente do clube madeirense tem razão e motivos para dizer o que disse. Caso contrário, ele não o faria pois já é macaco velho e sabe que o feitiço se viraria contra o feiticeiro, vidé caso Carolina Salgado, que acabou condenada, ao invés do seu ex-amante.
Estou curioso para ver se isto vai dar alguma coisa. Duvido!
Como é costume não serão abertos nenhuns inquéritos, o FC Porto continuará a manobrar a seu bel-prazer os bastidores do futebol português e Carlos Pereira vai ficar a falar sózinho, mesmo tendo provas do que disse.
Entretanto, o FC Porto já desfalcou o Marítimo para o resto do campeonato pois Djalma nunca mais será o mesmo e os madeirenses ficaram a chuchar no dedo sem qualquer contrapartida.
Ah, será mesmo verdade que o Porto ainda não compensou o Marítimo pelos direitos de formação de Pepe? Afinal, vendem tão bem e não pagam aos outros?

Além de imbecis, são burros!

O Jogo, ou o Nojo como nós benfiquistas lhe chamamos, faz jus na capa de hoje a esse epíteto.
Para além de não ter feito nenhuma referência ao festival do Benfica, ainda diz isto, «Dois golos do central deixam dragões no sofá à espera de aumentar vantagem no Sporting-Benfica».
Matematicamente, quem não joga não pontua, por isso na melhor das hipóteses fica tudo como está actualmente.
Eles têm tanta vontade de ver o Porto campeão que até perdem a capacidade de raciocinar!
Podem assistir sentadinhos no sofá, mas à redução da vantagem.

Obra de arte!

O golo de Carlos Martins com o pé esquerdo, é uma obra de arte. Parabéns Carlos!

Garoto e ordinário!

O André Villas-Boas aproveitou o flash-interviú no final do jogo com o Braga para mandar umas bocas foleiras, nitidamente agressivas para com o Benfica.
Foi preciso uma vitória, diga-se merecida, embora com mais um penálti por marcar com o resultado em 0-0, para vir com estas agressões verbais ao Benfica. 
Durante a semana andou de rabinho entre as pernas, elogiando até o Benfica, depois de ter sido derrotado para a Taça e ter realizado uma fraquíssima exibição frente ao Rio Ave em casa.

Tiro o chapéu a Martins

Grande, grande, grande jogo do Benfica frente ao V. de Guimarães. Ao nível do melhor Benfica da época passada!
Vitória culminada, mesmo ao fechar do pano, com um golo sublime de Carlos de Martins, que faz um espectacular chapéu a Nilson, com o pé esquerdo que não é o seu melhor. Golo que certamente funcionará como um grande tónico para ele que tem andado meio apagado, devido em parte a alguns problemas físicos.
Quem foi o melhor em campo? Eu não sei! Alguém sabe?
Todos estiveram em excelente plano, sendo talvez o único que não sobressaíu tanto, o que não significa que tivesse estado mal. Pena mais um penálti falhado!
E o que dizer de Sidnei? Tem feito esquecer David Luiz o que constitui o melhor elogio. Marcou o 1º golo, fez uma assistência de não sei quantos metros para o 2º (de Aimar) e na defesa não teve nenhuma falha. Mais, já repararam que ainda não levou nenhum cartão amarelo durante a época?
Além dos 3 golos, ficaram imensos por marcar. Um penálti falhado por Cardozo, duas bolas nos ferros, grandes defesas de Nilson e ainda alguma falta de pontaria.
E a equipa de arbitragem ainda se encarregou de sonegar um a Saviola!
O Vitória teve apenas uma oportunidade em todo o jogo, em que Roberto fez uma grande defesa a remate de Edgar.
Este jogo teve a maior assistência do campeonato, números redondos foram 55 mil espectadores. Para isso contribuíram o horário do jogo (18,30 h) e a excelente fase que a equipa atravessa.

Que show tão mal aproveitado

O Benfica está a vencer o V. Guimarães ao intervalo, golo de Sidnei de cabeça, na sequência dum canto marcado por Pablo Aimar.
Resultado muito escasso para tamanho show e número de oportunidades desperdiçadas.
Nilson e os ferros da sua baliza salvaram os minhotos de saírem para o intervalo goleados.
Agora ninguém terá dúvidas, o rolo compressor está de volta!
Alguém já viu o líder do campeonato, mesmo no melhor período da época, fazer igual?
Só espero que as oportunidades não façam falta pois o V. Guimarães é uma equipa perigosa que a qualquer momento pode marcar um golo em contra-ataque.

É a total falta de vergonha

Pode ser apenas especulação, mas vindo da boca do próprio, significa que existe fumo pelo menos. Se chegará a fogo não sabemos. Talvez até a possível transferência aborte se houver punição para o jogador brasileiro Luís Alberto do Nacional da Madeira.
Todos se lembram da tentativa de arranjar confusão protagonizada por Rúben Micael ao intervalo do Benfica-Nacional da época passada, acabando por ser contratado pelo Porto.
Continuando a especular, significa que aproveitando a grande amizade existente entre Porto e Nacional, os portistas tentam "cavar" castigos ao Benfica, através de terceiros. É feio!

Água na boca

Depois de ouvir o que Jesus disse de Fábio Coentrão é caso para ficar de água na boca!
«Vai ser ainda melhor jogador».
Coentrão já é seguramente dos melhores laterais esquerdos do futebol mundial, se melhorar então será o melhor, sem qualquer dúvida.
Embora ainda existam pessoas que não achem, mas sabemos porquê!

O que mais irá acontecer ao Sporting?

Será que o Sporting precisa ir à bruxa, ou é mesmo a equipa que é mázinha demais?
Depois de ter estado a ganhar por 2-0, logo nos dois minutos seguintes permite ao Olhanense marcar empatar a partida. E o ambicionado 2º lugar cada vez mais longe!
Obviamente vieram ao decima os nervos e o técnico Paulo Sérgio foi expulso do banco.
No próximo fim de semana teremos um Sporting-Benfica em Alvalade. Sendo um dérbi tudo é possível, pese o favoritismo do Benfica, sobretudo face aos últimos resultados, e não só, dos leões.

Onda de vitórias é para manter

Amanhã joga-se mais uma jornada do campeonato, a 19ª. O adversário é difícil como todos sabemos, mas em casa o Benfica tem de mandar e continuar a onda de vitórias que já vai em 15 consecutivas nas provas nacionais, 12 se considerarmos também a Liga dos Campeões.
Ganhando, além de se manter na luta pelo título, coloca pressão no Porto que joga desta vez depois do Benfica.
A equipa apresentar-se-à na máxima força, pese embora as ausências por lesão de Rúben Amorim e César Peixoto.
Este jogo tem ainda a particularidade de ser contra o V. de Guimarães que nos derrotou na 1ª volta, num jogo com arbitragem muito polémica, onde o Benfica foi claramente prejudicado. Terá sido no entanto o jogo da viragem pois apesar de derrotados, arrancámos para uma série de vitórias, interrompida apenas com o desastre do Dragão, a 7 de Novembro.

Negou?

Dizem que Jorge Jesus negou ter agredido o jogador Luís Alberto quando inquirido ontem pelo CD da Liga. Há alguma coisa de anormal?
Ninguém que seja sério pode afirmar que ele agrediu porque não se vê em qualquer imagem e o outro interveniente no incidente confirmou que apenas se empurraram, então queriam que ele mentisse?
Vamos ver se esta história se resolve rapidamente para bem do futebol português porque já chega de palhaçadas encomendadas a envolver o Benfica!

Aliciamento, claro que não?

O presidente do Marítimo endoideceu. Só pode!
O sr. Carlos Pereira vem dizer hoje que o FC Porto devia ser investigado pelo Ministério Público por causa de Kléber e Djalma. Então mas ele não sabe que a justiça não mexe uma palha em relação àquele clube? Não sei se é falta de interesse, de coragem, ou outra coisa.
Pode ser que desta vez ganhem brio e o façam, mas duvido.
Este caso Kléber ainda não morreu. Não esqueçam que o Marítimo accionou o direito de opção na compra do jogador e comunicou o facto à FIFA.

Querias o quê?

Vê-se mesmo que ainda agora chegou ao mundo do futebol.
Uma coisa que acontece com o Benfica desde sempre, inclusivé pela equipa dele, parece que só agora ele repara nisso em relação ao FC Porto.
A propósito do jogo de domingo com o Braga, «A tarefa é complicada e André Villas-Boas não se tem cansado de avisar que os adversários preparam-se cada vez melhor para anular os pontos fortes da sua equipa. Essa é uma das razões que, no seu entender, explica uma relativa quebra de rendimento no início deste ano.» (in Record)
Mas será que vai ser mesmo difícil, ou é apenas bluf?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ARQUIVO DO BLOG

Prémio Relíquia da Internet

Prémio Relíquia da Internet

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Adaptado por Blogger Benfiquista

Blog do Manuel © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO