Época 2015/16

Época 2015/16

O "roubo" que não foi noticiado

«O Benfica ultrapassou o FC Porto na corrida para a contratação de Lima. Pelo que o CM apurou, o jogador de 29 anos (três golos em dois jogos pelas águias) estava reservado por Pinto da Costa desde Março para colmatar a saída de Hulk.

No entanto, os dragões perderam o timing da contratação, depois de terem recusado uma primeira proposta do Zenit pelo ‘Incrível’, feita quase em cima do fecho do mercado (31 de Agosto). Só nos primeiros dias de Setembro é que o Zenit aceitou pagar os 40 milhões exigidos pelo FC Porto. Nessa altura, nem o brasileiro nem os portistas esperavam nova investida dos russos. O jogador, aliás, já tinha acertado a renovação pelos dragões, onde iria ganhar 4,5 milhões de euros por ano.
Perante o impasse da situação de Hulk, o Benfica avançou em força para Lima, para colmatar a saída de Cardozo, que esteve a um passo do Fenerbahçe, da Turquia, e fechou o negócio no último dia do mercado (31 de Agosto), por 4,5 milhões de euros. O avançado, que marcou 20 golos em 2011/12, tantos como Cardozo, terminava contrato com os minhotos em Junho de 2013 e esteve para sair em 2011 para o Besiktas. Os turcos, porém, colocaram três milhões na mesa, e António Salvador, líder do Sp. Braga, recusou.
Pelo que o CM apurou, Pinto da Costa não ficou nada contente por Lima ter acabado por ingressar no rival Benfica, e as relações com o seu homólogo bracarense esfriaram.»

Estranhamente este "roubo" não foi noticiado na imprensa desportiva.

Entrevista do vice João Coutinho

Disse e não se enganou. "2012 será um ano muito importante para as modalidades do Benfica". João Coutinho, vice-presidente do emblema da Luz, falou novamente ao nosso site, sobre as modalidades do Benfica, que na temporada passada conquistaram vários títulos nacionais. O dirigente encarnado promete que o Benfica tudo fará para continuar na senda das vitórias. Mostra fair-play e afirma que a desistência do FC Porto e do Barreirense em basquetebol é uma pena para a modalidade.
 
Modalidades.com.pt: Comecemos pelo futsal. O Benfica ganhou tudo o que havia para ganhar no plano interno, na época passada. O que pode prometer aos sócios e simpatizantes do Benfica nesta modalidade que acolhe cada vez mais adeptos?
 
João Coutinho: O que a nossa equipa de futsal pode prometer aos sócios e simpatizantes é continuar a ser muito competitiva a nível interno ganhando todas as competições nacionais. Já ganhamos a Supertaça, mas o nosso grande objectivo é a renovação do titulo nacional e também a conquista da Taça de Portugal. Não podemos deixar de lembrar a todos que a modalidade fez 11 anos de vida no Clube e é já o clube português com mais títulos nesta modalidade. Somos também o único Clube português a ter no seu palmarés a conquista de uma UEFA FUTSAL CUP.
 

"Não podemos deixar de lembrar a todos que a modalidade fez 11 anos de vida no Clube e é já o clube português com mais títulos nesta modalidade"

 
O Benfica sem Ricardinho fica mais fraco para sonhar com uma nova conquista da UEFA Futsal Cup?
 
Claro que não. Já sabíamos de antemão que o Ricardinho este ano não estaria no nosso plantel e a reorganização do plantel para esta época foi feita já nesse sentido. Os altletas que entraram no plantel tornaram-no mais forte e coeso ao nível daquilo que o nosso treinador pretendia e estamos na Ronda de Elite que vamos disputar na Geórgia, bem longe de casa contra um grupo de equipas bem equilibrado, onde daremos tudo para nos apurar-mos uma vez mais para a Final Four e aí tudo será possível. Volto a referir que este ano estão reunidas as condições para podermos voltar a ganhar esta competição.
 
No Basquetebol a equipa do Benfica perdeu esta época o seu maior rival - o FC Porto - que desistiu por razões financeiras. Pergunto-lhe se teme que esta situação se possa vir a verificar com o Benfica nos próximos anos?
 
Realmente este ano o Campeonato Nacional de Basquetebol, perdeu o FC Porto e o Barreirense que eram clubes com grande historial no basquetebol nacional. É uma pena e quem fica a perder é o basquetebol nacional. Nós no Benfica desde há muito tempo que nos habituamos a não gastar acima das nossas possibilidades e a cumprir rigorosamente os orçamentos de ano para ano. Dai poder dizer-lhe que nem no basquetebol, nem em outra qualquer modalidade uma situações destas de desistência poderá acontecer. Pelo menos enquanto a nossa direção estiver em funções. Também dizer-lhe que o profundo trabalho que estamos a fazer na formação das nossas modalidades em geral visa num curto espaço de tempo dotar os plantéis seniores das nossas equipas com atletas oriundos da nossa formação e como tal mais baratos e ao mesmo tempo garante da sustentabilidade de todas elas.
 

"Nós no Benfica desde há muito tempo que nos habituamos a não gastar acima das nossas possibilidades e a cumprir rigorosamente os orçamentos de ano para ano"

 
Apesar da desistência do FC Porto, considera que os adeptos da modalidade vão ter um campeonato competitivo?
 
Sim, o campeonato vai ser de certa forma competitivo e bem disputado. O Benfica tem obrigação de entrar em todas as competições para ganhar e vai fazê-lo de certeza. Mas não podemos deixar de referir que o basquetebol nacional perdeu visibilidade e impacto mediático, pois equipas como o FC Porto e também o Barreirense tinham um historial nesta modalidade e habituavam os adeptos do basquetebol a verem-nas nos momentos decisivos das competições internacionais. De qualquer forma o Benfica entrará em campo para ganhar todos os jogos e com o excelente plantel que temos este ano, prometemos espectáculo e ajudar a promover esta modalidade não a deixando cair no esquecimento. 
 
modalidades
João Coutinho com a equipa campeã de basquetebol 2011/12
Na última temporada o Benfica venceu o título em pleno Dragão Caixa e toda a gente viu as imagens. Considera que o Benfica, enquanto instituição centenária, e o treinador da equipa, Carlos Lisboa, contribuiram para o engrandecimento da modalidade? 
 
Claro que sim, porque o que se tem de realçar é que os 5 jogos do play-off final do campeonato, foram grande jogos de basquetebol, bem disputados, com pavilhões cheios de adeptos, contribuindo para a promoção da modalidade e honrando os 2 melhores clubes a praticar basquetebol em Portugal. Tudo o resto tem de ser menos importante. Eu acompanhei a equipa em todos os jogos na Luz e no Dragão e muito podia dizer sobre situações que vivi na pele naquelas duas semanas e que não tendo visibilidade mediática nem sequer são discutidas na praça pública como algumas imagens televisivas a que se refere. Receber a taça de campeão nacional dentro de um balneário por não haver condições de segurança dentro do pavilhão para a receber não é grave e desprestigiante para a modalidade. Posso garantir-lhe que muitos factores podem ter contribuído para que situações que nada têm a ver com o jogo possam ter tido alguma demasiada exposição mediática, talvez até levadas ao extremo do normal e racional. Mas o que quero deixar bem claro é que nem a instituição Sport Lisboa e Benfica, nem o seu treinador Carlos Lisboa fizeram algo, no meu entender, que fosse por em causa o prestígio da modalidade ou sequer o respeito pelo seu clube ou pelo adversário. No calor da vitória para uns e da derrota para outros, há sentimentos que estão a flor da pele e que num momento em que se decide um título por um lançamento vêm ao de cima e levam por vezes a que se tomem atitudes irreflectidas e irracionais, mas depois tudo passa e o respeito entre instituições e colegas de trabalho vem ao de cima e prevalece. Foi um pouco de tudo isto que aconteceu. Só isso. Benfica e FC Porto estiveram no seu melhor e no fim acabamos por ser nós merecidamente a ganhar.
 

"Não lhe vou esconder que não concordamos com a forma com que se disputa o campeonato nacional [de voleibol] e também isso tem sido penalizador da forma com que trabalhamos"

 
No voleibol o Benfica tem "morrido na praia". Isto é, consegue chegar aos jogos decisivos, com épocas regulares de muito bom nível e, como no ano passado, não consegue ser campeão. Esta época, houve alguma preparação especial para estes jogos de negra, ou os responsáveis do Benfica consideram que perder dois anos consecutivos a final foi apenas infelicidade? 
 
Foram 3 anos consecutivos a perder na final. Acreditem o desgaste que isso nos cria internamente. São situações difíceis de explicar e muito difíceis de viver e digerir. Mas nós continuamos a acreditar na modalidade e nas pessoas que estão à frente da nossa equipa de voleibol e a prova disso é que todos os anos tentamos dotar o nosso plantel dos melhores atletas possíveis e criando a equipa técnica forma de superar os seus adversários e todas as adversidades que surgem ao longo da época. Também não lhe vou esconder que não concordamos com a forma com que se disputa o campeonato nacional e também isso tem sido penalizador da forma com que trabalhamos. Não há nenhuma preparação especial de forma a não se repetir este ano o que aconteceu nos últimos 3, há sim um compromisso entre todos os que compõem a equipa e a direção do clube de forma a que de uma vez por todas possamos chegar ao fim e consigamos ganhar o campeonato pois é a competição mais importante. Dia 5 vamos já tentar ganhar a Supertaça em Coimbra frente ao Sporting de Espinho e a Taça de Portugal é também um grande objectivo nosso.
 
Os reforços Vinhedo, Reffati e Margarido estão já a adaptar-se à equipa do Benfica?
 
Em relação aos reforços Vinhedo, Reffati e Raphael Margarido, estão perfeitamente entrosados já no espirito da família benfiquista. No balneário reina um clima de paz e com um ambiente fantástico o que torna a adaptação ao grupo .
 
No andebol, o Benfica conta por vitórias os jogos realizados esta temporada. Já venceu a Supertaça neste mês de Setembro. Joga amanhã o primeiro clássico na Luz contra o FC Porto. O que se pode esperar desta modalidade este ano?
 
O andebol, tem este ano, no meu entender o mais equilibrado plantel das últimas três épocas. A juntar a isso o plantel está feito à imagem do nosso treinador. Todos os atletas contratados foram primeiras escolhas do nosso treinador e fazem parte do projecto que nos apresentou de forma a ter uma equipa competitiva em todos os sectores da sua estruturação. O grande objetivo desta época é a conquista do campeonato nacional e também de todas as provas nacionais que iremos disputar. Já ganhamos a Supertaça onde vencemos os jogos que disputamos contra o FC Porto e o Sporting, o que nos dá garantias de estarmos no bom caminho. Será um campeonato longo, onde a regularidade é muito importante, há muito boas equipas mas nós estamos preparados para fazer um campeonato muito forte.
 
O Benfica já não é campeão nacional de andebol desde a época 2007/2008. Venceu a Supertaça dois anos consecutivos. Internacionalmente o Benfica chegou, no ano passado, à final da Taça Challenge. Está nesta temporada na Taça EHF. Vamos ter um Benfica europeu forte este ano?
 
Vamos de certeza ter um Benfica muito forte nas Europa. A equipa está estruturada para ter um permanente equilíbrio em todos os seu sectores, sempre com mais do que um jogador para cada posição, o que permite a equipa técnica ter muitas e variadas opções de jogo e ao mesmo tempo ter uma equipa que dificilmente acusará o cansaço e o desgaste de estar em tantas competições ao mesmo tempo.
 

"O hóquei em patins é hoje no Benfica uma modalidade exemplo"

 
No hóquei em patins o Benfica empatou em número de títulos com o FC Porto no ano passado. O plantel do Benfica tem qualidade para fazer uma boa campanha europeia e renovar o título nacional?
 
Claro que sim. O hóquei em patins do Benfica vive um grande momento, em especial nos últimos três anos que culminou com a conquista do titulo nacional que fugia há muitos anos. Fruto de um grande trabalho de restruturação da modalidade no clube, o hóquei em patins é hoje no Benfica uma modalidade exemplo, seja ao nível da formação seja ao nivel da sua equipa sénior. Não posso deixar de salientar que a juntar a todas as equipas que temos em todos os escalões de formação, este ano criámos uma equipa sénior feminina e criámos uma equipa B de forma a que os nossos atletas oriundos dos juniores possam ter espaço de crescer dentro da nossa casa e vestindo a camisola do Benfica. A nível nacional o nosso grande objectivo é revalidar o titulo de campeão e ganhar ao mesmo tempo a Taça de Portugal e já no próximo sábado a Supertaça. A nível europeu calhou-nos um grupo muito equilibrado de equipas, mas o nosso grande objectivo é passar à fase de grupos e apurar-mo-nos para os quartos-de-final e depois pensar em ir o mais além possível e se nos apurar-mos para a Final-Four é obrigação do Benfica ganhar.
 
Por: Décio Vigia e Carlos Esteves
Entrevista concedida ao site Modalidades.com.ptno dia 25 de Setembro.

Liderança recuperada

E o Rio Ave resolveu dar uma ajudinha para o Benfica recuperar a liderança.
Agora é preciso desperdiçar menos golos para não nos pormos a jeito das arbitragens habituais!
Mesmo sem Javi Garcia e Axel Witsel temos plantel suficiente para sermos campeões, se nos deixarem.
E por falar dos dois que saíram, o que me dizem das exibições dos seus substitutos? E do Melgarejo, que já calou toda a gente?

A falta de Hulk notou-se nos Arcos

E sem precisar de penáltis o Rio Ave empatou a dois golos com os azuis. É caso para perguntar a Maicon onde esteve a melhor equipa de Portugal.
Parabéns ao Bitó das Peras que a ganhar por 1-0 meteu o "Polvo" para defender o resultado e acabou por levar 2 golos, não perdendo por pouco!
Notou-se a falta de Hulk hoje, não só pelos seus remates de fora da área, mas sobretudo pelas quedas na área.

É preciso ter cuidado com os árbitros nos particulares

A equipa de basquetebol do Benfica jogou hoje em Espanha frente ao Cáceres que havia jogado na Luz no passado fim de semana.
Ontem tinha jogado contra o Avila e vencido por 70-61.
Cito José Tomaz, em declarações ao site do Benfica.
“Aconteceu algo que nunca tinha visto e o Benfica, em defesa dos seus jogadores, optou por sair de campo. A arbitragem teve uma série de decisões estapafúrdias e no final da primeira parte, o adversário já tinha beneficiado de 33 lances livres. Acalmou na segunda parte, mas na parte final recuperámos no marcador e inventaram faltas”, começou por lamentar.
Mas o dirigente “encarnado” acrescentou: “Porém, o mais incrível é terem assinalado uma falta a Betinho que não existiu, ele fica espantado e assinalam-lhe falta técnica, depois protesta e assinalam-lhe outra e consequente desqualificação, bem como a Miguel Minhava. Junta-se a isso a expulsão a Carlos Lisboa e no meio disto tudo teríamos de jogar os últimos três minutos com quatro jogadores e não nos sujeitámos a isso.”
Depois do que aconteceu em Dusseldorf, agora em Espanha. É preciso ter cuidado futuramente e não aceitar equipas de arbitragens da localidade.



Benfica B empata com o Leixões

A equipa B do Benfica consentiu mais um empate, desta vez contra o Leixões.
Foi a primeira vez que não conseguiu marcar nenhum golo neste campeonato, apesar de ter disposto de várias ocasiões para o conseguir.
Todos sabemos que o objectivo desta equipa é potenciar e rodar jogadores para a equipa principal, por isso André Almeida e André Gomes já foram promovidos, desfalcando-a. Acresce que o melhor marcador, Ivan Cavaleiro, voltou a não poder jogar pela segunda vez consecutiva, reduzindo a força atacante.
Apesar do empate e de não ter marcado, a equipa voltou a praticar excelente futebol, com alguns jogadores a confirmarem o seu valor, casos de Mika, Sidnei, Cancelo, Carole, Leandro e Rosa. Outros vão evoluindo, casos de Ascues, Luciano, Duarte e Cafú.

E vão 3 Supertaças esta época!

O Benfica conquistou a Supertaça de hóquei em patins ao vencer a Oliveirense por 9-5.
Golos de Marc Coy-2, João Rodrigues-2, Carlos Lopez-2, Cacau, Tuco e Luís Viana.
O Benfica entrou melhor e chegou aos 3-0. No entanto, a Oliveirense reagiu e chegou ao empate já à beira do intervalo.
Na 2ª parte, o Benfica voltou a entrar a todo o gás e chegou ao 7-3, acabando com as esperanças do adversário. Na parte final aconteceram mais dois golos para cada lado, alguns de livres directos. 
E vão 7 supertaças para a equipa sénior de hóquei em patins do Benfica.

Benfica B-Leixões ao vivo (online)

Assista online ao Benfica B-Leixões a contar para a 8ª jornada da Liga de Honra.

Link1, Link2, Link3

Onze titular do Benfica:
Mika; João Cancelo, Carlos Ascues, Sidnei, Carole; Luciano Teixeira, Leandro Pimenta, Miguel Rosa, Duarte Duarte, Elvis Araújo e Cafú.
Suplentes:
Bruno Varela, Victor Lindelof, João Faria, Luís Martins, João Mário e Cláudio Correa.

Ao intervalo: 0-0
Resultado final: 0-0

O Marquinho não conseguiu

Mais uma arbitragem manhosa, para não lhe chamar miserável, num jogo do Benfica.
As habituais faltas junto às laterais sempre contra, nenhuma a favor. Os adversários sentem o contacto e atiram-se para o chão.
Felizmente já tinha havido um lance para penálti na área pacense por falta de Cássio sobre Lima, talvez por isso não marcou na jogada em que Maxi e um adversário cairam na área do Benfica.
Ainda houve o corte com a mão a remate de Gaitán, sei que é muito perto, mas queria ver se fosse ao contrário, mais a agressão à cotovelada a Garay que saíu maltratado e com sangue na testa.
Pela amostra de hoje, a juntar às anteriores, se vê que o Benfica tem de ser muito superior aos adversários para ganhar os jogos.

Vitória suada, mas merecida

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer a equipa local por 2-1, depois de ter estado a perder, embora apenas durante cerca de 2 minutos.
Jogo difícil e muito disputado como se esperava, não só porque o adversário vende sempre muito cara a derrota em casa, como porque o campo é dos mais pequenos da principal Liga portuguesa. Continuando a jogar assim, vão dificultar a vida aos nossos rivais. O Sp. Braga que o diga porque já perdeu lá neste campeonato.
Lima surgiu a titular e foi o herói da partida ao marcar os dois golos que deram a vitória.
Gostei da atitude da equipa, excepto no lance do golo do Paços. Muito espírito de luta de todos, mesmo dos mais tecnicistas.
Pena os falhanços de Enzo, de Lima e de Salvio, este por duas vezes, na cara do guarda-redes.

Paços de Ferreira-Benfica online (ao vivo)

Assista online ao Paços de Ferreira-Benfica a contar para a 5ª jornada da Liga Zon Sagres.


Onze inicial do Benfica:
Artur; Maxi (cap.), Jardel, Garay e Melgarejo; Matic, Enzo Pérez, Salvio e Nolito; Rodrigo e Lima.
Suplentes:
Paulo Lopes, Miguel Vítor, Luisinho, André Almeida, Bruno César, Gaitán e Carlos Martins.

Começou o jogo, mas com cerca de 3 minutos apagou-se a luz. Malapata do Benfica com as faltas de electricidade!
O jogo recomeça e aos 7 minutos com a defesa do Benfica a dormir, o Paços marca por Cícero.
Aos 8 minutos Lima empata para o Benfica depois de defesa incompleta de Cássio a remate de Matic.
Falhanço incrível de Salvio aos 44 minutos!
Ao intervalo: 1-1
Entrou Gaitán no recomeço para o lugar de Nolito.
Gaitán remata e bola na barra do Paços aos 50 minutos.
Entra Carlos Martins para o lugar de Matic aos 66 minutos.
Lima bisa e faz o 2-1 para o Benfica, aos 71 minutos.
Resultado final: 1-2

Preocupante!

É preocupante o chumbo do Relatório e Contas do Benfica.
Todos sabemos que independentemente dos números, já foram aprovados bem piores, o que originou o chumbo foi a contestação a Luís Filipe Vieira e sua equipa.
Não estive presente na Assembleia desta noite por isso não posso tecer grandes considerações, mas estou preocupado. Não tanto com os números, mas com o futuro já que as eleições estão à porta e não existe nenhum candidato além do actual presidente.
Li na blogosfera benfiquista alguns posts sobre o assunto e discordo totalmente da forma como a Assembleia foi descrita em alguns porque me revejo mais nesta, nesta ou nesta forma de falar sobre o assunto.

Quem protege quem no País do Apito Dourado?

Não há condições, em Portugal, para a arbitragem ser independente. É um jogo de equilíbrio, semana a semana. O rato parido pelo Apito Dourado continua no topo da montanha a fazer estragos. Não há coragem. Há apenas ‘teatro’ e hipocrisia.
(artigo completo aqui)
E está tudo dito!

E a Fundação PortoGaia consumiu 4 milhões

Graças ao Blog amigo Futebol Total descobri este documento que mostra os fins que levaram à constituição, mas que foi desvirtuada pelas mentes brilhantes dum presidente de Câmara, que agora se vai candidatar à Câmara do Porto (tão previsível, não é?) e um presidente de clube, para roubar os contribuintes. Vergonha!
(clique na imagem para aumentar)

E ainda dizem que não vetam árbitros

Para os adeptos portistas o Benfica é que "chora" com as arbitragens, mas todos sabemos que é conversa fiada pois todos ouvimos o chorão Bitó das Peras no final do jogo com o Gil Vicente na época passada. Quem era o árbitro? Bruno Paixão!
Esta época, novamente contra o Gil, o mesmo Bitó queixou-se dos agarrões na área do Gil. Quem era o árbitro? Duarte Gomes!
Coincidência das coincidências, nos dois únicos jogos em que terão sido de alguma forma prejudicados, protestaram e agora fizeram isto.

FC Porto: Reunião secreta para vetar Duarte Gomes e Bruno Paixão

O FC Porto vetou os árbitros Duarte Gomes e Bruno Paixão. Segundo soube o CM, no dia 14 de Setembro, o nº 2 dos dragões, Antero Henrique, esteve em Lisboa e reuniu-se com o presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da FPF, Vítor Pereira, o ‘vice’ Antonino Silva e o vogal Lucílio Baptista. Luís Guilherme (vogal) também foi convidado, mas, de acordo com as fontes contactadas, recusou, por entender que o CA não deve ter reuniões secretas com os representantes dos clubes.
De acordo com as fontes contactadas, a reunião foi pedida pelo FC Porto, e além da conversa ter abordado várias questões sobre o estado actual da arbitragem nacional, o ponto forte foi mesmo os internacionais Duarte Gomes e Bruno Paixão. Antero sublinhou várias vezes que não os quer ver nomeados para os jogos do FC Porto.
Esta época, apenas Duarte Gomes já dirigiu os portistas: foi na deslocação ao Gil Vicente (0-0, na 1ª jornada) e, no final, a sua actuação foi contestada pelo técnico Vítor Pereira: "Valeu tudo na área do Gil, nos cantos e livres a nosso favor. Vi pelo menos dois jogadores, Kléber e Mangala, a serem agarrados."
O CM tentou contactar Antero Henrique, mas o director-geral da SAD portista não atendeu o seu telemóvel.

Benfica vence Porto em andebol

O Benfica venceu o jogo da 3ª jornada do campeonato nacional de andebol por 28-27.
Jogo impróprio para cardíacos em que o Benfica esteve mais tempo na frente do marcador, embora o último minuto tenha sido louco. 
Faltavam 42 segundos e os azuis tinham a posse de bola, mas não conseguiam rematar, depois Dario Andrade é expulso por falta sobre um portista, a seguir o árbitro transforma um livre de 9 metros num de 7 contra o Benfica e a bola vai ao poste, fazendo-se justiça.
Toda a equipa esteve bem, mas o destaque maior vai para o guarda-redes espanhol Vicente Álamo. E ainda diziam alguns que não precisávamos de guarda-redes porque tínhamos Ricardo Candeias e João Ferreirinho, só que o Ferreirinho ainda não está em forma depois da grave lesão no início da época passada e agora foi a vez do azar para Candeias que vai parar durante uns meses.

Acompanhe o Benfica-FCP em andebol online

Assista ao Benfica-Porto a contar para a 3ª jornada do campeonato nacional de andebol online.

Link1, Link2,

Ao intervalo o Benfica vence por: 17-16
Excelentes exibições de Vicente Álamo, a defender vários remates, e o pivot José Costa a marcar.
Resultado final: 28-27

Marco Ferreira, estamos de olho em ti!

Já é conhecido o homem do apito para o jogo de 6ª feira entre o Benfica e o Paços de Ferreira. Chama-se Marco Ferreira e vive na Madeira.
Não é dos piores, mas já aprontou algumas contra o Benfica. Estamos de olho nele!

Para quem entende de linguagem labial


E diz-se benfiquista

Tenho lido com frequência os artigos dum jornalista que se julga o suprasumo que invariavelmente critica o Benfica em tudo. Ah, e defende sempre os árbitros.
Desde que o homem não foi aceite para o departamento de comunicação do Benfica nunca parou de criticar o "seu" clube.
Enquanto os jornalistas simpatizantes do clube que veste de azul o defendem com unhas e dentes, os que se dizem benfiquistas normalmente estão sempre a deitar abaixo. Irra que já mete nojo o homem!

Investiguem tudo por favor

Oxalá a LPFP investigue tudo e não apenas as declarações de Rui Gomes da Silva.
Investiguem o porquê das declarações e por favor investiguem também a arbitragem toda.
Mas  sei que infelizmente isso não acontecerá porque não têm coragem.

É cá uma sorte

Realizou-se hoje o sorteio da Taça de Portugal em que já participam as equipas da 1ª divisão.
O Benfica tem um jogo relativamente fácil em Freamunde, actual último classificado da Liga de Honra, enquanto o Sporting tem tarefa mais difícil porque se desloca a Moreira de Cónegos para jogar com o Moreirense (da 1ª Liga) e o FCP como sempre apanhou a pera mais doce, o Santa Eulália de Vizela, da 3ª divisão, que na prática corresponde à 4ª porque pelo meio existe a 2ª B.
E ainda dizem que a história das bolas frias e quentes é uma treta. Se é, então é cá uma sorte!

Acho uma piada ...

Aos que dizem que Xistra não tem culpa dos golos desperdiçados.
Quantos jogos passíveis de darem goleada se tornam difíceis? 
Qual a equipa que não falha golos?
Então e porque não ser sério pois sem os penáltis o Benfica ganhava o jogo?

E tal como se esperava ...

O presidente dos árbitros sacode a água do capote!
Estou curioso para ver o que dirá Rui Gomes da Silva daqui a pouco no programa de debate em que participa.

Benfica reage à vergonhosa arbitragem de Xistra

Afinal o Benfica está atento, ao contrário do que muitos benfiquistas do contra gostam de afirmar, e já reagiu ao "roubo" premeditado de Carlos Xistra em Coimbra.
E agora o que fará Vítor Pereira, o presidente dos árbitros? Por experiências anteriores, não fará nada e siga a banda com mais uma encomenda de faixas para o clube do costume que só sobrevive graças a estes esquemas dos árbitros.
Rui Gomes da Silva foi quem deu a cara e disse que o presidente dos árbitros foi avisado que o Benfica poderia ser prejudicado em Coimbra.
"Gostava de perguntar ao senhor Vítor Pereira se é ele que manda nas nomeações dos árbitros ou se é o senhor Antonino Silva, que tem uma intimidade muito grande com os dirigentes do FC Porto. E quem manda nas nomeações dos observadores, é Vítor Pereira, ou é o senhor Domingos Gomes... Se assim for, só tem uma opção, é demitir-se."
Ficará tudo na mesma? Pago para ver!

E a roubalheira continua

Época após época, umas vezes mais cedo, outras mais tarde, as arbitragens puxam o Benfica para trás com uma falta de vergonha escandalosa. E o que fazem os dirigentes para impedir? Nada!
Está mais que visto que com reclamações ou sem reclamações do Benfica é igual. Sempre que há uma chance, eles aproveitam. Ora é um choque, ora uma bola que bate no braço, tudo serve para marcar faltas e penáltis. Dois pesos e duas medidas nos critérios dos árbitros se compararmos com um certo freguês que vem colecionando títulos ano após ano.
Eles sabem que não podemos desistir das competições sob pena de descida de divisão, dos compromissos assumidos, etc. e vão gozando os fdp!
Até quando?

É preciso ir à bruxa!

O Benfica empatou (2-2) em Coimbra, depois de ter estado a perder por duas vezes, fez tudo para ganhar o jogo, mas a sorte foi madrasta.
Três bolas nos ferros da Académica, grandes defesas do guardião dos estudantes e um penálti mal assinalado por Xistra que deu o primeiro golo da partida a favor dos donos da casa, impossibilitaram que o Benfica saísse com a vitória.
Ninguém pode acusar os jogadores ou o técnico de não terem feito tudo para ganhar.
Dos 14 jogadores que estiveram em campo, apenas Bruno César esteve abaixo do que é capaz de fazer.
Uma palavra para o golaço de Lima que deu o empate.
Carlos Xistra mais uma vez foi o protagonista pela negativa num jogo do Benfica. Transformou um livre à entrada da área num penálti e marca um segundo quando o jogador da Académica se deixa cair na área ao sentir o pé de Garay. Vergonha!

Académica-Benfica ao vivo (online)

Assista online ao Académica-Benfica a contar para a 4ª jornada da Liga Zon Sagres.


Onze inicial do Benfica:
Artur; Maxi, Jardel, Garay e Melgarejo; Matic, Enzo Pérez, Salvio e Bruno César; Rodrigo e Cardozo.
Suplentes:
Mika, Miguel Vítor, Carlos Martins, Aimar, Gaitán, Nolito e Lima.

Com 4 minutos de jogo uma bola na trave e uma no poste, respectivamente por Cardozo e Rodrigo.
E Xistra no seu melhor! Transforma livre (falta de Maxi) em penálti contra o Benfica e a Académica na frente do marcador aos 26 minutos por Cissé.
Mais uma bola no poste da Académica após remate de Cardozo e defesa do guarda-redes a desviar para o poste e a não entrar.
Ao intervalo: 1-0
Nolito entrou no reinício para o lugar de Bruno César.
Penálti aos 48minutos a favorecer o Benfica por mão de Rodrigo Gallo e expulsão do mesmo. Grande jogada de Salvio e remate de Nolito cortado com a mão.
Entra Aimar para o lugar de Enzo Pérez, aos 65 minutos.
Cardozo transforma o penálti e empata o jogo, aos 50 minutos.
Outro penálti muito discutível contra o Benfica e golo de Wilson Eduardo para a Académica, aos 70 minutos.
Entra Lima para o lugar de Rodrigo aos 75 minutos.
Golaço de Lima! O Benfica empata de novo aos 86 minutos.
Resultado final: 2-2

Formação em grande!


Comemorando o 6º aniversário do Caixa Futebol Campus, o Benfica voltou a organizar o 2º Torneio "Youth Cup SLB".
Participaram equipas jovens de clubes muitos conhecidos internacionalmente.
E à excepção da equipa de júniores que não apresentou todos os seus melhores jogadores devido ao jogo do campeonato de hoje frente ao Portimonense, todas as restantes venceram os seus adversários e quase todas por números expressivos. Vejamos:
Júniores: Benfica-Batuque (Cabo Verde) 0-0
Iniciados A (sub-15): Benfica-Barcelona 3-2
Iniciados B (sub-14): Benfica-Atlético de Madrid 9-1
Juvenis A (sub-17): Benfica-Borussia Dortmund 3-1
Juvenis B (sub-16): Benfica-Manchester City 5-2
Contra 2 equipas espanholas, 1 inglesa e 1 alemã, os jovens benfiquistas arrasaram, marcando no mínimo 3 golos por partida, com a excepção atrás referida, em que a equipa cabo-verdiana se fechou lá atrás para não perder.
Neste momento o Benfica é o clube que melhor trabalha na formação e com as declarações do presidente, não tenho dúvidas que a breve prazo será o clube português de topo com mais portugueses na equipa principal.

De volta ao campeonato

Depois das competições europeias, o campeonato está de volta.
Agora a expectativa é ver se o Benfica tem ou não equipa para lutar pelo título visto que tem duas saídas difíceis onde empatou (Coimbra) e ganhou com dificuldade (Paços de Ferreira) na época passada.
Apesar das baixas no sector defensivo (Luisão temporária, Javi e Witsel definitivamente), creio que tem todas as condições para chegar à próxima janela de transferências incólume, ou quase, porque já jogou com o Sp. Braga, só joga com o Sporting lá para Novembro (já com Luisão) e com o FCP em Janeiro.
As declarações recentes do presidente indiciam que dificilmente iremos ter reforços em Janeiro a não ser que a necessidade seja muito grande e o preço acessível.

Bês vencem o Aves fora

A equipa B do Benfica voltou às vitórias na Vila das Aves. Depois do empate caseiro frente ao Tondela na 4ª feira, os miúdos reagiram bem e venceram (2-0) o Desportivo das Aves que ainda não tinha perdido neste campeonato, nem sofrido golos em casa e só tinha sofrido dois golos em 6 jogos.
Sem o titularíssimo Mika e o melhor marcador Ivan Cavaleiro, mas reforçado com André Gomes, os Bês fizeram uma excelente exibição na 2ª parte, período em que conseguiram os 2 golos.
O capitão Miguel Rosa voltou a marcar e já é o 2º melhor marcador da equipa com 3 golos, atrás de Ivan Cavaleiro com 5.

Desportivo das Aves-Benfica B

Assista online ao jogo Desp. das Aves-Benfica B a contar para a 7ª jornada da Liga de Honra.


Onze inicial do Benfica:
Bruno Varela; João Cancelo, Sidnei, Carlos Ascues e Carole; Luciano Teixeira, André Gomes, Leandro Pimenta e Luís Martins; Miguel Rosa e Cafú.
Suplentes:

Ivan Cavaleiro, o melhor marcador da equipa não joga!
Ao intervalo: 0-0
Miguel Rosa abre o activo para o Benfica aos 50 minutos.
Entra Cláudio Correa e sai Cafú aos 68 minutos e Duarte Duarte para o lugar de Luís Martins aos 72.
Cláudio Correa faz o 2º para o Benfica aos 74 minutos.
Entra Victor Lindelof para o lugar de André Gomes que ficou tocado num choque.
Resultado final: 0-2

Equipa B já dá reforços

Embora sem confirmação oficial, tudo indica que os jovens André Almeida e André Gomes foram promovidos ao plantel principal, o que se justifica face às saídas de Javi e Witsel.
André Almeida tem sido olhado com alguma desconfiança devido às prestações da época passada, porém é actualmente titularíssimo da equipa B e da selecção sub-21 na posição de médio defensivo.
Jogou contra o Celtic a lateral direito e cumpriu.
Dono dum bom pontapé como se viu no golo que marcou pela B ao União da Madeira, com 1,86 metros de altura e 22 anos feitos este mês, tem tudo para evoluir e se tornar num excelente jogador. Precisa só de ganhar músculo e de jogos!
André Gomes, com apenas 19 anos feitos em Julho e 1,88 de altura, só jogou ainda uns minutos no particular frente ao Bétis. Tem menos experiência que o André Almeida, mas muito potencial para desenvolver.

Ainda sobre o plantel

Qual o clube que se pode dar ao luxo de poupar os titulares das equipas A e B e ainda assim ter estes jogadores?
Benfica: Paulo Lopes; Maxi, Luisão, Miguel Vítor, Luisinho; Carlos Martins, Ola John (André Gomes), Bruno César e Nolito; Lima e Cardozo.
Benfica B: Copetti; Lindelof, Ascues (Alexandre Alfaiate), João Faria e Luís Martins (Daniel Martins); João Teixeira (Filipe Oliveira), Rafael Guzzo (Bernardo Silva) e André Gomes (Sancidino); Urreta, Duarte Duarte (Cornejo) e Kardec.
De todos estes jogadores apenas Bruno César, Nolito e Cardozo jogaram menos de 30 minutos em Glasgow e o jovem Duarte Duarte foi suplente utilizado pela equipa B ontem frente ao Tondela. 

Plantel desequilibrado?

Muita gente, benfiquistas incluídos, criticam os desequilíbrios do plantel do Benfica.
Aqui e ali até tem um ou outro desequilíbrio agravado com as saídas de Javi e Witsel. No entanto, a equipa B, mesmo com a falta de experiência de muitos jogadores, é uma excelente fonte de recrutamento para a equipa principal.
Porém, não é apenas o Benfica que tem esse problema. Ele existe nos azuis do Porto em relação à lateral esquerda e ao trinco, pelo menos, e existe até no Barcelona. 
No Barcelona? Pois é, a melhor equipa do mundo não tem substitutos da mesma categoria para Piqué e Puyol, que curiosamente estão ambos lesionados. Os substitutos são adaptados, casos de Mascherano (trinco) e Song.
Também o Real Madrid joga com um adaptado à lateral direita e não tem substitutos à altura para Pepe e Sérgio Ramos.
Por falar em adaptados, o que dizem do adaptado Melgarejo? Sabe ou não sabe defender?

Foi bom ou mau?

O empate do Benfica em Glasgow foi um bom ou um mau resultado? 
No final da 1ª parte era um bom resultado porque os escoceses pressionavam e não deixavam jogar, enquanto no final do jogo tenha sabido a pouco. Mas, se Jesus arrisca e perde o jogo seria massacrado.
Assim foi menos mal. Mau mesmo teria sido se o Spartak de Moscovo tivesse vencido em Barcelona.
Agora é mesmo imprescindível vencer em casa os jogos com o Celtic e o Spartak. Se possível também pontuar com o Barcelona.
Artur esteve bem.
André Almeida, contra as expectativas de muitos, fez uma boa exibição a lateral direito, sobretudo no aspecto defensivo.
Jardel também esteve bem a defender não comprometendo.
Garay foi o patrão na ausência de Luisão.
Melgarejo esteve muito bem a defender, calando os críticos, embora ofensivamente tenha sido menos incisivo que o habitual.
Matic, embora não tenha ainda muita rotina do lugar, ajudou bastante a defesa e não tenho dúvidas que continuará a melhorar.
Enzo Pérez fez o lugar de Witsel e embora não seja tão forte a defender e a segurar a bola, pode ser um bom substituto do belga desde que melhore o aspecto defensivo, já que no ofensivo tem tudo para o fazer esquecer.
Aimar mal conseguiu respirar na 1ª parte, mas subiu de produção na 2ª.
Salvio esteve menos influente que o habitual.
Gaitán fez o 1º jogo oficial a titular e parece estar em crescendo.
Rodrigo vagabundeou pela frente de ataque, parece ter sofrido um penálti, mas a defensiva escocesa não lhe deu uma nesga.
Cardozo, Bruno César e Nolito não acrescentaram muito à equipa, mas foram importantes porque obrigaram os escoceses a preocuparem-se com a defesa numa altura em que tentavam o tudo por tudo para vencer.

Sem correr grandes riscos

Jorge Jesus aprendeu com a primeira participação na Liga dos Campeões em que punha a equipa a jogar de peito aberto quer em casa, quer fora. Na época passada já não foi assim e pelo que se viu hoje é para continuar com a mesma atitude, jogar pelo seguro previlegiando em primeiro lugar não sofrer golos, especialmente fora.
O Celtic é uma equipa muito forte fisicamente, mas fraca em termos técnicos, por isso quase não deixou o Benfica jogar, especialmente na 1ª parte. Na 2ª já conseguiu aqui e ali criar oportunidades de golo.
O empate acaba por ser positivo até porque a equipa se apresentou muito remendada.

Celtic-Benfica ao vivo (online)

Assista online ao Celtic-Benfica a contar para a 1ª jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões da UEFA.


Onze inicial do Benfica:
Artur; André Almeida, Garay, Jardel e Melgarejo; Matic, Enzo Pérez, Aimar, Salvio e Gaitán; Rodrigo.
Suplentes:
Paulo Lopes, Miguel Vítor, André Gomes, Bruno César, Nolito, Lima e Cardozo.

Intervalo: 0-0
Entraram Cardozo, Bruno César e Nolito para os lugares de Aimar, Rodrigo e Gaitán.
Resultado final: 0-0

Empate injusto

A equipa B do Benfica empatou 2-2 com o Tondela de Vítor Paneira, que esteve na frente do marcador por duas vezes.
A equipa de Paneira está bem preparada e pratica um bom futebol, ainda assim o empate é lisongeiro porque o Benfica teve mais oportunidades flagrantes para marcar.
Sem André Almeida e André Gomes, a equipa acusou as ausências e não conseguiu produzir o futebol a que nos habituou. Só na 2ª parte com as alterações feitas por Norton de Matos é que a equipa melhorou.
Voltando a Paneira, no final da partida, afirmou que a equipa do Benfica é a melhor desta Liga.

Benfica B-Tondela ao vivo (online)

Assista online ao Benfica B-Tondela a contar para a 6ª jornada da Liga de Honra.

Link1, Link2, Link3

Onze inicial do Benfica:
Mika; João Cancelo, Sidnei, Mvom e Carole; Luciano Teixeira, Leandro Pimenta, Élvis e Miguel Rosa; Ivan Cavaleiro e Cláudio Correa.

O Tondela adianta-se no marcador aos 23 minutos, por Jô.
Miguel Rosa empata de penálti, aos 40 minutos.
Aos 44 minutos o Tondela adianta-se de novo no marcador por Tiago Barros.
Ao intervalo: 1-2
Cafú empata aos 83 minutos.
Resultado final: 2-2

Hoje há Champions, mas também os Bês!

O Benfica começa hoje a sua participação na Liga milionária. Espero que com vitória!
Mas, antes do jogo com o Celtic teremos os nossos jovens da B frente ao Tondela de Vítor Paneira.
Colocarei os links dos dois jogos aqui no Blog como é habitual. A menos que volte a ter problemas com a internet.

As minhas desculpas

Devido a problemas com a internet, estive privado de poder postar, responder a comentários, etc.
Pelo facto peço desculpa aos meus habituais leitores.

Aumentos na Champions

Porque pode ter escapado a notícia a alguns, veja o excerto abaixo dos novos valores a pagar pela UEFA aos clubes participantes na Liga milionária que começa hoje.

Por alguma razão se chama liga milionária à Liga dos Campeões... Além dos prémios de vencedor, a prova máxima de clubes da UEFA oferece verbas apetecíveis para uma simples vitória numa só partida da prova e até mesmo os empates rendem valores interessantes.
A saber: uma vitória na fase de grupos vale 1 milhão de euros, aos quais se acrescem os 8,6 milhões de euros resultantes da entrada em ação na fase de grupos. O empate numa partida da fase de grupos vale 500 mil euros, enquanto a derrota não dá direito a qualquer prémio.
Além dos prémios de cada partida, o apuramento para os oitavos-de-final rende 3,5 milhões de euros, passando a 3,9 em caso de passagem aos quartos-de-final e 4,9 nas meias-finais. O finalista da prova recebe mais 3,5 milhões, enquanto o vencedor é premiado com 10,5 milhões apenas pelo triunfo na prova.
Desta forma, 37,4 milhões de euros é o máximo que um clube pode ganhar nesta edição da Champions, isto se vencer as seis partidas da fase de grupos.
Em comparação com os prémios de 2011/12, regista-se uma ligeira subida em quase todos os patamares, menos no finalista, que recebe menos 1,9 milhões de euros (de 5,6 para 3,5). O máximo possível sobe 5,9 milhões de euros.

Números:
Fase2011/122012/13Diferença
Campeão910,5+ 1,5
Finalista5,63,5- 1,9
Meias-finais4,24,9+ 0,7
Quartos-de-final3,33,9+ 0,6
Oitavos-de-final33,5+ 0,5
Vitória na fase de grupos0,81+ 0,2
Empate na fase de grupos0,40,5+ 0,1
Entrada na fase de grupos7,28,6+ 1,4
Total máximo31,537,4+ 5,9

Basquetebol em risco

Não é o do Benfica, mas sim a modalidade na categoria sénior.
Além dos azuis nortenhos, embora estes com outras motivações, apesar de terem alegado também esse motivo, o Barreirense, clube histórico da modalidade, também acaba de desistir por falta de condições financeiras.
Já são menos duas equipas!
Enquanto o Benfica investe, quer no reforço da equipa, quer sobretudo na formação onde é campeão nacional sub-16, sub-18, sub-20 e séniores, os outros desinvestem o que é uma pena para quem gosta da modalidade como é o meu caso.

Melgarejo

O paraguaio Melgarejo, agora lateral esquerdo, renovou até 2018 e não 2016 como dizem alguns sites. E a cláusula de rescisão subiu de 20 para 30 milhões de euros!
Nada mais justo pois o rapaz estava a ganhar menos que alguns jovens da equipa B.
Apesar das críticas, ainda vai fazer esquecer o Coentrão!

Vamos lá senhora FIFA

Nunca se viu uma pressão tão grande por parte da imprensa desportiva (e não só) para que a FIFA alargue o castigo de Luisão à Liga dos Campeões.
A FPF ao enviar o processo à FIFA, ao que consta, não solicitou esse alargamento do castigo, no entanto, a imprensa não se cansa de criar suspense. 
Como sabemos que hoje em dia, graças à internet, tudo se sabe, quem sabe se isso não poderá influenciar a FIFA?
Eles querem lá saber se o árbitro mentiu, se Luisão teve intenção ou não, eles querem sim que o Benfica seja prejudicado.
E o que dizer dos adeptos do clube da fruta que têm a memória curta em relação ao que se tem passado com os seus jogadores e os árbitros e clamam por justiça. Castigue-se exemplarmente o Luisão que é um criminoso. Os Decos, os Joãos Pintos, os Paulinhos Santos, os Belluschi, esses não, são uns santinhos.

O "bandeirinha" confessou finalmente!

Finalmente o árbitro-assistente Ricardo Santos que deixou passar o fora-de-jogo descarado a Maicon na época passada veio confessar que errou.
Agora pergunto, porque não o fez mais cedo, até porque esse erro deu origem a um castigo a Jorge Jesus?
E assim se oferecem campeonatos!

Aí está um reforço inesperado

Afinal de contas e apesar de se ter apresentado com peso excessivo, o Benfica tem mais um reforço para a zona central da defesa e eventualmente para a posição de trinco. Sidnei é o seu nome!
É uma pena que um jogador da sua categoria não tenha cabeça.
Felizmente existe agora a equipa B que lhe permitirá jogar com regularidade e quiçá ser opção para a equipa principal.
Como a chamada "turma do chop" foi desmantelada, pode ser que ganhe juízo e comece a fazer a carreira que todos esperamos.

Porquê?

Mais uma vez a Associação de Futebol do Porto homenageia um árbitro doutra Associação. Porquê?
Seu nome Pedro Proença!

Benfica empata com 2ª parte em gestão de esforço

A equipa de andebol do Benfica empatou (27-27) com os suíços do Pfadi Winterthur, depois de ter ganho na Suíça há uma semana por 28-21, em jogo da 2ª mão da Taça EHF.
Ao intervalo o Benfica vencia por 17-11 mas acabou por gerir o esforço face ao jogo inaugural do campeonato na próxima 4ª feira frente ao ABC na Luz e acabou por ceder um empate.
Que venha o próximo adversário!

Saberemos responder em campo

Espero que o castigo a Luisão, a acrescentar aos de L.F. Vieira e Jorge Jesus, sirva para unir ainda mais os benfiquistas para apoiar a equipa a responder em campo à cambada de corruptos e hipócritas que enxameiam o futebol português.
Como já disseram (e bem) outros benfiquistas por esta blogosfera, a hipocrisia não tem limites.
Quando foram castigados os agressores dos stewards o castigo foi apenas interno, agora levantam-se "n" vozes a querer que o castigo se alargue à Liga dos Campeões.
Vale a pena ler alguns excertos do que escreveu o Abidos no Indefectível.
«... O jogo foi particular, o árbitro simulou claramente um desmaio, o árbitro não expulsou ninguém em campo, o relatório não foi assinado pelos Clubes, o árbitro no relatório não fala em agressão, o relatório médico da clínica Alemã que 'tratou' o árbitro no final da partida desmentiu as afirmações do palhaço apitador - aliás facilmente visionando as imagens, sem ser especialista médico, percebe-se que não existiu qualquer desmaio!!! Resumindo: um autêntico Circo, onde o jogador do Benfica é o único castigado!!!
O Luisão não devia ter feito o que fez, o Luisão devia ser castigado, mas nunca com o enquadramento de agressão, ou tentativa de agressão. Se o Luisão tivesse sido castigado com a justificação de Comportamento Negligente, ou Comportamento Anti-Desportivo, aceitava-se...
A falta de memória é um dos grandes problemas de muita gente... num País minimamente civilizado, no limite até podia-se aceitar a argumentação contra o Luisão, mas em Portugal, onde um jogador que atira uma bota a um árbitro leva 2 jogos de castigo; num País onde um jogador dá três peitadas consecutivas a um árbitro e leva um  amarelo; num País onde um bando de bandidos persegue um árbitro de uma baliza à outra, e nada acontece; num País onde um Apito Dourado deu em quase nada; num País onde uma manada de incendiários resolveu atear fogo a um Estádio e 1 anos depois nada foi decidido; num País onde um dirigente deposita dinheiro na conta bancária de um fiscal-de-linha e nada acontece; num País onde treinadores e dirigentes tentam condicionar as arbitragens às claras, todas as semanas, e ninguém é castigado; num País onde um grupo de jogadores resolve agredir ao murro e pontapé, cobardemente, 2 Stewart's, e no final são castigados, com 10% do 'tempo' da pena mínima, com qual foram condenados!!! Etc., etc., etc,... Numa Republica das Bananas chamada Portugal, este castigo 'exemplar' ao Luisão, é só mais uma das muitas palhaçadas, cometidas pelos chulos e corruptos doutores deste País, invertebrados nojentos... e depois ainda há quem vá na conversa!!!
A próxima fase da vergonha, é a pressão que vai ser feita ao nível da FIFA para alargar o castigo às competições europeias. Quando esta tarde foi anunciado o castigo, ler os jornaleiros com orgasmos múltiplos, afirmar a pés juntos, que o Luisão não podia jogar a Champions, foi somente, mais uma cena desta novela cheia de 'maus-caracteres' e xico-espertos... que nem se lembram que o castigo do 'mostrengo verde' ter tido efeito somente em Portugal!!!» ...

O castigo a Luisão

Luisão foi castigado com 2 meses de suspensão da actividade desportiva como sabemos. Em princípio será apenas nas competições internas, embora segundo ouvi estão a tentar que se estenda à Liga dos Campeões.
Ainda de acordo com o que ouvi, os castigos apenas se estendem às competições da UEFA quando se tratam de doping, corrupção desportiva, etc.
Dos 6 conselheiros que votaram, 1 votou vencido (Domingos Cordeiro) porque achou que devia ter sido enquadrado em acto de negligência e não no de agressão.
Ninguém de boa-fé pode afirmar que Luisão quis agredir o árbitro alemão.
Depois do castigo ao presidente e ao treinador, o capitão. Está visto, somos um clube de delinquentes, enquanto os outros são santinhos!


Rui Santos terá razão?

O regresso da Liga traz com ela um atractivo extra: como vão apresentar-se Benfica e FC Porto, depois de terem visto partir Javi Garcia e Witsel (no caso dos ‘encarnados’) e Hulk (no caso do FC Porto)?

Quem vai responder melhor à perda do maior desequilibrador (Hulk), ao melhor ‘trinco’ (Javi Garcia) e ao melhor ‘médio volante’ do campeonato português (Witsel)? Será o FC Porto ou o Benfica?

No jogo com o Nacional, da 3.ª jornada, na Luz, já se viu alguma coisa sobre a ausência do espanhol, substituído, curiosamente, pelo médio belga, no último jogo que realizaria com a camisola do Benfica. Quer isto dizer que Jorge Jesus, numa primeira análise, admitia substituir Javi Garcia por Witsel. Fazia algum sentido. Com o belga numa posição mais recuada, o meio-campo abriria mais facilmente um lugar para Carlos Martins ou Aimar, a permitir manter o ‘2’ da frente (Rodrigo + Cardozo, com Lima à espreita).

Com a venda do belga, a tarefa de Jorge Jesus, em termos de opções técnico-tácticas -- e só nesse plano -- ficou mais facilitada. O número de escolhas reduziu-se e o avanço de Matic para a posição ‘6’ passou a ser consensual. Não há, assim, melhor solução.

O Benfica, em tese, está mais pobre. Carlos Martins e Aimar são excelentes executantes, mas Jorge Jesus não soube aproveitar a embalagem que Martins evidenciara nos jogos da pré-época e ambos não são jogadores de ‘hora e meia’, o que pode obrigar a outro tipo de opções. Bruno César é diferente, mas também pode assegurar as ligações entre o meio-campo e o ataque, sem perda de eficácia nas transições defensivas. Assim como Gaitán, mas neste caso parece existir uma perda de confiança mútua entre treinador e jogador, o que pode complicar as coisas.

Este reaparecimento do Benfica na Liga vai ser muito importante. A vantagem é que os processos técnico-tácticos de Jorge Jesus estão muito bem identificados pelos jogadores e Carlos Martins e Aimar conhecem-nos particularmente bem. Também é importante perceber como vão ser as dinâmicas de balneário, sem Javi e Witsel. E como vai reagir o grupo ao castigo de Luisão, no campo e fora dele.

Em síntese: há demasiadas condicionantes que pairam sobre a equipa dos ‘encarnados’ e parece-me claro que o Benfica se atrasou na planificação desta temporada. Quando se tem consciência de que um clube como o Benfica está muito exposto ao mercado -- alguns dos seus jogadores valorizaram-se muito no passado recente, com JJ... -- é preciso gerar alternativas. Não me parece que o Benfica se tenha preparado para as saídas de Javi Garcia e Witsel, e ainda está tolhido nas alternativas a Maxi Pereira, Luisão e Garay.
Na questão do defesa esquerdo, o que se pode dizer é que o Benfica alimentou o risco. Não me parece que um verdadeiro candidato ao título consiga superar um tão vasto conjunto de anátemas. Mas, se o fizer, terá muito mérito nisso, sem esquecer a questão da assimilação do futebol de Lima, cujo sucesso terá sempre a ver com um eventual menor fulgor de Cardozo...

No caso do FC Porto, não se pode ficar satisfeito quando se perde o jogador mais decisivo da Liga. O FC Porto não tem mais nenhum futebolista parecido com Hulk. Sempre fui dizendo que jogadores como Hulk não abundam. Tem um perfil quase único. Em termos de ocupação do espaço, o FC Porto tem Varela, Atsu e James. Mas parece-me que só uma forma de o FC Porto superar, desportivamente, a saída do internacional brasileiro: aumentando a intensidade competitiva da equipa, no seu todo. O FC Porto tem jogadores para jogar a um ritmo mais alto, mas a verdade é que, a meio da época, pode pagar o preço da sobrecarga de Fernando, Moutinho e Lucho. E, sem Hulk a estabelecer a diferença, ou James passa a ser um desequilibrador em permanência ou o FC Porto vai ter de afirmar-se pela força do colectivo.

Parece-me evidente que o Braga, essencialmente, pode tirar partido desta ‘quebra de valor’ de FC Porto e Benfica, mas o Braga -- é bom não esquecê-lo... -- também perdeu o seu ‘Hulk’. Na verdade, o Braga sem Lima também é um Braga diferente -- a ver vamos com que nível de eficácia... Em relação ao Sporting, o jogo de sábado no Funchal vai dizer muita coisa... O Sporting também poderia aproveitar-se desta ‘quebra de valor’ dos seus rivais, mas o clube de Alvalade vive uma situação em que não está apenas dependente dessa quebra de valor dos adversários, mas essencialmente do que conseguir fazer em termos de realidade interna para não se enfraquecer ainda mais...

Em resumo: parece-me evidente que, ainda assim, com a Liga outra vez nivelada por baixo, o FC Porto tem menos problemas para resolver do que o Benfica. E isso pode fazer toda a diferença no final da época...

Concordo no geral com a análise, mas será mesmo assim?
Não é só o Benfica que tem um plantel algo desiquilibrado, o seu adversário directo também. Além do trinco, também a lateral esquerda não tem alternativa à altura e a dupla Moutinho/Lucho pode dar o "berro" ou lesionar-se.
Além de que o Benfica tem na "B" uma alternativa, ao contrário do seu rival.

Contabilidade criativa?

Porto ‘esconde’ vencimentos

A criação de uma nova empresa, cujos resultados não são consolidados nas contas da FC Porto SAD, permitiu à sociedade dos dragões retirar salários dos custos da sociedade.
De acordo com o Relatório e Contas relativo aos primeiros nove meses da época 2011/12, é possível verificar que a FC Porto – Serviços Partilhados (SP), criada em Março de 2011, tem como objectivo a "prestação de serviços de assessoria empresarial, administração e recursos humanos a todas as empresas do Grupo", sendo que os seus custos entram na rubrica de Fornecimentos e Serviços Externos. Aqui, a SAD registou custos de 26,8 milhões, uma subida de 10,6 milhões em relação aos mesmos meses da época 2010/11. E parte deste crescimento é justificado com "o pagamento dos serviços prestados" pela SP. A própria SAD admite que "parte dos funcionários, que estavam alocados às várias empresas" da SAD, transitaram para a Serviços Partilhados. Apesar desta transferência, o relatório diz que "verificou-se um aumento de 6% nos custos com o pessoal", que atingiram 31,5 milhões. 

Este clube não pára de nos surpreender!
Alguns enchem os bolsos, mas os adeptos não querem ver ... enquanto forem ganhando claro.
É daqui também que saem as propinas de "serviços externos" prestados ao clube, se é que me faço entender.

Patito Rodriguez e Victor Andrade

O jovem criativo argentino Patito Gonzalez, que já foi apontado ao Benfica, é reforço do Santos F.C. e jogou esta noite contra o Flamengo. Tem boa técnica e joga preferencialmente com o pé esquerdo.
O 1º golo do Santos foi marcado por um miúdo de 16 anos que já passou pelo Benfica quando tinha 11 anos. Seu nome, Victor Andrade!

Mais um capítulo da novela Luisão

Árbitro alemão caiu sem desmaiar

"Na análise do quadro evidenciado na queda e no período subsequente à mesma não resulta evidência clínica da perda de conhecimento do sr. Fischer" – esta é a conclusão do parecer do neurologista António Martins, que o Benfica enviou para o Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol, sobre o caso do empurrão de Luisão ao árbitro alemão Christian Fischer, no jogo com o Fortuna, a 11 de Agosto, em Düsseldorf.
António Martins frisou, ainda, que, de acordo com o vídeo e as imagens a que teve acesso, "não se observaram, nem foram necessárias manobras de reanimação" após o empurrão do central brasileiro.
"Não se observaram tentativas de aumento da vascularização cerebral, habitualmente utilizadas em situações de síncope ou desmaio, como por exemplo a elevação dos membros superiores", acrescenta o médico, que trabalha nos hospitais Amadora-Sintra e Cuf Infante Santo.
Noutro ponto, António Martins salienta que, quando o "doente refere perda de sentidos, é comum sugerir um internamento de 24 horas para vigilância". "O internamento foi proposto ao sr. Fischer, que assinou o termo de responsabilidade e ausentou-se do hospital", vincou.
Contactado pelo Correio da Manhã, António Martins afirmou: "Pediram-me um parecer técnico e escrevi o que tinha a dizer. Nada mais posso adiantar."
"SEM TONTURAS NEM VÓMITOS"
Horas depois de ter terminado o Benfica-Fortuna, aos 36', devido ao empurrão de Luisão, Christian Fischer deslocou-se a um hospital alemão. "Encontrava-se acordado e consciente, sem tonturas, sem mal-estar e sem vómitos", pode ler-se no relatório médico, citado no parecer de António Martins.

Quero ver qual vai ser o castigo que vai ser aplicado a Luisão!

Mais luta que futebol

O Benfica empatou (1-1) com o Bétis em Portimão.
Serviu este jogo para manter o ritmo competitivo, mas deixou a desejar no aspecto técnico, muito por culpa dos espanhóis que jogaram no limite da violência, às vezes mais que isso, perante a complacência do árbitro português Hugo Miguel que não mostrou nenhum amarelo. O único foi mostrado a Nolito por ter reagido a uma entrada violenta.
Miguel Vítor não conseguiu fazer esquecer Maxi, especialmente no aspecto ofensivo, embora todos saibamos que isso é quase impossível, a não ser que encontrasse pela frente um adversário muito fraco, o que não foi o caso.
Matic cumpriu muito bem no lugar que era de Javi, outra coisa não era de esperar.
Aimar esteve ao seu nível, embora numa posição mais recuada antes desempenhada por Witsel.
Os jovens André Almeida e André Gomes entraram bem na equipa, embora face às características do jogo não tenham jogado ao nível que têm mostrado na equipa B. Em todo o caso, André Almeida, mesma a lateral direito mostrou-se outro jogador em relação à época passada.
Se eu fosse o Jorge Jesus teria dúvidas entre ele e Miguel Vítor para o jogo com o Celtic da Liga dos Campeões a realizar daqui a uma semana.
Lima fez a sua estreia pelo Benfica. Movimentou-se bastante, tentou marcar, mas não foi feliz.
Uma palavra para o regresso de Gaitán que além do golo fez uma boa exibição.

Benfica-Bétis online

Assista online ao Benfica-Bétis a partir das 19,30 horas portuguesas, que se realiza em Portimão.

Link1, Link2

Onze inicial:
Artur; Miguel Vítor, Luisão, Jardel e Melgarejo; Matic, Aimar, Salvio e Gaitán; Rodrigo e Lima.

Suplentes:
Mika, Luisinho, André Almeida, André Gomes, Bruno César, Nolito e Ola John.

Ao intervalo: 0-0

Entram para a 2ª parte André Almeida e Nolito, saem Miguel Vítor e Salvio.
Menos de 1 minuto de jogo e Gaitán marca o 1º do Benfica nesta partida.
Sai Aimar e Melgarejo e entram André Gomes e Luisinho.
Sai Rodrigo e Gaitán, entrando Bruno César e Ola John.
O Bétis empata aos 68 minutos.
Resultado final: 1-1

Paços-Benfica numa 6ª feira?

Embora sem confirmação oficial (site do Benfica e da LPFP), li aqui que o Paços de Ferreira-Benfica será na 6ª feira, dia 28 de Setembro, pelas 21 horas.
Compreende-se face ao jogo de 3ª feira, dia 2 de Outubro, na Luz frente ao Barcelona.
Até lá, teremos então:
Hoje (12/9) - Benfica-Bétis (particular)
Dia 19/9 - Celtic-Benfica (Liga dos Campeões)
Dia 23/9 - Académica-Benfica (4ª jornada Liga)
Dia 28/9 - Paços de Ferreira-Benfica (5ª jornada da Liga)
Dia 2/10 - Benfica-Barcelona (Liga dos Campeões)

E hoje há Benfica

Campeonato parado por causa das selecções e também devido aos jogos da Taça de Portugal com equipas da 2ª Liga, obrigam os clubes da 1ª Liga a ficar 15 dias sem competição.
Se a paragem do passado fim de semana se compreende, já não se compreende que se páre mais um fim de semana apenas porque há jogos da Taça para equipa da Liga de Honra.
É possível que tal facto seja em benefício dos clubes que competem na Europa e que têm jogadores nas selecções sul-americanas, mas ainda assim é muito tempo de paragem.
O Benfica foi o único "grande" que agendou um jogo com um adversário competitivo (Bétis) para esta 4ª feira e felizmente para os benfiquistas existe a Benfica TV que nos permitirá ver este amigável.
Sem Maxi, Garay, Matic, Enzo Pérez, Rodrigo e Cardozo, Jesus aproveitará para testar o novo reforço Lima, bem como provavelmente o jovem André Gomes do plantel da B.
Estou curioso para ver estes dois jogadores!
O jogo será no Algarve e começa às 19,30 horas, com transmissão na Benfica TV.

Miguel Vítor ou João Cancelo?

Segundo noticia a imprensa Jesus está a preparar Miguel Vítor para substituir Maxi Pereira, impedido por castigo, no jogo contra o Celtic a disputar no próximo dia 19.
Maxi foi expulso por acumulação de amarelos no jogo da 2ª mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões da época passada.
Miguel Vítor já jogou pontualmente na posição de lateral direito apesar de ser central de raíz.
João Cancelo é o lateral direito da equipa B e tem feito excelentes exibições na Liga de Honra.
Na vossa opinião, quem deveria ser utilizado no lugar de Maxi?
Eu deixo a minha aqui.
Com Miguel Vítor a equipa ganha músculo e maior segurança defensiva, com João Cancelo ganha mais ofensividade. Porém, como o jogo é fora e contra um adversário da Champions, talvez seja melhor opção Miguel Vítor.

Todos os jogadores do Benfica

Posição
Qtd
Plantel PRINCIPAL
Qtd
Plantel
EQUIPA B
EMPRESTADOS
SEM CLUBE
Guarda-redes
1
Artur
1
Rafael Copetti
1 Oblak
Rio Ave
-
2
Júlio César
3
Mika
2
Bruno Varela
4
Paulo Lopes
Lateral direito
5
Maxi
3
Bruno Gaspar
-
-
-
4
João Cancelo
5
Victor Lindelof
Lateral
esquerdo
6
Luisinho
6
Carole
-
-
Shaffer
7
Melgarejo
7
Daniel Martins
8
Luis Martins
Defesa Central
8
Luisão
9
João Faria
2 Leo Kanu
Ponte Preta
Fábio Faria

Andrei Silva
10
Sidnei
9
Jardel
11
Fábio Cardoso
10
Miguel Vítor
12
Ghislain Mvom
3 Roderick
Dep.Corunha
11
Garay
13
Carlos Ascues
Médio Defensivo / Médio Centro
12
Matic
14
Leandro Pimenta
4 Airton
Flamengo
-
15
André Gomes
16
André Almeida
5 Nuno Coelho
Aris Salonica
17
Luciano Teixeira
Extremo / Ala Direito / Esquerdo
13
Enzo Pérez
18
Ernesto Cornejo
6 Rúben Amorim
Sp.Braga
Urreta
14
15
Nolito
Salvio
19
Ivan Cavaleiro
20
Hélder Costa
16
Ola John
21
Filipe Oliveira
7 J. Luís Fernandez
Olhanense
Alípio
17
Nico Gaitán
22
Dérlis Gonzalez
23
Duarte Duarte
Médio Ataque
18
Pablo Aimar
24
Élvis
8 David Simão
Marítimo
-
9 João Amorim
Trofense
25
Rúben Pinto
10 Nelsinho
Fátima
19
Carlos Martins
26
Miguel Rosa
11 Diego Lopes
Rio Ave
20
Bruno César
12 Felipe Menezes
Sport Recife
Avançado
21
Cardozo
27
Cafú
13 Jara
San Lorenzo
-
14 Yannick Djaló
Toulouse
22
Rodrigo
28
João Mário
15 Rodrigo Mora
River Plate
16 Djaniny
Olhanense
23
Lima
17 Nélson Oliveira
Dep.Corunha
29
Cláudio Correa
18 Manuel Liz
Fátima
24
Kardec
19 Hugo Vieira
Sp.Gijon
TOTAL =  24 + 29 + 19 + 5 = 77 jogadores
É um pouco estranho não terem sido colocados, nem integrados, os jogadores Shaffer, Andrei Silva, Urreta e Alípio. Fábio Faria estava no Rio Ave e teve um problema cardíaco na época passada.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ARQUIVO DO BLOG

Prémio Relíquia da Internet

Prémio Relíquia da Internet

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Adaptado por Blogger Benfiquista

Blog do Manuel © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO