Época 2015/16

Época 2015/16

Matic

Mesmo sem o ter visto jogar, apenas pelo que vi no vídeo que aqui coloquei quando se falava que seria moeda de troca na transferência de David Luiz para o Chelsea, disse que achava que viria a ser um grande jogador e não foi pela sua altura.
Via-se no vídeo que circulava no YouTube que tinha técnica e um belíssimo pé esquerdo, o que aliado à sua altura fazia prever um grande futuro.
Muitos benfiquistas torceram o nariz após os primeiros jogos dele. É preciso não esquecer que ele não era um trinco antes de chegar à Luz.
Jorge Jesus resolveu adaptá-lo à posição para ser alternativa a Javi Garcia. E a adaptação começa a dar resultados.
No sábado jogou os 90 minutos e fez a sua melhor exibição com a camisola encarnada frente ao Olhanense.
Prepara-se para ser mais uma vez titular na 4ª feira frente ao Basileia devido à lesão de Javi.

Del Bosque quer evitar 'fuga' de Rodrigo

Rodrigo Moreno tem-se destacado nos últimos jogos do Benfica, mas a sua reputação há muito que passou a fronteira. Nascido no Brasil, há dez anos que está na Europa, tendo sido acolhido por Espanha, para onde o seu pai foi trabalhar. É já internacional sub-21 por Espanha, mas ainda pode optar por representar a selecção brasileira.
Confesso que desconhecia que ainda podia optar pela selecção brasileira.
Face a esta possibilidade, parece que o seleccionador espanhol Del Bosque se prepara para lhe dar uma chance para prendê-lo à selecção espanhola.
Rodrigo pode até não passar de promessa, mas pelo que se tem visto nos minutos que leva com a camisola do Benfica, bem como com a camisola de Espanha (sub-20 e sub-21) parece não haver dúvidas que estamos na presença dum futuro craque.
Alguém ainda se lembra dos falados 6 milhões supostamente dados por ele? E digo supostamente porque se bem me lembro na altura o Benfica era obrigado a comunicar à CMVM todas as contratações a partir de 5 milhões de euros.

Espectacular vídeo

Vale a pena ver!

Um olhar sobre as modalidades de pavilhão

O Benfica possui excelentes equipas em todas as modalidades de pavilhão.
Já na época passada tinha, apesar de a sorte ter sido madrasta no que se refere aos campeonatos de todas elas.
Venceu títulos em todas, excepto no futsal, mas ficou um amargo na boca por não ter sido campeão em nenhuma, doendo sobretudo as perdas no futsal e no voleibol, onde tinha liderado durante toda a época., embora também as perdas do basquetebol e no hóquei tenham doído por terem sido perdidas para o maior rival na negra (basquetebol) ou no desempate regulamentar (hóquei). Já o andebol não foi tão competitivo no campeonato como desejávamos.
Em vez de esmorecer e desinvestir, até pela crise que se vive, os dirigentes benfiquistas optaram por acreditar em melhores dias e investir, demonstrando assim que o Benfica não se resigna a lugares secundários, apesar de muitas vezes e em muitas modalidades nos quererem puxar para trás.
Estamos no começo dos campeonatos e muitos deles decidir-se-ão em play-offs por isso de nada servirá, a não ser ganhar direito a disputá-los, estar na frente durante os mesmos se não conseguirmos vence-los no final. Mas, candeia que vai à frente ...
Nos campeonatos que vão mais adiantados (andebol e futsal) estamos na liderança partilhada com o Águas Santas e com o Sporting, respectivamente, no basquetebol e no voleibol com menos jornadas decorridas também estamos na frente sós (voleibol) ou acompanhados (FC Porto, Ovarense, Lusitânia, Terceira Basket) no basquetebol. Quanto ao hóquei, é a única modalidade em que não estamos na frente porque se disputaram apenas duas jornadas e começámos com um empate em Braga.

Não havia necessidade

O Benfica desperdiçou ontem uma excelente oportunidade para golear o Olhanense e empatar ou ultrapassar o FC Porto no item "golos marcados". Por outro lado, mais um golo sofrido em casa por desconcentração defensiva já chateia, depois de ter estado 3 jogos sem sofrer nenhum, curiosamente todos fora de casa.
Estava a ser um jogo perfeito com um golo antes de completado o 1º minuto de jogo e outro aos 12, mas inexplicavelmente a equipa foi baixando o ritmo e não conseguiu marcar mais nenhum. Aliás, até conseguiu mas o árbitro-assistente não quis que valesse.
O Olhanense marca logo no começo da 2ª parte sem nada ter feito para o merecer, muito por culpa de Maxi e Gaitán que não se preocuparam com as suas costas onde apareceu o avançado dos algarvios a marcar.
Teremos agora um mês terrível, começando já na 4ª feira (2) com o Basileia, seguindo-se no domingo (6) a deslocação a Braga onde nas duas últimas épocas perdemos para o campeonato e ainda para a meia-final da Liga Europa, depois no sábado (12) haverá um particular contra o Galatasaray na Suíça para os que não vão às diversas selecções, seguindo-se o jogo da Taça de Portugal na Figueira da Foz contra a Naval na 6ª feira (18) e na 3ª feira seguinte (22)  o Manchester na Inglaterra, encerrando o mês no sábado (26) com o Sporting na Luz. Serão 6 jogos, sendo 5 muito importantes e difíceis.
Apesar do resultado de ontem não ter sido o que queríamos, todos nós benfiquistas sabemos que equipa está forte e que ainda não perdeu esta época, por isso temos toda a confiança de que poderemos passar este mês imbatíveis e com aspirações a manter a liderança do campeonato, chegar aos oitavos da Liga dos Campeões e seguir em frente na Taça de Portugal.

Soube a pouco

O Benfica vencia aos 12 minutos por 2-0 e por isso se adivinhava uma goleada que afinal não chegou porque a equipa se retraiu e perdeu velocidade dando azo a que o Olhanense respirasse.
Notou-se nitidamente que a equipa começou a pensar muito cedo no jogo da 4ª feira para a Liga dos Campeões.
Foi uma pena pois tudo indicava que assistiriamos a uma grande exibição da equipa.
Individualmente, Artur sem culpas no golo e quase sem trabalho, Maxi nem parece que vinha de lesão, Luisão e Garay ao seu nível, enquanto Emerson esteve abaixo do que já nos mostrou.
No meio-campo, gostei de Matic, especialmente na 1ª parte, Aimar esteve bem enquanto jogou, embora possa fazer melhor, Witsel que o substituíu ao intervalo também esteve abaixo do seu normal, Gaitán fez a assistência para o 1º golo e prometia uma grande exibição mas foi caindo de produção acabando por ser bem substituído na 2ª parte por Nolito que nota-se perfeitamente já não está em grande momento de forma, Bruno César também esteve lento.
No ataque, gostei da movimentação de Rodrigo na 1ª parte, já que na 2ª baixou visto que as bolas não lhe chegavam aos pés, enquanto Cardozo esteve ao seu nível habitual, sem brilhos, mas eficaz quando as oportunidades lhe aparecem. Pena terem-lhe "roubado" um golo!
Rodrigo foi uma aposta ganha de Jesus pois marcou os dois golos.
Mais uma vez prejudicados pela arbitragem que anulou um golo limpo a Cardozo por suposto fora-de-jogo e que daria o 3-1.

Benfica-Olhanense em directo (online)

Quem não puder assistir ao vivo ou numa TV, poderá fazê-lo aqui, ou aqui!, a partir das 20,30 horas portuguesas.

Onze inicial do Benfica:
Artur; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Emerson; Matic, Aimar, Gaitán e Bruno César; Rodrigo e Cardozo.

Surpresas no onze são a inclusão de Maxi que vem duma paragem por lesão e de Rodrigo em detrimento de Witsel, talvez para poupá-lo tendo em vista o jogo de 4ª feira contra o Basileia.

Andamento do marcador:
Apenas 24 segundos e golo de Rodrigo (1-0).
Rodrigo faz 2-0 aos 12 minutos.
Ao intervalo: 2-0
O Olhanense reduziu para 2-1 aos 47 minutos.
Terminou a partida.


Dá mesmo?

Toda a imprensa desportiva dá a notícia de que o Manchester United está disposto a "bater" a cláusula de Gaitán no final da época e "roubá-lo" ao Benfica.
Confesso que tenho as minhas dúvidas.
Ninguém duvida que o clube inglês é poderoso financeiramente, mas nos últimos anos nunca gastou 45 milhões em nenhum jogador. Talvez o valor mais alto que tenha pago foram 30 milhões pelo ex-portista Anderson que na altura era dado como um futuro Ronaldinho Gaúcho mas que por isto ou aquilo nunca explodiu.
Se Alex Fergusson está doidinho por ele e quiser cometer essa loucura, o Benfica agradece.
Gosto muito do Nico, confesso, mas por 45 milhões deixava-o sair muito bem embrulhadinho e com laço e tudo!

Há que arranjar outro descontente

Um, todos já conhecemos, chama-se Capdevila, agora há que inventar outro para tentar desestabilizar. 
Agora é Rodrigo Mora o descontente.
Depois há-de ser o Nélson Oliveira, o David Simão, etc.
Creio que ninguém ouviu da boca dele nem do empresário (que nem sei quem é) dizendo que está insatisfeito. É claro que ele quereria jogar mais, mas certamente compreende que a mudança do Uruguai para Portugal pesa, mais ainda quando se está sem competir oficialmente desde Dezembro do ano passado, há excepção de 12 minutos em Portimão para a Taça de Portugal.
Certamente foi-lhe dito que teria poucas possibilidades de jogar no imediato. Mesmo assim se ficou no plantel deve ter sido com o seu aval pois clubes interessados num empréstimo não faltaram.

Desfeita a dúvida sobre a Sporttv e o FC Porto

Muito se tem especulado sobre a melhoria de contrato do FC Porto com a Sporttv no caso do Benfica vir aumentado o seu contrato.
Existia a dúvida se os 80% sobre o valor do contrato do Benfica seriam ou não pagos pela Sporttv ao FC Porto se o mesmo fosse com outro canal de desporto.
Um dirigente portista esclareceu que se o contrato do Benfica for com outro operador o seu clube não verá o seu contrato indexado a 80% do valor recebido pelo rival encarnado.

Leia abaixo:
«É verdade que há uma cláusula de indexação, mas só no caso de o operador com quem temos o contrato vir a fazer novos contratos com outros clubes. Se for um player diferente, não beneficiamos.»

O objectivo está bem definido

Apesar da belíssima campanha na Liga dos Campeões e de estar também na Taça de Portugal, Jesus voltou a reafirmar que o principal objectivo do Benfica é o Campeonato Nacional.
Oxalá a equipa técnica e os jogadores nunca esqueçam isso, a não ser a partir do momento em que deixe de ser matematicamente possível conseguir esse objectivo.
O nome do adversário de amanhã não é sonante, mas é uma equipa difícil, o que não significa que o jogo não possa tornar-se fácil como tem acontecido em quase todos os jogos disputados na Luz contra o Olhanense.
Já sabemos que Maxi Pereira, apesar de convocado, não deve jogar porque precisa de mais uns dias para ficar a cem por cento em termos físicos. O mesmo sucede com Javi Garcia que se encontra tocado por isso não foi sequer convocado para amanhã.
Teremos nos seus lugares Rúben Amorim e Matic que são capazes de dar boa conta do recado.

Será que não há um pingo de vergonha?

Ponto prévio, se fosse o Benfica a ter o mesmo procedimento eu estaria envergonhado e não deixaria de o manifestar neste espaço.
O Standard de Liège já apresentou queixa à FIFA pelo não pagamento. Entretanto, pagaram a tranche de Defour e não pagaram a de Mangala, que é superior.
Será que não há vergonha ao ver o nome do clube assim exposto publicamente como caloteiro? Custa muito dar uma explicação sobre o motivo do não pagamento atempado?
Dificuldades pontuais todos temos, mas é a falar que as pessoas se entendem.
Eu como português sinto-me envergonhado!

Já que se especula ...

A abertura do mercado de transferências está a dois meses de distância e não se fala noutra coisa diariamente na imprensa.
Todos sabemos que Jorge Jesus não conta com Capdevila. Sendo assim, o melhor mesmo, até pelo vencimento que deve auferir, é deixá-lo sair em Janeiro para que possa jogar e sonhar com a selecção espanhola.
O nome de Ansaldi é o mais falado novamente, tal como já o havia sido no verão, só que na altura o preço era proibitivo. Quem sabe se não foi mesmo o facto dele estar perto do final do contrato que fez o Benfica recuar esperando para voltar à carga mais tarde e contratá-lo a custo zero, ou quase.
É bom jogador, é jovem, eu aprovo.

A desistência anunciada

Apenas se falava nas candidaturas de Fernando Gomes e de Carlos Marta. Na de António Sequeira nada.
Vendo que não teria qualquer chance decidiu desistir da entrega da sua lista, que segundo ele queria trazer transparência ao futebol português.
Assim, teremos apenas dois candidatos, Fernando Gomes e Carlos Marta.
A lista de Fernando Gomes tem de tudo, desde dirigentes pertencentes a algumas Associações que tentaram boicotar a aprovação do Novo Regime Jurídico das Federações, casos de Carlos Coutada (Braga) e ainda dos presidentes das AF de Santarém, de Coimbra e de Aveiro, até nomes livres de qualquer suspeita, como Hermínio Loureiro, Humberto Coelho, Pauleta e Mónica Jorge.
Para a Comissão de Arbitragem o escolhido foi Vítor Pereira, mais os ex-árbitros Elmano Santos e José Pratas, dois paus-mandados enquanto árbitros.
Para a Comissão de Disciplina foi escolhido o actual presidente do mesmo orgão da Liga, Herculano Lima, um portista dos quatro costados.
A de Carlos Marta também integra alguns dirigentes associativos, nomeadamente da AF Lisboa, de Setúbal e de Évora.
Para a Comissão de Arbitragem não apresentou lista já que a mesma será autónoma e escolhida pela APAF, sabendo-se que da mesma constam Luís Guilherme, Paulo Costa e Lucílio Baptista.
Quanto à Comissão de Disciplina o escolhido é Sampaio Nora, um nome ligado ao período negro da corrupção desportiva.
Resumindo, quer numa, quer noutra lista, curiosamente na Arbitragem e na Disciplina entre os principais nomes estão portistas, enquanto os nomes de gente isenta estão em orgãos que não têm qualquer influência nos mais cobiçados.

Boa nova

Maxi está recuperado e é opção desde hoje para Jorge Jesus.
A previsão para a recuperação era de 15 dias, o que na melhor das hipóteses daria para jogar contra o Basileia na próxima 4ª feira, dia 2, no jogo da Luz.
Provavelmente não jogará no sábado contra o Olhanense na Luz para que não tenha uma recaída que o impeça de jogar contra o Basileia onde Emerson não poderá jogar por ter sido expulso no último joga da Liga dos Campeões.

Suspense

Hoje é o dia da apresentação da lista liderada por Vítor Pereira à Comissão de Arbitragem da FPF.
Como todos sabem, Vítor Pereira integra a candidatura de Fernando Gomes, actual presidente da Liga de Clubes.
Resta saber depois quais os nomes da lista da APAF, liderada por Luís Guilherme, na candidatura de Carlos Marta, embora seja público que o maior candidato a chefiar a arbitragem do futebol profissional é o ex-árbitro Paulo Costa, do Porto.
Ao que parece, na Comissão de Disciplina da lista de Fernando Gomes, o candidato a presidente é o actual presidente da CD da Liga, o portista Herculano Lima.
Na lista de Carlos Marta ainda não se sabe quem será o candidato ao Conselho de Disciplina.

Campeonato ao rubro

Há várias épocas que não existia um equilíbrio tão grande no campeonato da 1ª Liga (actual Liga Zon Sagres) no topo da classificação.
Benfica e FC Porto estão colados na liderança, logo seguido pelo Sporting, Sp. Braga e o intruso Marítimo, com apenas 3 pontos a menos.
O Benfica tem um calendário mais difícil a curto prazo já que depois do Olhanense, neste sábado, deslocar-se-à a Braga na jornada seguinte e depois receberá o Sporting.
Se passar estes 3 jogos incólume, ou com a perda de apenas 2 pontos, fica bem lançado.
O FC Porto recebe o Paços de Ferreira, depois desloca-se a Olhão e de seguida recebe o Sp. Braga.
O Sporting vai defrontar o Feirense fora, depois recebe o U. Leiria e de seguida vai à Luz.
O Sp. Braga não vai ter vida fácil nas próximas 3 jornadas. Depois de se deslocar a Coimbra, recebe o Benfica e depois vai ao Dragão.
No final de Novembro saberemos quem é mais candidato, embora nada fique decidido.

Memória curta!

Os sportinguistas andam loucos com o actual momento da equipa. Compreende-se. Mas daí até quererem que o Benfica ceda 10.000 bilhetes para o dérbi que se disputa daqui a um mês, é realmente muita pretensão!
A legislação da Liga obriga o Benfica a ceder 3.250, ou seja 5% da lotação do Estádio da Luz. E ainda têm sorte pelo facto da lotação ser de 65.000, pois quando o Benfica for a Alvalade não receberá mais do que 2.500.
Além do mais parece que têm memória curta visto que na época passada recusaram um pedido idêntico do Benfica.

Grandes negócios de Paco Casal

O empresário de Maxi Pereira e de Cristián Rodriguez não é trouxa.
Não se sabe ainda ao certo, mas certamente vai embolsar 2,5 a 3 milhões por 30% do passe de Maxi Pereira, enquanto há pouco mais de 3 anos embolsou 7 milhões por 70% do passe do Cebola (C. Rodriguez).
Quanto aos clubes envolvidos, enquanto o Benfica ganha um jogador com amor à camisola e do qual ainda poderá tirar dividendos, senão financeiros, pelo menos desportivos, já o FC Porto arrisca-se a perder Rodriguez a custo zero a partir de Janeiro.
E ainda dizem que Pinto da Costa só faz grandes negócios, por isso não admira que não haja dinheiro!

O Porto não vai a lado nenhum

Ou melhor, «com Vítor Pereira o Porto não vai a lado nenhum», quem o diz é o portista Miguel de Sousa Tavares.
Ai se esta afirmação fosse feita por um benfiquista. Certamente levaria porrada!
Qual é a vossa opinião sobre esta afirmação polémica?

Milionários, mas sem princípios

Infelizmente existem muitos jogadores que não estão preparados para serem milionários.
Desde a falta de princípios, à falta de responsabilidade, existe de tudo. Por isso não é de admirar que muitos acabem na sargeta.
Anderson, actual jogador do Manchester United e ex-FC Porto, segundo noticia o CM, deixou a casa que habitava quando jogava no Porto em autêntico estado de vandalização tendo o proprietário gasto 75 mil euros para reparar os estragos!

É lindo, é nosso!

O Estádio do Sport Lisboa e Benfica, ou o Estádio da Luz como é popularmente conhecido, ou ainda a Catedral, faz hoje 8 anos.
«Não há ninguém que não fique impressionado com o estádio, não só do ponto vista arquitectónico, mas do ponto de vista daquilo que é a funcionalidade do estádio. É impressionante estar no relvado, olhar para as bancadas e ver o conforto do estádio», palavras de Domingos Soares de Oliveira.
Já foi palco dos jogos mais importantes da selecção portuguesa, nomeadamente a final do Euro-2004 e da Gala das 7 Maravilhas do Mundo.

A renovação de Maxi

Já li posts e comentários de benfiquistas indignados pelo facto de L.F. Vieira ter aparentemente desvalorizado a renovação do contrato de MAXI, ao dizer que existiam coisas mais importantes.
Talvez exista uma má interpretação das palavras de Vieira, senão leiam aqui!
Uma coisa é interpretar à letra e outra é interpretar tendo em conta a expressão facial da pessoa.
Eu estou descansado porque não duvido do interesse quer do Benfica, quer do Maxi em renovar o contrato.
Vamos esperar mais uns dias!

A propósito do sorteio da Taça

Realizou-se hoje o sorteio da 4ª eliminatória da Taça de Portugal que ditou um Naval-Benfica, um Académica-FC Porto e um Sporting-Sp. Braga, para referir apenas os jogos dos chamados grandes.
O mito das bolas frias/quentes parece que desta vez não funcionou.
Esta eliminatória está marcada para 20 de Novembro (domingo), embora o Benfica queira antecipar para 18 (6ª feira) devido ao jogo da Liga dos Campeões contra o Manchester (fora) que está marcado para 22 (3ª feira).
Será um jogo semelhante ao da eliminatória anterior contra o Portimonense, também da Liga Orangina, onde Jesus certamente colocará em campo alguns jogadores menos utilizados.
Curioso o facto de Domingos (Sporting) defrontar a sua ex-equipa, bem como o novo encontro de Pedro Emanuel com o seu FC Porto.
A sorte não quis nada com outros clubes menos mediáticos que queriam jogar contra um dos grandes, sobretudo o Benfica.

O cabelo de Hulk

Alcançar a vitória mais expressiva da época com uma exibição de qualidade muito baixa é uma situação tão esquisita como o novo penteado de Hulk, que apareceu de cabeleira amarela na noite chuvosa em que o treinador Vítor Pereira, sob pressão, remodelou significativamente a equipa portista. (João Querido Manha, in CM)
Mas não foi uma goleada? A crise não foi afastada? Eu achava que sim, mas afinal parece que me enganei!

Às vezes basta o primeiro passo

Apesar de não ter nada a ver com futebol, porque hoje é domingo, aqui vos deixo um vídeo muito interessante!

Que pancada!

Quem diria que o Manchester City iria golear o United em Old Traford por 6-1?
Impensável antes do jogo se realizar.
Exibição perfeita do City, com um aproveitamento quase de 100% e com o espanhol David Silva em grande.
O City chegou ao 3-0, o United reduziu e foi todo para a frente na tentativa de chegar ao empate, mas quem marcou foi o adversário em contra-ataque chegando a números históricos.
Que humilhação!
Após um começo de época sensacional, em que venceu tudo e todos, inclusivé goleando o Arsenal por 8-2, decididamente o United não atravessa uma boa fase. 
Depois dum empate com o Stoke City (1-1), veio o empate caseiro com o Basileia (3-3), seguiu-se novo empate com o Liverpool (1-1), depois duas vitórias frente ao Norwich e Otelul.

Rescaldo de Aveiro

Durante um campeonato de 30 jogos não se ganha sempre sem espinhas, ou com nota artística como diz o Jesus. Sendo assim, a vitória de ontem à noite em Aveiro foi muito saborosa por permitir continuar na liderança, só ou acompanhado, depende do resultado do rival hoje.
Muitos benfiquistas consideraram exageradas as muitas mudanças no onze inicial de ontem. Têm razão até certo ponto porque elas não resultaram num jogo bem conseguido, mas como disse Jesus, a intensidade do jogo de Basileia deixou alguns jogadores sem capacidade física para dar uma grande resposta em Aveiro.
Todos sabemos que Aimar e Gaitán são os jogadores mais frágeis em termos físicos e Javi vinha duma paragem antes do jogo da Champions por isso terão sido preteridos. Até Bruno César e Nolito acusaram o desgaste.
Luisão, Garay e Witsel foram as excepções.
Estou certo que no próximo fim de semana contra o Olhanense será bem melhor.

Sofrida, mas justa

O Benfica acaba de vencer por 1-0 em Aveiro, isolando-se à condição na liderança do campeonato.
Foi uma vitória sofrida mas inteiramente justa, apesar do forcing final dos aveirenses.
Contra uma equipa que em 7 jogos tinha sofrido apenas dois golos, já se sabia que não iria ser fácil. O golo de Cardozo, acaba por ter origem num pontapé falhado do guarda-redes aveirense que permite o cabeceamento do goleador benfiquista.
Na ressaca do excelente jogo de Basileia, já se esperava que a exibição não seria de grande nível devido a algum cansaço. Aliás, as entradas de Matic, de Saviola e de Bruno César e Nolito em simultâneo, provaram isso mesmo. Mesmo entrando frescos já no decorrer da 2ª parte, Aimar e Gaitán não conseguiram ter o rendimento a que nos habituaram.
Mais um jogo sem sofrer golos vem demonstrar que a equipa está mais consistente no aspecto defensivo. E vai três seguidos sem sofrer qualquer golo, em Portimão, em Basileia e em Aveiro.
Artur, continua a dar muita confiança à equipa defendendo as poucas oportunidades de que o Beira Mar desfrutou.
Rúben Amorim cumpriu mas continua a evidenciar alguma dificuldade quando tem de defender.
Luisão ao seu nível e está tudo dito!
Garay muito bem também. Sem grandes alardes não deixa passar nada, ou quase.
Emerson, esteve abaixo do que já nos mostrou noutros jogos. Esteve muito lento.
Matic fez esquecer Javi e isso é o melhor elogio.
Witsel fantástico!
Bruno César esteve muito lento sendo quase sempre desarmado. Longe do que nos tem mostrado nos últimos jogos.
Nolito também esteve irreconhecível. 
Saviola correu muito, fez alguns bons passes, mas sem acutilância.
Cardozo andou perdido no meio da defesa aveirense mas quando a oportunidade surgiu, não perdoou!
Aimar também pouco mostrou na meia-hora em que esteve em campo.
Gaitán apagado e sem velocidade.
Javi Garcia entrou a 5 minutos do fim apenas para ajudar a defesa, em detrimento do esgotado Bruno César.
Contra o Olhanense será melhor concerteza.




Beira Mar - Benfica em directo (online)

Podem assistir aqui ou aqui ao Beira Mar-Benfica que começa às 20,15 horas.

Onze inicial do Benfica:
Artur; Rúben Amorim, Luisão, Garay e Emerson; Matic, Witsel, Bruno César e Nolito; Saviola e Cardozo.

Algumas surpresas no onze.

Ao intervalo: 1-0 para o Benfica, golo de Cardozo, de cabeça, aos 42 minutos.
Começou a 2ª parte sem substituições no Benfica.
Terminou a partida!

O infalível parece que errou

As críticas ao treinador portista voltaram após o empate caseiro com o Apoel do Chipre para a Liga dos Campeões.
Figuras gradas do clube vieram criticar publicamente a equipa e o treinador. O tal que Pinto da Costa, o infalível, disse ter sido a escolha mais fácil de fazer.
Os jogadores é que parece não estarem a gostar nada dos métodos e das palavras do seu treinador.
Se no domingo não vencer o Nacional, a coisa vai ficar preta para o Vitinho-cara-de-poucos-amigos, até porque a paciência dos adeptos também já não abunda.

Qual o onze para Aveiro?

Neste momento talvez nem Jorge Jesus saiba ao certo qual o onze que vai utilizar frente ao Beira-Mar.
O maior problema é a lesão de Maxi Pereira, deixando antever que a escolha recairá em Rúben Amorim, ou até em Miguel Vítor.
No meio-campo também existe a eterna dúvida da condição física de Aimar depois do jogo a meio da semana frente ao Basileia.
Gaitán recuperou, mas será que está nas condições ideiais?
Se Jesus tiver todos os convocados em plenas condições físicas, a equipa deverá ser a seguinte:
Artur; Rúben Amorim, Luisão, Garay e Emerson; Javi Garcia; Gaitán, Witsel, Aimar e Bruno César; Cardozo.
No entanto, graças às óptimas opções que tem, Jesus pode perfeitamente trocar vários jogadores do meio campo para a frente.

Chega-lhes Jesus!

Embora não tenha a ver directamente com futebol vou falar da afirmação de Jesus sobre os políticos.
«Se os políticos fossem treinadores estavam pouco tempo a governar»
Tem toda a razão, eles depois de eleitos fazem o que querem, desgovernam o país e governam-se a eles próprios. E o pior de tudo é que não são responsabilizados pelas asneiras que fazem e que deixaram o país à beira da bancarrota.
Mudando de assunto, o Benfica vai a Aveiro defrontar a defesa menos batida do campeonato, apenas 2 golos em 7 jogos!
É verdade que também marcou muito pouco, apenas 3 golos.
Face aos números, teremos de ser capazes de furar a muralha para vencer e continuar na liderança.

É agora?

Será que é agora que finalmente Maxi vai renovar o vínculo com o Benfica?
Ao que parece o empresário finalmente chegou a Lisboa e já terá negociado com o Benfica os 30% do passe que ainda detém, supostamente por 2,5 milhões de euros.
Maxi é um caso raro de carácter no futebol actual. Está há 4 anos a auferir o mesmo vencimento sem abrir a boca, mesmo sabendo que é imprescindível na equipa.
Se há jogador que merece aquilo que ganha Maxi é um deles!

Será verdade o que eu li?

O candidato à presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, defende como linhas mestras no seu programa eleitoral a "transparência, a credibilidade e a proteção ao atleta português", revelou à Lusa fonte da candidatura.
Para incrementar estas medidas, Fernando Gomes pretende criar, entre outros, um passaporte desportivo do jogador com todos os intervenientes no processo, denominado por "Casa dos Contratos", que visa a transparência total do processo.
Em relação à credibilização, o atual presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) pretende promover um "combate determinado, com normas específicas, a todo o tipo de falta à verdade desportiva, especialmente ao doping e á corrupção." (os sublinhados são meus!)

Se o mais que provável futuro presidente da Federação cumprir com o que proclama no seu programa, então entendo o apoio de Luís Filipe Vieira e de Humberto Coelho.
Se o não fizer, não tem perdão!

Estou curioso para saber

Quais serão os nomes da lista da APAF que se vai candidatar à Comissão de Arbitragem da FPF nas próximas eleições de 10 de Dezembro.
Inicialmente a APAF contactou Vítor Pereira, actual presidente da CA da Liga e que se candidatará pela lista de Fernando Gomes, que no entanto recusou fazer parte duma lista independente devido aos compromissos já assumidos.
Creio que todos estamos curiosos para saber quais os nomes das duas listas que vão concorrer à eleição do Conselho de Arbitragem.

Última hora, as sedes da Copa das Confederações (2013) e Mundial (2014)

Acabam de ser anunciadas as sedes da Copa das Confederações, que se realizará de 15 a 30 de Junho/2013 e os locais dos jogos de abertura e da final.
Estão definidas como sedes, as cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Fortaleza.
Salvador e Recife ainda são hipóteses se os estádios ficarem prontos a tempo.
O jogo de abertura será em Brasília e a final será no Rio de Janeiro.
Estão confirmadas na Copa das Confederações, o Brasil (país organizador do Mundial), a Espanha (actual campeão mundial), o México (campeão da Copa Ouro-CONCACAF-2011), o Japão (campeão da Copa da Ásia-2011), o Uruguai (campeão da Copa América-2011) e mais 3 selecções a apurar. O vencedor (ou finalista vencido se for a Espanha a campeã) do EURO-2012, o vencedor da Copa das Nações da Oceania-2012 e o vencedor do CAN-2013.

Quanto ao Mundial-2014, o jogo de abertura (14 de Junho) será em São Paulo, as meias-finais serão em Belo Horizonte e S. Paulo, a disputa do 3º lugar em Brasília e a final (26 de Julho) no Rio de Janeiro (Maracanã).
As cidades sedes serão, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus e Cuiabá.

O Brasil como país organizador jogará em São Paulo na abertura do Mundial.
Os horários dos jogos também foram definidos. Na primeira fase, as partidas serão disputadas às 13h, 16h, 19h e 22h (todos horários de Brasília). A partir dos oitavos-de-final, os jogos realizar-se-ão às 13h e 17h. Quartos-de-final e meias-finais serão disputados às 17h, enquanto a final será disputada às 16h.

(Em desenvolvimento)

Tentativa de desestabilização

O empresário de Luisão está a negociar com o Timão, perdão, o Corinthians de Liedson.
Mas alguém ainda acredita numa peta destas? Tristes!

Parece que a crise é real

Há três semanas atrás falava-se muito na crise do FC Porto. Porém, uma goleada enganosa em Coimbra e outra em Pêro Pinheiro vieram acabar com a discussão em torno do assunto.
Afinal hoje ficou à vista que a equipa portista não é nenhum papão, nem para uma desconhecida equipa cipriota, recheada de jogadores medianos que já passaram pelo futebol português, como são os casos de Kaká (ex-Braga), Manduca (ex-Marítimo e com fugaz passagem pelo Benfica), o jovem da formação do Benfica Hélio Pinto, etc.
Para quem gozou o Benfica pela derrota em Israel na época passada!
Como os golos não aparecem da forma habitual, vem ao cima o mau perder, no caso o mau empatar com o colosso Apoel e uma chuva de amarelos, nomeadamente Rolando (que devia ser doutra cor), Otamendi, Sapunaru, Álvaro Pereira, Guarín, James, Kléber e Hulk. Quase toda a equipa.
O treinador portista justificando o empate disse no final, «Os resultados trazem a confiança e a confiança traz os resultados». Pois é, afinal reconhece aquilo de que nós benfiquistas nos queixávamos na época passada relativamente às ajudas dos árbitros para resolver jogos quando a coisa está difícil.
E a margem de manobra de Vítor Pereira está cada vez mais reduzida. 

A pedido de alguns leitores

Ultimamente tenho escrito pouco sobre o futebol brasileiro por achar que não era muito interessante para a maioria dos leitores deste Blog.
Mas, já que alguns gostam, aqui vai um sobre a incerteza quanto ao futuro campeão brasileiro.
Fica para outro post a Série B do Brasileirão.
Devido ao grande número de jogos e às longas viagens o nível nem sempre é muito elevado, mas a maioria dos jogos são uma incógnita quanto ao vencedor.
Neste momento, quando faltam apenas 8 jogos para o fim do Brasileirão (série A), sete equipas podem ser campeãs. Matematicamente poderão ser mais, mas atendendo ao que têm feito creio que apenas estas sete o poderão ser:
Corinthians - 54 pontos
Vasco da Gama - 54
Botafogo - 52 
(tem 1 jogo a menos contra o Santos)
Flamengo - 51
Fluminense - 50
São Paulo - 48
Internacional - 47
As grandes surpresas pela positiva são o Vasco da Gama e o Botafogo. No início do campeonato apenas os seus adeptos sonhariam com a possibilidade de poderem ser campeãs.
Pela negativa, as surpresas são o Santos, o Grêmio de Porto Alegre e o Cruzeiro. Qualquer um destes três clubes era apontado como candidato ao título, mas por um ou outro motivo não confirmaram o favoritismo.
Acompanho o futebol brasileiro há uns anos e quanto a mim este está a ser talvez o melhor, a que não será estranho as contratações de nomes sonantes que actuavam fora do Brasil, como são os casos de Liedson e Alex (Corinthians), Juninho Pernambucano (Vasco), Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves (Flamengo), Rafael Sobis (Fluminense), Luís Fabiano (São Paulo), para citar apenas os mais sonantes.
Segundo o matemático Tristão Garcia, o Botafogo (29%) é o que tem mais probabilidades por ter um jogo a menos, seguido do Corinthians (27%), do Vasco (25%), do Flamengo e Fluminense (ambos com 6%) e Internacional (1%).

Cardozo imita Ronaldinho

Golo de livre marcado por Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo contra o Santos esta época.

Golo de Cardozo marcado ontem contra o Basileia.
 
Repararam na inteligência de ambos ao rematarem rasteiro por baixo dos pés dos defesas da barreira quando todos esperavam por alto!

Se dúvidas houvessem ...

Julgo que a exibição do Benfica ontem à noite na Suíça serviu para dissipar quaisquer dúvidas sobre a qualidade competitiva da equipa.
Sem jogar de forma tão espectacular como nas duas épocas anteriores, salvo nos jogos contra equipas mais fracas e na Luz, o Benfica passou a ser uma equipa muito mais consistente e segura.
Jesus aprendeu com os erros cometidos na Liga dos Campeões da época passada na qual teve possibilidades de marcar nos jogos fora mas acabou por perdê-los todos.
A mudança radical na forma de jogar, embora sendo mérito de toda a equipa, tem um nome, Witsel. Este jovem vale ouro e vai valer muitos milhões em breve.
Mas, seria injusto não mencionar outros nomes que vieram ajudar e muito nesta mudança como são os casos de Artur e Garay.
Noutro aspecto, Bruno César, Nolito e Rodrigo vieram trazer mais classe e capacidade concretizadora à equipa.
Se a equipa continuar neste caminho e não acontecerem percalços imprevistos, nomeadamente lesões, poderemos sonhar com títulos esta época.

Vitória categórica

O Benfica ao vencer na Suíça o Basileia por 2-0 isolou-se na liderança do Grupo C. Agora tem 7 pontos, após dois jogos fora, mais 2 que o Manchester United que foi vencer também por 2-0 o Otelul na Roménia.
Exibição muito personalizada, com momentos de futebol à Barcelona, como aliás foi salientado pelos comentadores que cobriram o encontro.
Jesus apresentou uma surpresa no onze inicial ao colocar Rodrigo em vez de Cardozo. 
Rodrigo não desiludiu, esteve inclusivé no primeiro golo ao saltar e deixar a bola seguir para Bruno César que não perdoou.
A meio da 2ª parte, sai Rodrigo e entra Cardozo que logo a seguir ganha um livre e converte-o no 2º golo do Benfica, acabando de vez com as dúvidas sobre o vencedor da partida.
Depois desta exibição fora, frente ao Basileia que havia empatado em Manchester, o Benfica mostrou que tem tudo para estar na próxima fase da Liga dos Campeões. Basta-lhe vencer os dois próximos jogos em casa frente a este Basileia e ao Otelul.
O problema será a substituição de Emerson no próximo jogo visto que Capdevila não está inscrito. Assim, ou entra o jovem Luís Martins, ou Jesus terá de promover uma adaptação.

FC Basel-Benfica online (ao vivo)

Quem não puder assistir ao jogo através duma TV, pode fazê-lo aqui ou aqui!

Onze inicial do Benfica:
Artur; Maxi, Luisão, Garay e Emerson; Javi Garcia, Witsel, Aimar, Gaitán e Bruno César; Rodrigo.
A surpresa chama-se Rodrigo no lugar de Cardozo.

Benfica na frente com golo de Bruno César aos 20 minutos.
Ao intervalo: 1-0 para o Benfica.
Começou a 2ª parte.
Cardozo faz o 2-0 de livre directo. Golão!
Sai Maxi lesionado e entra Miguel Vítor.
Emerson vê o 2º amarelo e é expulso aos 88 minutos.
Terminou a partida!

Simão, sim ou não?

Volta a ser falada hoje a hipótese de Simão Sabrosa voltar ao futebol português e ao Sporting.
Supostamente Jorge Jesus não terá demonstrado interesse no jogador no início da época.
Por outro lado, o jogador tem nos adeptos sportinguistas o principal adversário para o seu regresso a Alvalade.
Ninguém tem dúvidas que Simão já não tem a velocidade que tinha quando saíu do Benfica para o Atlético de Madrid. Por outro lado, todos sabemos que Jesus gosta de jogadores rápidos e que queiram mostrar serviço e evoluir o que não será neste momento o caso de Simão.
Seria um jogador caro e que nunca se sabe qual seria a sua atitude dentro do balneário se não jogasse a titular.
É claro que eu não gostaria de o ver vestido de verde e branco mas compreendo se tal acontecer.
Qual a vossa opinião?

Porque hoje há Champions

Os jogadores do Benfica deviam inspirar-se aqui.

Atenção que amanhã não será fácil

Muitos benfiquistas pensam que o Basileia por ser um clube suíço não é nenhum papão. É claro que não é, mas se não o menosprezarmos.
Estou convencido que se o Benfica jogar de forma séria e concentrada, como tem acontecido com frequência esta época, podemos perfeitamente sair vitoriosos amanhã, mas cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém. Que o diga o Manchester United!
Ouvi Jorge Jesus, li as declarações de Javi Garcia e de outros jogadores, e gostei porque demonstram que estão cientes das dificuldades e do perigo que o Basileia representa.
Se um empate não será um mau resultado, uma vitória era quase a garantia da qualificação visto que depois jogamos em casa com o mesmo Basileia e com o Otelul.
Felizmente temos toda a equipa em condições, sem lesões, à excepção de Enzo e também de Amorim para esta partida.

Benfica, o desejado

Depois da realização da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, onde aconteceram algumas surpresas, aguarda-se o sorteio da 4ª eliminatória.
O herói desta eliminatória foi o Alcochetense, que milita na série E da 3ª divisão nacional, ao eliminar o primodivisionário U. Leiria.
Apesar de ser vizinho da Academia do Sporting, o técnico quer o Benfica na próxima eliminatória, sobretudo pela vertente financeira.

Esta semana serão escolhidas as sedes do Mundial-2014

A pouco menos de 3 anos da fase final do Mundial de futebol de 2014, algumas cidades brasileiras estão ansiosas para saber quais as selecções que vão actuar nas mesmas.
Essa ansiedade terminará esta semana já que a FIFA vai escolher as sedes, bem como o calendário da Taça (Copa) das Confederações que se realiza um ano antes e cujas sedes já foram escolhidas.
Para a Taça (Copa) das Confederações foram escolhidas como sedes as cidades do Rio de Janeiro, de Porto Alegre, de Belo Horizonte, de Brasília e de Salvador. São Paulo ficou de fora porque o estádio que acolherá os jogos do Mundial ainda está muito atrasado.
Nesta Taça participarão, o Brasil (sede do Mundial), a Espanha (como actual campeã mundial), o Japão (como campeão da Ásia), o México (como campeão da Copa Ouro da CONCACAF), o Uruguai (como campeão da Copa América), faltando definir mais 3 selecções, a vencedora do EURO-2012, a vencedora da Taça das Nações da Oceania-2012 e o campeão do CAN-2013 (África).

Felicidade para milhões

O Santa Cruz de Recife (Pernambuco-Brasil) é um clube muito popular. 
Devido a questões financeiras e não só, acabou por descer à Série D (4ª divisão) do campeonato brasileiro.
Em 2006 estava na série A, em 2007 na B, em 2008 na C e em 2009 na D.
Mesmo na série D mantém uma média de mais de 20.000 espectadores por jogo.
Hoje o estádio José do Rego Maciel, mais conhecido pelo Arruda, com lotação para 60.000 pessoas, quase lotou para o jogo decisivo, que garantia uma vaga na série C, contra o Treze de Campina Grande-Paraíba.
Depois dum empate a 3 golos em Campina Grande no domingo passado, bastava ao Santa Cruz um empate até 2 golos para garantir a subida. O resultado foi 0-0 e o popular Santinha subiu mesmo.
Desde o início da época que a equipa dava mostras de ser capaz, tendo inclusivé vencido o campeonato estadual, batendo o pé ao pentacampeão Sport e ao Náutico, ambos de Recife, e ao Salgueiro, clube do interior do estado que militam na Série B.
No Santa Cruz despontaram nomes como Marlon e Ricardo Rocha que jogaram no Sporting de Portugal, Rivaldo craque da selecção brasileira e do Barcelona que ainda joga aos 39 anos no São Paulo, Zé do Carmo que também jogou em Portugal, entre muitos outros nomes famosos no Brasil.

Começou o campeonato de basquetebol

Não há futebol, temos de falar nas outras modalidades.
Ontem jogaram as equipas de andebol, futsal e voleibol. Todas venceram.
Hoje foi a vez do basquetebol estrear-se no campeonato nacional da modalidade, tendo vencido na deslocação ao Barreiro, onde venceu o Barreirense por 83-62 (40-35 ao intervalo).
Na próxima semana o Benfica desloca-se à Madeira para defrontar o difícil CAB Madeira.
Depois de ter iniciado a época oficial da melhor forma ao vencer a Taça António Pratas, batendo na final o FC Porto, também entrou bem na estreia no campeonato.

Carlos Marta, será o melhor candidato?

Na luta para a presidência da FPF surgiu nos últimos dias um novo nome, o do político (presidente da Câmara Municipal de Tondela) e ex-jogador de futebol Carlos Marta.
Alegadamente conta com os apoios das associações distritais de Porto, Lisboa, Viseu, Viana do Castelo, Guarda, Leiria, Setúbal e Évora.
Alguns benfiquistas julgam ser o melhor candidato, mas eu não estou tão seguro disso. 
Quem quer que seja que conte com o apoio da AF Porto deixa-me logo de pé atrás!

Faz todo o sentido

A imprensa falava na possibilidade de o argentino Ansaldi, lateral esquerdo do Rubin Kazan, poder reforçar o Benfica em Janeiro.
Se for verdade que está na última época de contrato é bem possível porque o seu preço baixa consideravelmente.
Por outro lado, Capdevila quer jogar para poder continuar a sonhar com a selecção espanhola, sendo provável que saia em Janeiro.
Tudo se conjuga para que a entrada de Ansaldi seja uma forte possibilidade.

Sábado glorioso nas modalidades

Este sábado foi totalmente vitorioso para as modalidades que jogaram hoje.
O Voleibol foi a primeira a entrar em acção e venceu o Leixões por 3-0, com os resultados de 25-23, 25-16 e 25-12, nos três sets.
Ao fim de três jogos no campeonato, três vitórias!

Depois foi a vez do Futsal que venceu o Belenenses por 2-1, com golos de Diego Sol e Marinho.
Os azuis do Restelo foram os primeiros a marcar, mas o Benfica virou o resultado e podia ter marcado muitos mais golos, mas a eficácia na finalização não foi das melhores.
Com este resultado o Benfica mantém-se na liderança do campeonato ao fim de 7 jogos (6 vitórias e 1 empate com o Sporting fora).

Para fechar o dia, o Andebol venceu por 41-27 o ISMAI, com 22-8 ao intervalo. Foi uma excelente 1ª parte em termos defensivos, permitindo apenas 8 golos ao adversário. Ao invés, na 2ª parte terminou com um empate a 19 golos. As razões para este equilíbrio na 2ª parte são várias, uma a troca de guarda-redes na maior parte deste período, uma vez que o sueco ainda não está rotinado com a equipa, outra o facto de terem jogado durante muito tempo com as 2ªs opções e por fim a maior displicência em termos defensivos.
Ao fim de 8 jogos o Benfica está na liderança à condição visto que o Águas Santas e o Sporting se defrontam amanhã.

Bruno César, o chuta-chuta!

Voltou a marcar um golo importantíssimo e ainda fez a assistência para o do Rodrigo.
Num jogo que estava difícil penetrar na área adversária, aquele golo foi o momento do jogo.
E pensar, não me canso de o dizer, que muita gente achava no início da época que ele não tinha categoria para ficar no plantel!

Novos deram conta do recado

Dos internacionais Eduardo e Capdevila já se esperava que dessem conta do recado no jogo com o Portimonense.
A dúvida estava nos jovens. E Jesus até foi mais além do que se esperava ao incluir David Simão e Nélson Oliveira no onze inicial, além de Miguel Vítor e Rodrigo.
No banco ainda ficaram os jovens Mika, Luís Martins e Rodrigo Mora.
Gostei das exibições de David Simão e Nélson Oliveira apesar da falta de espaço para jogar devido ao facto do Portimonense ter colocado o autocarro à frente da sua baliza até ao 1º golo do Benfica.
O David nunca tinha jogado oficialmente esta época e para mim foi uma surpresa. Já o Nélson, teve menos bola mas veio atrás procurá-la em vez de ficar à espera.
Miguel Vótor cumpriu sem grandes rasgos, mas também não jogou na sua posição habitual. Escorregou muito. Seria dos pitons?
O hispano/brasileiro Rodrigo que já vinha entrando aos poucos na equipa, confirmou o que esperávamos. Marcou um excelente golo e movimentou-se bem.
O uruguaio Mora esteve pouco tempo em campo, mesmo assim teve uma boa desmarcação, mostrando ser rápido e foi pena o golo anulado por fora-de-jogo.

Obrigação cumprida

O Benfica cumpriu a sua obrigação e está na próxima eliminatória da Taça de Portugal, após ter vencido o Portimonense por 2-0.
Jesus promoveu uma grande rotação no onze do Benfica, por diversos motivos. Uns devido a pequenas lesões (Aimar, Rúben Amorim e Javi), outros por pura poupança física (Cardozo, Maxi e Gaitán), outros ainda para dar o lugar a outros menos rodados (Artur, Emerson, Witsel e Saviola).
Eduardo no único remate perigoso à sua baliza esteve bem, Miguel Vítor apesar de fora do seu lugar habitual não comprometeu, Capdevila praticamente só atacou não tendo grandes preocupações defensivas, David Simão quanto a mim esteve muito bem, principalmente na 1ª parte e Nélson Oliveira também teve bons pormenores.
Com 0-0, Jesus decidiu lançar Saviola ao intervalo para o lugar de Nélson que ainda não tem o necessário ritmo de jogo por ter tido pequenas lesões desde o início da época.
Quando se notava que David Simão começava a acusar cansaço, entrou Witsel e por coincidência logo de seguida surgiu o primeiro golo.
Rodrigo que se estreou a titular aproveitou o ensejo e marcou o 1º golo oficial com a camisola do Benfica.
Rodrigo Mora ainda teve tempo de se estrear oficialmente, jogando os últimos 15 minutos no lugar de Rodrigo Moreno.

Portimonense-Benfica ao vivo (online)

Quem não puder assistir ao vivo ou numa TV, assista ao Portimonense-Benfica referente à 3ª eliminatória da Taça de Portugal, aqui ou aqui!

Onze inicial do Benfica:
Eduardo; Miguel Vítor, Luisão, Garay e Capdevila; Matic, David Simão, Bruno César e Nolito; Nélson Oliveira e Rodrigo.

Algumas surpresas, como as inclusões de David Simão e Nélson Oliveira.
Ao intervalo: 0-0
Entraram, Saviola ao intervalo, no lugar de Nélson Oliveira e pouco antes do golo Witsel para o lugar de David Simão.
Bruno César abre o activo com um golo de livre-directo, aos 59 minutos.
Rodrigo faz o 2-0 de pé esquerdo à saída do guarda-redes, aos 72 minutos.
Resultado final: 2-0 para o Benfica.

Que Benfica teremos hoje?

Depois duma paragem de 15 dias em jogos oficiais, o último foi com o Paços de Ferreira para o campeonato no dia 1, que Benfica teremos hoje em Portimão?
Sabe-se que por ser um jogo da Taça e contra um adversário teoricamente mais fraco os treinadores costumam dar minutos a jogadores menos utilizados. E ao que parece é o que vai acontecer hoje, até porque alguns titulares têm pequenas mazelas (Aimar, Javi, Amorim), outros chegaram tarde ou cansados das selecções (Gaitán, Maxi, Cardozo).
Eduardo, já foi confirmado por Jesus, vai estrear-se a titular em jogos oficiais, Rodrigo que tem jogado uns minutinhos nos últimos jogos, vai também ser titular, Capdevilla é outro que tudo indica será titular para poupar Emerson para o jogo de 3ª feira para a Liga dos Campeões, Miguel Vítor, deve ser outro a estrear-se, tal como Nélson Oliveira, embora não a titular, Matic tem lugar garantido na vaga de Javi, faltando saber se Luisão ou Garay vão jogar.
Então, o onze titular não deverá andar longe deste:
Eduardo; Miguel Víctor, Luisão ou Garay, Jardel e Capdevilla; Matic, Witsel, Bruno César e Nolito; Saviola e Rodrigo.
O árbitro será João Ferreira.

Mais uma atoarda

Para que o FC Porto não seja o único clube caloteiro, toca de inventar uma notíciazinha supostamente com origem na Argentina.
Mas, curiosamente todos os jornais que inventaram esta "peta" não indicam especificamente a fonte, nem nome, nem link. Muito credível, não é senhores jornalistas?
O Benfica já terá informado a quem o contactou que está descansadinho da vida porque a notícia não passa duma mentira.
Inventem à vontade!

Jesus falou bem

Jorge Jesus está muito mais comedido nas conferências de imprensa. Finalmente aprendeu depois de dois anos a dar alguns tiros nos pés.
Terá a ver com a maior experiência, com os erros cometidos no passado e talvez também com o facto de ter o Dr. Manuel Sérgio ao seu lado a aconselhá-lo.
Fez muito bem em não tornar pública a conversa que teve com Rúben Amorim, conversa essa que a imprensa estava curiosíssima para saber o teor.
Sobre o jogo de amanhã deixou a garantia de que o Benfica não vai facilitar no jogo da Taça frente ao Portimonense, apesar das mudanças na equipa devido a lesões e poupanças.
Gostei de saber que conta com os jovens da formação que estão no plantel, apenas espera que eles absorvam os fundamentos tácticos da equipa para depois então jogarem quando for possível.

A história curiosa de Dedé

Dedé tem sido insistentemente dado como reforço do Benfica. Primeiro era para a época que decorre, depois seria para Janeiro próximo, ou na pior das hipóteses para a próxima época.
Apesar das boas relações entre o Benfica e o Vasco da Gama, lembro que o presidente Roberto Dinamite já visitou a Luz e L.F. Vieira o São Januário, não se sabe se existe algum acordo com vista ao futuro de Dedé.
Dedé, ou Anderson Vital da Silva, 23 anos, 1,90 metros e 90 quilos, é a principal figura do Vasco da Gama, mesmo com o regresso do craque Juninho Pernambucano ao clube, sobretudo depois da conquista da Copa do Brasil deste ano, que dará direito a participar na Libertadores do próximo ano.
Recusou-se a sair para a Europa porque achava que jogando no Vasco teria mais chances de chegar à selecção brasileira, o que conseguiu recentemente.
Em 2008, quando ainda actuava no Volta Redonda, clube da 2ª divisão do Rio de Janeiro, foi fazer um teste à Udinese da Itália, mas tudo lhe correu mal.
Na viagem, perdeu o voo de ligação entre Portugal e a Itália e por azar também a bagagem. Não foi aprovado no teste porque segundo ele não conseguiu dormir e estava cansado, voltando assim ao clube carioca, donde se transferiu em Maio de 2009 para o Vasco da Gama.
Outras curiosidades:
- Parado salta a 58 cm de altura e em corrida atinge cerca de 3 metros.
- Dá piques de 30 metros com uma velocidade média de 31,5 km/h.

Quando é que joga o Benfica?

Já são muitos dias sem jogos do Glorioso. Assim não dá!
Por mais jogos que nos ofereçam de selecções não é a mesma coisa.
Certo que vamos ter um aperitivo amanhã contra o Portimonense para a Taça de Portugal, mas será uma equipa remendada que vamos ver.
A sério mesmo só na 3ª feira na Suíça, contra o Basileia.
Alguém já falou e eu concordo. É um crime lesa-futebol efectuar uma paragem de quase um mês no campeonato.

O rejeitado Djaló

E agora, qual será o futuro do rejeitado Yannick Djaló?
O recurso do Nice não foi aceite por isso ele não poderá jogar pelo clube. Sendo assim, quer devolvê-lo ao Sporting, que por sua vez não o quer.
Confesso que apesar de não apreciar por aí além o jogador tenho pena do jogador que é o menos culpado nesta história.

Só pode ser para rir

Carlos Queirós deu a cara hoje para afirmar que com ele a selecção já estaria no Euro.
Como dizem os brasileiros, é preciso ter muita cara de pau!
Quem deixou a selecção com um empate em casa contra o poderoso Chipre (4-4) e uma derrota na Noruega, tem a lata de dizer isto!

Que tristeza!

Sou patriota e quero que a selecção vá à fase final do Euro-2012. No entanto, não posso deixar de criticar o que a selecção não fez ontem na Dinamarca. Que tristeza!
A equipa nunca mostrou capacidade para vencer a partida de ontem, nem parecia que era a líder do grupo a meias com os dinamarqueses.
Nesta partida, e até na anterior frente aos fracos islandeses, constatou-se que estamos com um lote de jogadores muito curto, quer em qualidade, quer em quantidade, para termos aspirações a alguma coisa.
As lesões de Pepe e Coentrão vieram agravar a situação que já era má desde que Simão e Tiago disseram não à selecção, piorando com a auto-exclusão de Ricardo Carvalho.
Olhando para os nomes disponíveis para o jogo de ontem, vemos que apenas temos meia dúzia de jogadores de categoria. Nomes? Cristiano Ronaldo e Nani à frente de todos, depois um lote de jogadores composto por Meireles, Moutinho, Martins, B. Alves que poderiam lutar por um lugar numa selecção com pretensões.
Os outros certamente nunca sonharam ser titulares na selecção. Sendo assim, como podemos sonhar com qualificações directas? Patrício é um guarda-redes vulgar e que está a beneficiar do facto de Eduardo não estar a jogar, apesar deste também não ser nenhum fenómeno por isso não joga no Benfica, J. Pereira, Rolando, Eliseu e Postiga não têm categoria para serem titulares. Olhando para o banco, Quaresma é um caso estranho do jogador que pode fazer maravilhas nos clubes, mas nunca foi capaz de o fazer na selecção, Nunes Gomes está em fim de carreira e nem no Braga é titular, R. Micael nunca foi titular no Porto, H. Almeida, um pinheiro e M. Veloso a promessa que nunca se confirmou.
Voltem depressa Pepe e Coentrão senão adeus Euro. Ah, e dêem uma segunda chance ao Ricardo Carvalho!

Jogadores do Porto vão ser presos?

Já se sabe que isto não vai dar em nada. Serão recursos atrás de recursos até ao arquivamento do processo como já estamos habituados neste país.
É claro que agressões acontecem todos os dias em todo o lado e só os desgraçados é que acabam por ver o sol aos quadradinhos. Quem tem dinheiro para bons advogados safa-se sempre sendo no máximo condenados ao pagamento duma indemnização por danos morais.
Resolvi falar deste assunto do dia devido às declarações estúpidas como é habitual dum senhor que manda nos bastidores do futebol português há três décadas.
O que tem a ver Scolari com esta história?
O sérvio agredido pelo seleccionador apresentou queixa às autoridades portuguesas? Claro que não, por isso o Ministério Público nunca poderia acusar Scolari.

Ainda sobre o clássico do basquetebol

Assisti via TV ao jogo da final da Taça António Pratas entre o Benfica e o FC Porto e ouvi mais que uma vez da boca do narrador (que não sei o nome, mas conheço a voz e sei que é adepto portista) que Moncho López era um treinador vitorioso desde que estava no comando da equipa, há 1 ano, 8 meses e 9 dias, salvo erro.
Fiquei impressionado pelo facto de estar tão bem informado sobre o tempo exacto em que o técnico está ao serviço da equipa portista, mas há quem faça como deve ser o trabalho de casa. Só que esse trabalho de casa não foi completo pois falou muito em treinador vitorioso mas não disse quantos títulos venceu, muito menos quantos perdeu.
Acompanho com atenção esta modalidade, que aprendi a gostar nos anos gloriosos de Carlos Lisboa e companhia, em que não falhava um jogo, especialmente os das competições europeias no velhinho pavilhão por debaixo do 3º anel do antigo estádio.
Voltando a Moncho López, fiz uma pesquisa para confirmar o que eu pensava e cheguei à conclusão esperada. 
Afinal ele não tão vitorioso assim. 
Está no FCP desde a época 2009/10, tendo ganho nessa época a Taça de Portugal e a Taça da Liga (Hugo dos Santos) e perdido o Campeonato (final com o Benfica) e a Taça António Pratas.
Na época 2010/11, venceu o Campeonato (final com o Benfica) e a Taça António Pratas e perdeu a Supertaça (final com o Benfica), a Taça de Portugal e a Taça da Liga (final com o Benfica).
Na actual, venceu a Supertaça (ao CAB Madeira) e perdeu a Taça António Pratas (final com o Benfica).
Concluindo, venceu 5 títulos e perdeu 6, logo teve um aproveitamento inferior a 50%.
Contra o Benfica venceu uma final (campeonato da época passada) e perdeu 4 finais (um campeonato, uma supertaça, uma taça da liga-Hugo dos Santos e uma taça António Pratas)!

Já não aceitamos migalhas

Longe vai o tempo em que o Benfica tinha de vender os melhores jogadores por tuta e meia para sobreviver.
A segunda metade dos anos noventa foi o período mais negro da história do clube.
Vem esta introdução a propósito da notícia do suposto interesse do Inter de Milão por Gaitán. Ainda segundo a mesma, o clube milanês estaria disposto a pagar 15 M€, mais o internacional sub-20 brasileiro Phillipe Coutinho.
É caso para dizer, tirem o cavalinho da chuva.

Finalmente o Benfica aprendeu

Parecia impossível que um clube tão grande como o Benfica não tivesse uma organização interna do departamento de futebol à altura. Facto esse que tornou possível a fuga de informações para o exterior, imprensa em particular, com os consequentes prejuízos para o bom desempenho e estabilidade da equipa. 
Na última época em que existiu essa blindagem o Benfica foi campeão. Na altura, José Veiga era o homem ligado à equipa, agora é António Carraça.
A ser verdade o que li aqui, parece que nem Rui Costa tem acesso ao balneário e ao autocarro. Será?
Com uma boa equipa e uma boa organização, as coisas ficam bem mais fáceis para atingir os objectivos, ou seja, os títulos.

A promessa paraguaia

Está em Lisboa o jovem paraguaio de 17 anos, Derlis Gonzalez. Desde os 15 anos que este jogador actua nos séniores do Rubio Ñu, equipa da 1ª divisão paraguaia.

A época promete muito

Depois de uma época 2010/11 quase para esquecer, não fosse a conquista da Taça da Liga no futebol, da Supertaça no futsal, da Supertaça e da Taça CERS no hóquei, da Taça de Portugal e da Supertaça no andebol, da Supertaça e da Taça da Liga (Hugo dos Santos) no basquetebol e da Taça de Portugal no voleibol.
O facto de não ter ganho nenhum campeonato nacional em nenhuma destas modalidades deixou os benfiquistas em estado de choque.
Ao invés de baixar os braços com a adversidade, os responsáveis arregaçaram as mangas e resolveram apostar no reforço de todas as equipas para que não volte a acontecer uma época igual à anterior.
De todas as modalidades apenas o hóquei ainda não começou a competir oficialmente.
Nas outras, e começando pelo futebol que é a principal modalidade do clube, ainda não conquistámos nada, mas o apuramento para a fase de grupos da Champions foi um passo importante, acrescido do bom começo de campeonato que nos vale a liderança a par do principal adversário.
Nas modalidades de Pavilhão e naquelas em que disputámos a Supertaça (futsal e voleibol) saímos vencedores. De referir que a supertaça no andebol é disputada noutros moldes, por isso não se realizou no começo da temporada como nas referidas atrás.
No basquetebol conquistámos o primeiro troféu oficial em que participámos, a Taça (ou Troféu) António Pratas.
Pelo que já vimos da equipa de andebol ela promete. Falta saber o que fará o hóquei em patins.
Em conclusão, as perspectivas de conquistar títulos, especialmente campeonatos, são bastante animadoras.
A menos que exista alguma surpresa, perpectiva-se  uma luta a dois com o FC Porto no futebol, no andebol, no basquetebol e no hóquei em patins, com o Sporting no futsal e com a Fonte do Bastardo, Sp. Espinho ou V. Guimarães, no voleibol.

Arrancada a ferros

Vitória heróica (65-63) do basquetebol do Benfica sobre o FC Porto na final do Troféu António Pratas.
Depois dum jogo horrível em termos de eficácia de lançamento, quer nos triplos, quer sobretudo nos lances livres, poucos acreditariam na reviravolta do marcador.
À partida para o 4º período, o Benfica perdia por 11 pontos e face às percentagens as perspectivas não eram as melhores, mas os jogadores tiveram o condão de acreditar sempre.
Esta vitória torna-se ainda mais relevante se tivermos em conta que a equipa do Benfica jogou sem 3 atletas importantes, como são os casos de Ben Reed, Betinho Gomes e Tomás Barroso, enquanto o Porto apresentou todos os seus principais jogadores. E mais, a equipa portista mantém o mesmo treinador e praticamente o mesmo plantel, enquanto o Benfica tem um treinador novo e um plantel muito remodelado por isso ainda sem as rotinas necessárias para atingir um alto nível.
Creio que nesta época será possível reconquistar o título devido à qualidade e ao espírito guerreiro deste plantel.
Apesar de Seth Doliboa e Ted Scott terem estado irreconhecíveis face ao que já mostraram, ainda assim o base (Ted) foi o obreiro da recuperação. De salientar ainda que o Benfica ficou privado quase no final da partida de Sérgio Ramos, Ted Scott e Heshimu Evans, por exclusão.
O capitão Sérgio Ramos que tem estado muito bem nos jogos já disputados, ficou praticamente fora da partida logo aos 2 minutos de jogo por ter averbado 3 faltas, sendo a 2ª mal marcada, originando um protesto e a consequente falta técnica.

O craque que passa despercebido

Chegou ao Benfica quase desconhecido, apesar de vir do Real Madrid.
Beneficiando da falta dum central de categoria para fazer dupla com Luisão, chegou e entrou logo na equipa deixando desde a estreia a certeza de que o Benfica ter feito a escolha certa.
Muitos benfiquistas acharam que teria sido melhor vir por empréstimo, ao invés dos 5,5 milhões gastos na sua aquisição.
Decorridos cerca de três meses, hoje ninguém tem dúvidas de que foi uma aposta certa a sua aquisição.
O clube está satisfeito com o seu rendimento e ele está felicíssimo por estar a jogar, coisa que não acontecia com frequência nos madrilenos.
Hoje, o próprio confessa que fez a escolha certa, não só por estar a jogar, como por ter encontrado um clube grandioso e com uma excelente equipa.
Ainda há alguém que não sabe de quem estou a falar? Julgo que não, mas mesmo assim aqui fica o nome, GARAY, o craque que (quase) passa despercebido em campo, certinho como um relógio.

Salvio não esquece o Benfica

Ainda há pouco tempo disse que foi muito feliz na Luz e que gostaria de voltar.

Parece-me totalmente improvável

A notícia do possível regresso de Enzo Pérez ao Estudiantes por falta de adaptação parece-me totalmente improvável, para não dizer impossível.
Se o jogador pouco jogou até ser operado foi principalmente devido a sucessivas pequenas lesões e não por não ser aposta de Jesus. Aliás se não fosse aposta não teria ficado no plantel, como que aconteceu por exemplo com Urreta.
Todos os jogadores sul-americanos precisam dum tempo de adaptação ao futebol europeu. Mesmo Gaitán que é hoje um craque, seguido pelos grandes do futebol, preciso duns meses até mostrar o seu valor.
Eu tenho esperança que ele ainda será um jogador muito importante no Benfica.

Pela boca morre o peixe

O portista Defour, em entrevistas à imprensa belga, tem justificado o facto de não ser titular no FC Porto à forte concorrência, ao invés do seu compatriota Witsel que pegou de estaca no Benfica.
Segundo ele é mais fácil ser titular no Benfica por isso Witsel joga a titular e ele não.
Pois é, lá diz o ditado que pela boca morre o peixe e é verdade.
Ontem, na vitória da selecção belga por 4-1 sobre o Casaquistão, Witsel foi titular e sofreu o penálti que deu origem ao 1º golo, ao passo que Defour entrou apenas no decorrer da 2ª parte.
E agora Defour, qual é a desculpa?

Grande Rolando

Portugal venceu a Islândia por 5-3, imaginem, sofrer 3 golos duma equipa como a islandesa, depois de no ano passado terem sofrido 4 do Chipre.
Sem Pepe e Coentrão, uma equipa que não tem um lote de jogadores por aí além, tinha de ressentir-se. Embora o substituto do Fábio tenha sido um dos melhores.
Basta um empate na Dinamarca para ficar apurado, mas a nossa sorte é que apanhámos um grupo acessível.
Rolando fez uma exibição para relembrar pelos piores motivos uma vez que está nos 3 golos islandeses. Nos dois primeiros deixa-se bater de cabeça e no terceiro faz falta para penálti. É o que dá estar mal acostumado.
Em Portugal, nenhum árbitro lhe marcaria um penálti num lance como aquele, daí vêm os maus vícios. E o pior é que nem tinha necessidade.

A propósito de selecções e seleccionados

Na Europa, sempre que se realizam jogos das selecções, os campeonatos páram. É justo pois muitas equipas ficam desfalcadíssimas uma vez que o futebol não escapou ao fenómeno da globalização, o que faz com que fiquem quase sem jogadores até para treinar.
No Brasil, isso não acontece.
É um facto que até há bem pouco tempo a totalidade dos seleccionados vinham da Europa. Agora, com a economia em bom estado, muitos jogadores que actuavam na Europa retornaram e outros que são craques emergentes ainda não emigraram.
Hoje, a selecção brasileira defronta a Costa Rica num jogo amigável (ou amistoso como se diz por aqui), uma vez que por ser o país organizador está automaticamente apurado para o Mundial-2014.
Para este amigável, a selecção brasileira tem à disposição 8 jogadores a actuar no Brasil, casos de Jefferson (guarda-redes, Botafogo), Réver (central, Atlético Mineiro), Dedé (central, Vasco da Gama), Lucas (médio, S. Paulo), Óscar (médio, Internacional), Ronaldinho Gaúcho (avançado, Flamengo), Fred (avançado, Fluminense) e Neymar (avançado, Santos).
Como se pode ver pelos nomes, a maioria são craques que poderiam estar a jogar na Europa, logo jogadores importantíssimos para os seus clubes, que terão de jogar este fim de semana no campeonato sem os mesmos, o que aliás já aconteceu anteriormente em vários jogos.
O Santos tem-se queixado, e com razão, das ausências de Neymar.
Enquanto na mudarem o calendário do futebol brasileiro não é possível parar o campeonato, sob pena de não terminar antes do final do ano.
Mudança difícil pois ninguém está interessado em prescindir dos campeonatos estaduais. A menos que os mesmos passassem a ser disputados num modelo a eliminar para terminarem mais cedo. Porém, colocar-se-ia outro problema que seria o de muitos clubes ficarem prematuramente sem competição, pois devido à dimensão do país, os campeonatos das 3ª (série C) e 4ª divisões (série D) são curtos, por se realizarem em poules iniciais de poucos clubes, passando depois para o sistema a eliminar, tendo em vista poupar os custos das deslocações.
Será que depois do que está a acontecer este ano vai continuar tudo na mesma?

Rodrigo promete muito

O avançado hispano-brasileiro Rodrigo continua a facturar pela selecção de sub-21 de Espanha.
Este miúdo promete!
Depois do bom Mundial de sub-20, Rodrigo foi promovido aos sub-21, onde tem sido titular e tem marcado golos em todos os jogos já realizados.
Em Portugal ainda só vimos um cheirinho dele pois o Tacuara não tem dado chance. Certamente será titular no jogo da Taça de Portugal contra o Portimonense que se disputa de hoje a uma semana.

Ainda não pagaram

«Vamos levar o caso para a FIFA, não vemos outra solução perante o silêncio do FC Porto, que simplesmente não nos responde. Estou muito desiludido", explicou o dirigente, que recusou confirmar que em falta estão quatro milhões de euros, relativos à primeira tranche das transferências do médio Defour (6 milhões de euros) e do central Mangala (6,5 milhões). Para o director do St. Liège, "é irrelevante" que o FC Porto queira pagar depois de receber os 40 milhões do Atl. Madrid por Falcão". "Não nos comunicaram esse desejo e não é problema nosso. O nosso acordo é claro e não está a ser cumprido. Se não havia dinheiro para cumprir o acordo, houve má-fé", frisou. O dirigente disse, ainda, que "o Benfica é muito diferente, pois é um clube cumpridor".» (in, CM)
Ontem foi o presidente do Marítimo, hoje são os belgas.
Se o Marítimo já fez queixa à FIFA, agora será o Standard de Liège a fazê-lo.
Será que não existe vergonha?

Está explicado o apoio "inequívoco"

Causou muita estranheza o apoio "inequívoco" de Luís Filipe Vieira a Fernando Gomes. Os motivos da estranheza, todos os sabemos.
Agora sabe-se que o candidato à presidência da FPF convidou, e eles terão aceite, Humberto Coelho, Pauleta e Mónica Jorge (seleccionadora de futebol feminino português), para integrarem a direcção.
Muito embora saibamos que os cargos mais importantes actualmente sejam os das Comissões de Arbitragem e de Disciplina, o que não deveria ser mas é a realidade que temos, talvez o homem queira mesmo pacificar e tornar o futebol português mais limpo. No entanto, apenas depois de conhecer os nomes para aquelas duas Comissões poderei ter uma ideia melhor sobre as suas reais intenções.
Acresce que as opções não deixavam grande margem de escolha e como diz o outro, mais vale apoiar e depois ter legitimidade para cobrar do que nada poder fazer.
Como seria bom não termos de nos preocupar tanto com uma simples eleição!

Novo ataque ao FC Porto

Quem não se dá ao respeito, não pode ser respeitado. É o caso do FC Porto.
Para um clube que se intitula o maior (no nº de títulos apenas) não é bonito o seu comportamento.
Um clube para ser grande e respeitado, não pode atropelar os outros para o conseguir.
Baseado nas declarações do presidente do Marítimo e não só, sabe-se que o Porto ainda não pagou o montante devido pelos direitos de formação de Pepe aquando da transferência do jogador para o Real Madrid, além da forma nada ética como "roubou" Kléber e Djalma ao clube madeirense.
Ainda há dias, o Standard de Liège foi obrigado a publicar uma notícia no seu site sobre a dívida referente às transferências de Defour e Mangala. E fê-lo porque além de não pagarem, também não dão explicações o que é tão ou mais grave.
Tudo isto é estranho se tomarmos em conta que o clube recebeu milhões nos últimos anos pelas transferências de Deco, Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Anderson, Bosingwa, Lisandro, Lucho, Pepe, Sissokho, Bruno Alves, Raúl Meireles, Falcao e Rúben Micael, para citar apenas os últimos e mais caros.

Mais especulação

Até há poucos dias, Saviola era tratado na imprensa como um jogador acabado e com um pé fora da Luz, talvez até já em Janeiro porque terminava o contrato em Junho.
Esqueciam-se que ao ter no contrato uma cláusula de opção por mais um ano, ele não pode comprometer-se com nenhum clube em Janeiro.
De repente, bastou marcar dois golos e fazer uma bela exibição, já aparecem a especular sobre a insatisfação que sente por não ser cem por cento titular e citam "n" clubes interessados nele.
Quem ler os desportivos de hoje reparará na disparidade das notícias entre uns e outros.

A vingança serve-se fria

Depois de ter perdido a final do campeonato de voleibol da época passada para a A. J. Fonte do Bastardo, o Benfica conquistou hoje a supertaça ao vencer o mesmo adversário por 3-0, com os parciais, 25-23, 25-21 e 25-21.
Como se pode ver, todos os sets foram discutidos, à excepção do 2º em que o Benfica chegou a ter 8 pontos de vantagem e acabou por quase permitir a recuperação.
O ter ganho o 1º set foi importantíssimo para a equipa ganhar confiança.
Dos reforços, praticamente só o português Roberto Reis e o tobaguense Marc Honoré foram utilizados, por isso a equipa ainda tem muita margem de progressão.
Mas, o maior reforço foi um miúdo, vindo dos júniores, o distribuidor Miguel Tavares Rodrigues. Que jogão ele fez!

Já tem idade para ter juízo

Ricardo Carvalho, central do Real Madrid, há um mês atrás abandonou o estágio da selecção sem dar cavaco a ninguém.
Consequência, foi afastado e segundo Paulo Bento, com ele não tem chance de volta.
Agora o rapaz caíu em si e quer voltar à selecção.
O que acham? É de lhe dar nova chance, ou não tem mais volta?

Sem honra, nem glória

Chegou de rompante sem ter garantido o apoio do seu clube, mas supostamente com o apoio do FC Porto, Sp. Braga e Nacional, um dia depois já era mentira.
Vendo que tudo se encaminha para que Fernando Gomes seja o próximo presidente, retira-se cabisbaixo e atirando contra o sistema com o qual se aliou enquanto presidente do Sporting.
Já que se fala de eleições para a FPF, ninguém terá dúvidas que o vencedor antecipado é Fernando Gomes. Julgo até que o outro candidato (António Sequeira) em breve se retirará também.
Ou Fernando Gomes é um fenómeno enquanto dirigente associativo e um homem sério, ou então juro que não entendo o apoio de Luís Filipe Vieira.

Um simples quisto

Tanto estardalhaço e afinal era um simples quisto o motivo do não à selecção!
Agora que foi ele que alimentou a polémica, foi. Porque motivo não disse logo no comunicado?
Se ele diz que foi por causa dum quisto que não podia sair da Rússia durante 5 dias, temos de acreditar.

Oxalá não seja burrice

Está desvendado o tabú. Afinal o candidato apoiado pelo Benfica é Fernando Gomes, actual presidente da Liga de Clubes.
Será a melhor opção ou uma opção inteligente sabendo que ele ganharia mesmo, por ter a maioria dos apoios?
Só espero que esteja tudo clarinho e de preferência escrito por causa de coisas.
Ao menos ficou salvaguardada a questão da arbitragem?
Quem será o candidato à Comissão de Arbitragem na lista de Fernando Gomes? Paulo Costa não, por favor!

Isto e nada é quase a mesma coisa

O Zenit, clube onde joga Danny, veio a público dizer que ele tinha sido submetido a uma pequena cirurgia de carácter local.
Não sei se esta pequena cirurgia era indispensável para a sua saúde e se não tinha outra altura para a fazer, mas não sendo uma questão grave e urgente não faz muito sentido privar a selecção precisamente nos últimos dois jogos e quando Portugal ainda não está qualificado.
O Danny é que sabe quais são as suas prioridades.

Se todos os empresários fossem como o de Javi ...

Não haveriam especulações baratas.
Ao longo dos dois anos que Javi leva no Benfica, sempre que foi contactado, o empresário Manuel García Quilón nunca disse uma palavra sobre vontade do jogador de sair ou simplesmente deixar dúvidas sobre a continuidade de Javi Garcia no Benfica.
Quando lhe falaram nas hipóteses de Manchester United e AC Milan, ele limitou-se a dizer que não recebeu nenhuma proposta e que o Javi estava muito concentrado no campeonato e na Liga dos Campeões.
Que bom seria se todos os empresários fossem como ele!

Sempre a mesma conversa da treta

Ontem, Pedro Emanuel, técnico da Académica, no final do jogo disse «Houve um pouco de FC Porto a mais e de Académica a menos. Assumi uma a estratégia para este jogo mas esta não se traduziu da forma que pensámos. A imagem da primeira parte não é a que queremos da Académica. Na segunda parte tentamos rectificar», disse Pedro Emanuel no final do encontro, reconhecendo que seria difícil bater o FC Porto. (in, A Bola)
Que subserviência Pedro Emanuel! Seria difícil bater o FC Porto porquê? Mas, há uma semana, era possível vencer na Luz!
Quem viu a Académica na Luz e a viu ontem certamente pensou que não era a mesma equipa, apesar de equipar igual e ter apresentado quase os mesmos jogadores.
Até ao 1º golo, o FC Porto não jogou a ponta dum corno, sem ideias, sem uma única jogada de perigo. Nem os melhores jogadores, Hulk e James fizeram nada de nada.

Não vou afirmar que a Académica fez o frete do costume, mas que as palavras de Pedro Emanuel sobre o Porto e a atitude (ou a falta dela) da Académica deixa muitas suspeitas, lá isso deixa.
Para ser sincero, dentro das quatro linhas, esta equipa do Porto não me assusta.
Confesso que já me sinto enojado quando ouço o treinador portista dizer, «nós somos Porto», «vencemos à Porto». Não tem outro vocabulário? Até dá a impressão que ao dizer, somos Porto e vencemos à Porto se quer referir àquela forma de vencer bem conhecida por nós. Joguem futebol e depois então gabem-se!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ARQUIVO DO BLOG

Prémio Relíquia da Internet

Prémio Relíquia da Internet

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Presente do grande CORAÇÃO ENCARNADO

Adaptado por Blogger Benfiquista

Blog do Manuel © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO